Resultados Concurso Alphaversos 2018 – Avaliações do 14º, 15º e 16º colocados

Avaliação Completa – Wank’a Presença dos Temas: 7,75 Lancaster: Os temas são Distopia, Construtos e Disputa de Território. É interessante como os construtos são usados como um fator integral do […]

Avaliação Completa – Wank’a

Presença dos Temas: 7,75

Lancaster: Os temas são Distopia, Construtos e Disputa de Território. É interessante como os construtos são usados como um fator integral do cenário, mas na prática eles são apenas mais um monstro — o maior deles, mas ainda assim mais um, como um dragão ou uma força da natureza. De resto, tudo feito com correção.

BURP: Estão presentes, embora tenha a impressão de que a disputa de territórios não seja muito aproveitada.

Oriebir: Distopia foi um tema bem explorado. Percebe-se a intenção de uso do tema Disputa de Território, mas sua aplicação é fraca porque o texto a todo momento relembra que este é um cenário de “pontos de luz”: não há grandes aglomerações ou cidades lutando pelo domínio de alguma região. Poderia facilmente ser substituído por Sobrevivência, um tema bem mais presente no texto. Sobre o tema Construtos, eles estão presentes no cenário como ferramentas narrativas (provocaram o evento distópico), mas na prática, na conjuntura atual deste mundo, são apenas mais um desafio. A sugestão neste caso é aumentar a presença ou importância deles — algumas das várias comunidades do mundo podem ter aprendido a controlar os construtos de rocha e lava ou eles podem ser fonte de algum recurso raro, por exemplo.

Armageddon: Senti que o cenário como um todo se tornaria bem mais interessante caso os temas propostos estivessem melhor representados em meio às inúmeras ideias que ele propõe. A opressão dos invasores ainda existe ou hoje ela se restringe ao ambiente? Se os territórios habitáveis são poucos, a disputa de território deveria ser central para o cenário. E mesmo os construtos que causaram o fim do mundo acabaram perdendo força e razão na atual situação.

Uso das Regras: 7,25

Lancaster: As raças são interessantes mas senti a falta de descrições maiores das vantagens únicas. Os personagens coadjuvantes e ameaças, por sua vez, são muito cheios de potencial.

BURP: Faltou explicar melhor a dinâmica de raças (tem custo? São vantagens únicas?), e lidar com redutores de características nunca funcionou bem no sistema.

Oriebir: As raças são apresentadas seguindo um modelo parecido com o de vantagens únicas, mas não há especificação de custo. Além disso, o sistema não comporta vantagens únicas com penalidade “racial” em características. Uma das raças recebe Queda Lenta, que não existe no livro básico e, portanto, deveria ser apontada a fonte. Sobre as fichas, se houver de fato vantagens únicas, elas precisam ser aplicadas. Outro ponto: é possível jogar com humanos neste cenário? E as outras raças? Por fim, não há nenhuma ficha de um construto! Eles deveriam ser um dos elementos-chave do cenário!

Armageddon: Um dos aspectos em que mais o cenário peca, pois apesar de simples, o 3D&T Alpha tem um sistema bastante consolidado e que não é representado nas fichas vistas aqui. Faltam informações para o mestre poder tirar o melhor proveito das ideias do autor.

Aspectos Gerais: 7,5

Lancaster: É um universo de “Fantasia Distópica”, na seara de ambientações como Dark Sun e elementos que lhe dão muita personalidade. É bom e muito bem executado, mas pontuou baixo dentro de alguns aspectos escolhidos nas regras do concurso.

BURP: O cenário cria uma imagem bem forte com a descrição inicial, e isso é bom. Mas parece escrito um pouco corrido, e faltou explorar melhor os ganchos narrativos principais.

Oriebir: A proposta do cenário é muito boa e foge bastante do padrão que inicialmente se pensa quando aborda-se o tema Distopia. Me deu bastante vontade de jogar. Contudo, o texto precisa ser todo reescrito e reorganizado para ficar mais fluido e para ter uma melhor cadência de apresentação dos elementos. Passou a ideia de ter sido escrito às pressas.

Armageddon: Como comentei acima, o cenário tem bastante potencial se alguns outros aspectos dele forem melhor trabalhados. Eu gosto do visual de um mundo fragmentado (eu curtia muito isso em Burning Crusade, de World of Warcraft, por exemplo). A Grande Feira de Morkoth, por exemplo, é muito interessante se as propostas dos temas forem empregadas.

Nota Final: 7,5

Pages: 1 2 3 4

About Edu Guimarães

Mestra RPG desde os 10 anos e nunca mais parou. É nerd, biólogo, Leal e Bom.