Tormenta em Cinco Níveis (TeCN): O Ladino

What’s Up galerinha! Tudo bom com vocês? Vrikolaka na área, é nóis! Trazendo mais um post do projeto do Tormenta em Cinco Níveis, dessa vez trazendo uma das classes mais famosas do Tormenta RPG, o grande Ladino, e é claro, mostrando algumas ideias que eu tenho para o sistema!
Se vocês estiverem gostando dessa série, e quiser fortalecer a Iniciativa Tormenta em Cinco Níveis, não se esqueçam de comentar aqui no RPGista, na página do Facebook e tudo mais, o que vocês acharam da classe, sugestões pra classe e tudo mais! Lembrando, é claro, que isso é apenas um esboço da classe, as regras podem e provavelmente vão mudar no decorrer do projeto.
Se você quiser acompanhar o resto do projeto, não se esqueça de conferir o post inicial do projeto AQUI e aqui a classe GUERREIRO.
Mas sem mais delongas…
O Ladino
Características de Classe:
Pontos de Vida: o ladino começa com 12 pontos de vida + Constituição, e ganha 3 PV + Con por nível seguinte.
Pontos de Magia: o ladino começa com 3 pontos de magia, e ganha 2 PM por nível seguinte.
Perícias Treinadas: 8 + valor de inteligência.
Perícias de Classe: Acrobacia, Atletismo, Atuação, Cavalgar, Conhecimento, Diplomacia, Enganação, Furtividade, Intimidação, Ladinagem, Malandragem, Ofício, Percepção.
Talentos Adicionais: Usar Armaduras (leves), Usar Armas (simples e marciais), Reflexos Rápidos.

Um Ladino Padrão (e fujão) de Tormenta!

O Ladino
Nível Bônus Habilidades de Classe
1º +2 Ataque furtivo, caminho (menor)
2º +3 Evasão, técnica ladina
3º +3 Caminho (moderado), esquiva sobrenatural
4º +4 Evasão aprimorada, técnica ladina
5º +4 Ataque furtivo aprimorado, caminho (supremo)


Habilidades de Classe:

Caminho: escolha um caminho. Uma vez feita, essa escolha não pode ser mudada. No nível 1, você recebe a habilidade básica do caminho, no nível 3 a habilidade moderada, e no nível 5 a habilidade suprema do caminho.
Ataque Furtivo: você pode aproveitar a distração de um oponente para enfiar uma boa adaga entre as costelas. Quando acerta um oponente desprevenido com uma arma corpo-a-corpo leve ou de uma mão (ou à distância a até 9m), sua margem para conseguir um acerto crítico aumenta em 2.
Evasão: quando sofre um ataque que permite um teste de Reflexos para reduzir o dano a metade, você não sofre dano nenhum se for bem-sucedido. Você ainda sofre dano normal se falhar no teste de Reflexos. Essa habilidade exige liberdade de movimento. Você não pode usá-la se estiver imobilizado ou utilizando armadura pesada ou escudo.
Técnica Malandra: no nível 2, escolha duas técnicas malandras. No nível 4, escolha duas outras técnicas malandras.
Ataque Incapacitante: Gastando 1 PM como reação, quando atinge uma criatura com um ataque furtivo, além dos efeitos, o alvo sofre -2 nas jogadas e testes pelo resto do combate.
Ataque nas Pernas: Gastando 1 PM como reação, ao atacar um oponente afetado por seu ataque furtivo, seu deslocamento é reduzido à metade pelo resto do combate.
Armadilhas:  você recebe um bônus igual ao seu nível de ladino em testes para encontrar e desarmar armadilhas. Além disso, recebe o talento Preparar Armadilhas. Caso já possua esse talento, recebe um outro talento que possua o talento Preparar Armadilhas como pré-requisito. Essa técnica pode ser pega várias vezes. Cada vez que for pega, escolha um novo talento que possua o talento Preparar Armadilhas como pré-requisito.
Contatos Criminosos: Você faz testes de Conhecimento como se fosse treinado. Além disso, você gasta apenas uma hora para fazer um teste de Malandragem, e não gasta dinheiro fazendo isso.
Desabilitar Rápido: você gasta uma ação padrão para desabilitar mecanismos, em vez de 1d4 rodadas. Pré-Requisito: armadilhas.
Furtividade Rápida: você pode usar Furtividade mesmo se movendo com seu deslocamento normal, sem sofrer penalidades no teste de perícia.
Imã de Tesouros: você e seu grupo são considerados um nível acima, para efeitos de Tesouro. Além disso, você pode gastar 1 PM como uma reação para re-rolar um tesouro que conseguiu, mas apenas uma vez por tesouro. Você pode adquirir essa habilidade várias vezes. Cada vez que o fizer, considere o tesouro como um nível acima.
Lâmina Envenenada: você recebe o talento Usar Venenos. Você recebe +4 em testes de Ofício para criar venenos, e recebe um bônus em +2 na dificuldade para os oponentes resistirem contra seus venenos.
Língua de Prata: você pode fazer um teste de Diplomacia ou Enganação como uma ação completa, sem receber penalidades.
Maestria em Perícia: escolha duas perícias que você seja treinado. Usando essas perícias, você pode escolher 10 mesmo quando distraído ou sob pressão. Com um gasto de 3 PM, você pode escolher 20 ao invés disso, sem aumentar o tempo gasto. Pré-Requisito: 3° nível de ladino.
Oportunismo: você recebe +4 em jogadas de ataque e dano contra inimigos que já sofreram dano na mesma rodada.
Técnica de Combate: você recebe um talento de combate, que você cumpra os pré-requisitos. Você pode escolher esta habilidade diversas vezes, mas apenas uma vez por nível.
Truque Perito: você recebe um talento de perícia adicional. Você pode escolher esta habilidade diversas vezes, mas apenas uma vez por nível.
Esquiva Sobrenatural: um ladino é tão paranóico que reage ao perigo mesmo antes de notá-lo! Você nunca fica desprevenido.
Evasão Aprimorada: quando sofre um ataque que permite um teste de Reflexos para reduzir o dano à metade, você não sofre nenhum dano se for bem-sucedido, mas sofre apenas metade do dano se falhar. Essa habilidade exige liberdade de movimento. Você não pode usá-la se estiver imobilizado ou utilizando armadura pesada ou escudo.
Ataque Furtivo Aprimorado: quando utiliza a habilidade Ataque Furtivo, a margem de crítico aumenta em 4 pontos.
 

Caminhos:

Capanga:

Básico: sempre que você receber um efeito de um aliado que ofereça um bônus numérico, esse bônus aumenta em +2. Por exemplo, se um bardo de nível 1 usar Inspirar Coragem, o capanga receberá +4 nas jogadas de ataque e em testes de resistência contra magias de Trevas em vez de apenas +2.
Moderado: você recebe um bônus de +2 nas jogadas de ataque e dano quando estiver flanqueando (acumulando-se com os bônus de flanquear).
Supremo: você pode usar seu surto heróico para deixar um oponente que tenha sofrido ataque furtivo com a condição Apavorado.

Ladrão de Magias:

Básico: você aprende magias menores de um caminho elemental à sua escolha, e um número de magias conhecidas igual ao seu bônus + Carisma. Além disso, quando usar seu ataque furtivo, você consome 1 PM do alvo.
Moderado: você pode gastar 3 PM para remover os efeitos de uma magia do alvo com um ataque furtivo. Você recebe os efeitos da magia até o fim da próxima rodada.
Supremo: você pode usar seu surto heróico para, em vez de causar dano, consumir os PM do alvo igual ao seu dano causado quando desferir um ataque furtivo, e recuperar um número de PMs igual a metade do dano causado. Além disso, você pode aprender magias moderadas, e você soma seu Carisma a seus pontos de magia.

Ninja:

Achou que o Ninja ficaria de fora? Achou errado!


Básico: seu deslocamento aumenta em +3m e você recebe um bônus de +5 em testes de Acrobacia e Furtividade. Além disso, você não precisa gastar uma ação para se levantar.
Moderado: você pode gastar 2 PM e uma ação para usar um artefato ninja e colocar uma das seguintes condições em um alvo até o fim da próxima rodada: abalado, atordoado, cego, confuso, desprevenido, envenenado, fatigado, sangrando ou surpreendido (Fortitude CD 18 nega o efeito). Você pode gastar +3 PM para afetar todos os oponentes a até 9 metros.
Supremo: você pode usar seu surto heróico para usar sua perícia Furtividade, mesmo estando em plena vista.
 
E é basicamente isso! Se gostaram do Ladino, não esqueçam de compartilhar pros seus amigos a Iniciativa Tormenta em Cinco Níveis, não esqueçam de comentar aqui o que quiserem comentar, dicas, feedback, tudo mais! Para a galera que gosta de desenvolvimento e quer ver os meus pensamentos sobre o Ladino, de onde veio cada ideia, deem uma checada AQUI para a página 2 do post, para ver as notas de Design.
E comentem abaixo também qual a classe que vocês gostariam de ver no próximo post: vocês preferem ver a ferocidade do Bárbaro ou a empáfia do Nobre?
Mas em suma é isso! Valeu! Faloooou! Fuiiiiiiiiii!!!!
 
**As imagens usadas nesse post são propriedade de Jambô Editora.

Você pode gostar...

11 Resultados

  1. Tiago Oriebir disse:

    Gostei de como a classe ficou abrangente, mesmo desconsiderando os caminhos. Você pode fazer um ladino mais sociável, oportunista ou focado em combate escolhendo as técnicas malandras (ou ladinas? na tabelas está escrito de um jeito; no texto, de outro) corretas.
    Uma pergunta (e aí pode ser noobice minha, que não tem tanta intimidade com TRPG): por que não transformar as técnicas malandras em talentos próprios, já que a ideia de progressão do sistema TeCN é baseada em talentos?
    Tenho curiosidade para saber como se dará a progressão de magias do Ladrão de Magias. Pelo que entendi, fora o bônus, ele aprende novas magias à medida em que aumenta o Carisma, certo? De toda forma, vou aguardar um post explicando o funcionamento do sistema de magias, para ver se tenho mais algum comentário a respeito.
    A propósito, podia rolar um post explicando sobre como você pensa a mecânica de funcionamento das magias — não precisa apresentar nenhuma classe conjuradora, só explicar como funcionam mesmo. Acho que isso gera um post bacana, que já vai fundamentando o caminho quando você vier com listas de magias e as classes adequadas.
    Aproveitando que dei uma desviada do tópico em questão, outra dúvida: como é calculada a quantidade de surtos heroicos de um personagem? Desculpe se você já explicou isso em algum outro post, mas passei batido. =P
    Voltando ao tema, gostei bastante da mecânica de ataque furtivo e de como ele força o ladino a ter que criar soluções para desferir estes ataques.
    Ainda sobre o Ladrão de Magias, será que ele não ficou excessivamente dependente do ataque furtivo? Ele também aprende magias, mas principalmente o grau moderado desse caminho me pareceu muito trabalhoso/custoso para um efeito relativamente curto (mas isso é o que me parece agora, sem ter visão total do sistema).
    Gostei de como ficou o Capanga — uma opção “de combate” para a classe, mas com uma personalidade própria. O Ninja é muito bom também; ao menos à primeira vista me parece o mais forte dos caminhos.
    Sobre o próximo post, gostaria de ver como ficou o Bárbaro! =D
    Abração e continue com o projeto, está muito bacana!

  2. Kleber disse:

    Bem vamos lá..
    1 bônus/bba/ proficiência como quiser chamar já disse no guerreiro sou extremamente contra números quebrados mude pra 1 por nível, vc pegou justamente a pior coisa do D20 que foi abolida nos sistemas atuais o bba quebrado.
    2= técnicas laminas cara diminua o benefício 2 habilidades incluindo talentos e forte e deixa o guerreiro que vc fez ruim, de 1 abilidade apenas isso pra todas as classes que você fizer
    Essas habilidades são vícios de sistema passados..
    3= use o furtivo como no d&d 5e
    1 vez por turno ou rodada apenas resolve o problema, o jeito que colocou foge demais do estereótipo
    Dele e se o seu problema e ele cause muito dano aumentar. Chance de ele causar críticos piora demais em vez de resolver.
    De resto muito bom parabéns pela iniciativa.

    • Vrikolaka disse:

      1- Não. Isso já foi definido. Eu não quero que os bônus sejam muito altos, porque isso faz bônus de +1/+2 serem pequenos demais, irrelevantes demais. E como já falei, os bônus de proficiência da 5e (que foi minha inspiração pro bônus, e que você reconheceu inclusive) também são quebrados por nível (tu fica com proficiência +2 até o nível 5, depois +4 no 9, e tudo mais). Eu só “acelerei eles” para ficar uma coisa melhor e mais progressiva.
      2- Não acho que seja um problema. O ladino pode pegar talentos? Pode, mas ele só pode pegar um talento por nível. Então se o cara quiser queimar suas preciosas técnicas ladinas por talentos, é direito dele. Se eu deixasse eles pegarem 2 talentos, daí sim eu até concordaria com a crítica. (e dar dois talentos pro guerreiro pra “compensar” seria bizarro pra cacete, e ISSO daria um edge pro guerreiro. Mas tirar do ladino, eu tiraria ainda mais poder de uma classe que “já está sendo considerada fraca”).
      3- …Discordo, e totalmente. Eu respondi no Facebook com mais cuidado, mas eu vou responder algo parecido aqui. Eu tenho dois argumentos para manter o
      ataque furtivo como está agora: role de personagem + coerência da própria habilidade.
      O meu problema com ataque furtivo é que dentro do role do ladino (que é pra ser um especialista sutil), o ataque furtivo é incoerente. Porque um cara que abusa da sutileza (como furtividade, enganação, sutileza e tudo mais) vai meter trocentos de dano, ultrapassando o dano de personagens combatentes (que devotam sua vida pro combate e como ser mais efetivo nele), até mesmo o bárbaro, que é a classe feita pra ser “a causadora de dano”? Entende onde eu quero chegar? Esse meio que eu fiz dá mais cara pro ladino de ser especialista. Tirando os benefícios de flanquear, o cara vai ser forçado a jogar, bom, como especialista para ser efetivo, abusando de furtividade, fintas, de truques sujos e tal, pra ter efetividade em combate. Não ficar parado do lado do seu coleguinha combatente e causar tanto dano que seu coleguinha guerreiro vai parecer que tá batendo com uma pluma (e sim, isso é uma crítica ao ladino do 5e).
      Quanto a coerência da própria habilidade… …todo o conceito interpretativo e de regras do Ataque Furtivo é o mesmo do acerto crítico. Então porque eu diferenciar os dois, e criar uma mecânica extremamente específica só pra ele? É mais fácil pegar a regra de acertos críticos, e mesclar dentro do ladino.

  3. Darcy disse:

    Eu quero ver o Nobre, de preferencia se ele tiver algo como uma especialização pra ser um Senhor da Guerra (tipo, o Cavaleiro, que já tem em Tormenta, mas feito com mais cuidado) e um como o especialidade em ser “SOU, RICA! VOCÊ SABE, PQ, EU GANHEI??!! PORQUE SOU RICA!!!”.

  4. Darcy disse:

    Btw, eu trocaria a Evasão Aprimorada, por algo como Mente Escorregadia.

  5. Bonito demais esse ataque furtivo.
    Abaixo o ladino DPS, viva o verdadeiro ladrão faca nas costas!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: