3D&T Fábrica de Chocolates (e Gorad)

Não adianta vir com guaraná pra mim, é chocolate o que eu quero beber, já diz o grande sábio da pós-modernidade Tim Maia. Depois do 3D&T Coffee Break, era necessário, é claro, adaptar também a outra grande especiaria do mundo moderno, sem o qual milhares de pessoas não sobreviveriam no caos e stress da sociedade contemporânea. Falemos, então, sobre quais são os efeitos de comer chocolate em 3D&T!
Um Pouco de História
Nem todos sabem, mas o chocolate possui uma história bastante antiga. O cacau, de cuja semente ele é produzido, é cultivado na região da Mesoamérica e América do Sul há pelo menos três mil anos, e as primeiras evidências do seu consumo vêm da civilização Olmeca, na região do atual México, entre 1100 e 1400 a. C.
Durante a maior parte da sua história, o chocolate foi consumido como uma bebida – o seu próprio nome atual vem do termo asteca xocolãtl, que significa algo como água amarga. Dizia-se que ele era útil para enfrentar a fadiga e que tinha propriedades afrodisíacas, e era usados muitas vezes também em rituais religiosos. Sua importância era tamanha que as sementes de cacau chegaram a ser usadas como moeda na América pré-Colombiana.
Após a conquista do Império Asteca pela Espanha, no século XVI, o cacau também passou a ser importado e consumido na Europa, onde fez bastante sucesso. Casas para a venda e consumo de chocolate foram abertas em Londres durante o século XVII, e os próprios espanhóis aumentaram a sua produção com o uso de trabalho escravo. A produção de cacau se espalhou para várias ilhas do mar do Caribe, em especial a Jamaica, bem como o nordeste brasileiro e o noroeste africano, em especial a Costa do Marfim, atualmente a maior produtora da fruta.
A forma atual do chocolate sólido foi inventada em 1847 pelo inglês Joseph Fry, utilizando o pó de cacau criado pelo holandês Coenraad van Houten e adicionando leite e açúcar para criar uma espécie de pasta que poderia ser moldada em diversas formas. E em 1879 o suíço Daniel Peter teve a idéia de usar leite condensado, criando o chocolate ao leite como é conhecido hoje.
Gorad. Em Arton não existe o chocolate propriamente dito (a menos, é claro, que o mestre decida diferente), mas, no lugar dele, temos o gorad, uma especiaria criada no pequeno reino de Hersey com uma mistura de frutas locais e leite, muito apreciada por jovens e crianças. Você pode considerá-lo exatamente como o chocolate para todos os efeitos relevantes de regras descritos a seguir.
Efeitos do Chocolate
Chocolates são alimentos extremamente energéticos. Em regras, comer uma barra de chocolate permite ao personagem recuperar 1 PM, como uma poção de Magia. Cada barra custa 1 PE para o personagem.
Diferente de uma poção comum, no entanto, os PMs ganhos com um chocolate podem ultrapassar o valor máximo permitido pela sua Resistência – então um personagem com R2, por exemplo, poderia comê-los até chegar a 11, 12, 15 ou até 20 PMs. Isso acontece porque não se tratam propriamente de poções mágicas, mas sim de simples alimentos altamente calóricos.
A contra-partida é que se eles não forem gastos rapidamente, o personagem corre o risco de ganhar peso e eventualmente se tornar uma pessoa obesa, o que diminui as suas resistências e capacidades físicas. Em regras, para cada 5 PMs que um personagem tiver acima do seu limite normal (contando a sua Resistência e eventuais vantagens de PMs Extras), ele terá um redutor de -1 em todos as suas jogadas de dados para situações físicas, incluindo jogadas de FA e FD, bem como testes de qualquer atributo. Por exemplo, um personagem com R2 que coma até chegar a 20 PMs teria um redutor de -2 em todas estas jogadas.
Por fim, um efeito menor dos chocolates é que eles têm propriedades anti-depressivas. Após comer um chocolate, qualquer personagem recebe, durante uma hora, um bônus de +3 em quaisquer testes para resistir efeitos emocionais ou de mudança de humor, incluindo feitiços como O Canto da Sereia e outros efeitos sobrenaturais.
Tipos de Chocolate
Existem ainda diversas variedades de chocolates, que podem possuir efeitos diferentes para os personagens que os comerem. Abaixo estão alguns exemplos, e o mestre pode, é claro, criar outros para a sua campanha.
Chocolate Branco. O chocolate branco é feito com a gordura extraída da semente do cacau, ao invés da semente propriamente dita – por causa disso, muitos se recusam mesmo a considerá-lo um chocolate verdadeiro. Isso dá a ele um gosto mais doce, além da coloração diferente. Em regras, os PMs ganhos com ele não podem ultrapassar o limite normal do personagem, e o bônus para resistir a efeitos emocionais e de mudança de humor é de apenas +1. No entanto, com 1 PE o personagem pode comprar três barras de chocolate branco, ao invés de apenas uma.
Chocolate Dietético. Chocolates dietéticos são feitos de forma a terem um valor calórico reduzido, eliminando ingredientes como açúcares e outros para reduzir os efeitos da obesidade. No entanto, não costumam ter o mesmo sabor de um chocolate tradicional. Em regras, um chocolate dietético não concede bônus para resistir a efeitos emocionais e de mudança de humor; no entanto, ele leva também o dobro do tempo para causar redutores nas jogadas do personagem – ou seja, causa apenas um redutor de -1 a cada 10 PMs além do seu limite normal. O seu custo é de 2 PEs por barra.
Chocolate Meio-Amargo. O chocolate meio-amargo é feito de forma a valorizar o gosto amargo do cacau, diminuindo a concentração de leite condensado e outros ingredientes. Isso aumenta a concentração de cafeína no produto final, e dá a ele, além dos demais efeitos descritos acima, um efeito semelhante ao de uma dose de café: um bônus de +3 em testes para evitar a fadiga e o sono durante uma hora após ser consumido. O seu custo também é de 2 PEs, ao invés de 1.
Chocolate em Pó. O chocolate também pode ser pulverizado para ser depois misturado em outros ingredientes. Cada dose de chocolate em pó custa 1 PE, e, misturado com leite ou outros líquidos, pode ser usado para produzir uma bebida equivalente a uma poção de Magia Menor, gastando um minuto de preparação. No entanto, ele não possui o efeito de permitir os PMs ultrapassarem o limite normal do personagem.
Imagem do único e verdadeiro Willy Wonka do cinema retirada desse site aqui. O resumo histórico foi baseado na página da Wikipedia sobre o assunto mesmo.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Tek disse:

    É um gênio esse garoto.

  2. Raphael disse:

    O.O
    Chocolate!!!!!
    Adoro chocolate!
    Agora posso comer ´´In Game´´
    LOL

  3. Welton disse:

    Burp, fiquei muito chateado com essa “adaptação”. De verdade. Exijo que você peça desculpas a toda comunidade RPGística, 3d&tista e Cholocatística por ela.
    Graças a você, percebi que, se cada barra de chocolate que comi na vida custa 1 PE, era pra hoje eu ser no mínimo um personagem épico, talvez capaz de enfrentar deuses.
    Mas hoje sou só gordo e se minha ficha tiver 1 ponto é muito…
    E não adianta vir com guaraná, porque é chocolate o que eu quero beber.
    Abraço!

  4. Kuro disse:

    “‘Chocolate’!? Did you said, ‘CHOCOLATE’!?”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: