Tormenta 4e: Guia do Jogador de Arton

Acharam, que eu tinha morrido, né? Pois é. Depois de muito tempo longe das postagens e trabalhando duro para terminar a adaptação de Tormenta para Dungeons & Dragons 4ª Edição, finalmente consegui finalizar o Guia do Jogador. De posse dele você terá todo o material básico de regras que precisa para jogar campanhas de Tormenta usando na nova edição do D&D.
Foram adaptadas raças tradicionais de Arton como Goblins, Minotauros e Nagahs; bem como são oferecidas informações para usar em Arton as raças novas do D&D: Draconatos, Eladrins e Tieflings. Além disso, neste livro você encontrará vários talentos, poderes, equipamentos e até mesmo alguns rituais novos, todos criados exclusivamente para campanhas de Tormenta ou adaptados diretamente dos livros lançados para o Sistema d20.
Infelizmente este manual não conta com estatísticas de monstros e NPCs. Mas, agora que finalmente terminei o livro básico, posso começar a despejar estas fichas aqui mesmo na forma de artigos e eventualmente compilar tudo em PDFs suplementares.
Espero que divirtam-se bastante jogando com este manual. E por favor, deixem qualquer crítica ou sugestão nos comentários deste post, ok?
Agora pára de ler isso, baixa o livro e joga logo!
Download: Guia do Jogador de Arton

Você pode gostar...

20 Resultados

  1. urbano disse:

    UAHUAHUAHUAUAHUAHUA
    ótimo

  2. Rogerio Saladino disse:

    Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhh! Meus olhos!!!
    (heheheh)

  3. Shido disse:

    Putaquepariu, CF!
    Os Poderes do Swashbuckler estão MUITO desequilibrados! Onde já se viu um *Utility* de segundo nível causar 4d6+Cha mod. de dano?! Faltou revisão…

    • Tek disse:

      É que tu não viu o Samurai.

      • Shido disse:

        Já consigo até imaginar — poderes de nível intermediário com efeitos do tipo "Sucesso: o alvo é permanente e irrevogavelmente apagado da realidade; Fracasso: o alvo é reduzido a o PV."
        Isso serve apenas para nos mostrar como a 4E é difícil de se trabalhar. O CF deveria largar isso de mão e voltar a trabalhar com a 3.5, que possui um design melhor acabado e é milhões de vezes superior no quesito equilíbrio.

  4. @caioviel disse:

    Nossa, adorei este manual!
    Eu não curti muito a 4E, mas depois dar uma olhada nesta manual fiquei com vontade de jogar… vou ver se eu passo na loja de RPG da qui da minha cidade pra comprar o manual do Jogador.

  5. Armando Bueno disse:

    Muito bom… muito pertinente para o dia!!!

  6. Griffith disse:

    Cara não curti o talento de azgher, mas os servos de keen estão absurdos cara….
    No mais axei o livro excelente…
    ótimo trabalho Parabens!!!
    Aguardando por suplementos

  7. Savage disse:

    Sabia que iam apelar com as Nagahs…

  8. Mamorra disse:

    Finalmente os Minotauros tiveram o que mereciam hehehehehe. Muito bom, quando sai suplementos pra isso? daqui a 1 ano?

  9. Jefferson disse:

    Putz! Massa! Ficou bem legal. Mas o primeiro parágrafo na página 33 saiu com o texto incompleto, ficou confuso. E faltaram os simbiontes, quem sabe num próximo suplemento. 😀

  10. /N2 disse:

    1° de Abril?

  11. /N2 disse:

    Um pouco fraco esse ano.

  12. legal disse:

    Já tava na cara :p
    Mas valeu assim mesmo.

  13. protagonist disse:

    Gostei do texo introdutório do Cassaro admitindo como ele estava enganado com relação à 4ª edição. Ele até disse que ia dar um abraço no Telles XD

  14. marcio disse:

    PUTZ QUE POST GAY
    LOL

  15. Meu caro, essa sua brincadeira quase me matou do coração XD

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: