Devir e suas promessas para 2010

Tem gente que não aprende. Durante a RPGCon a Devir anunciou nove títulos para D&D4 em seis meses. Cumpriu apenas quatro e ficou estigmatizada como a editora que não cumpriu o que prometeu em vez de a editora que lançou quatro títulos em seis meses.
Agora, sem nem mesmo ter cumprido ainda todas as promessas do ano passado, a editora anuncia mais dois lançamentos para março: Livro do Jogador 2 e Livro do Jogador – Raças: Draconatos. A aventura H2: Labirinto da Espiral do Trovão, inicialmente prevista para setembro de 2009, deve sair agora em fevereiro.
A editora paulista também anunciou outros lançamentos para 2010: Guia de Campanha de Forgotten Realms e o Guia do Jogador de Forgotten Realms, previstos para janeiro de 2010 na RPGCon, também vem por aí o Poder Arcano, Poder Divino, Manual dos Monstros 2 e H3: Pirâmide das Sombras, prevista inicialmente para dezembro de 2009.
A Devir falou em prováveis outros títulos a serem anunciados ao longo do ano, mas não vejo porque ter esperanças antes que eles cumpram pelo menos as suas promessas de 2009.
Mas é legal notar que o Otávio aprendeu um pouco com a pernada da RPGCon. Se em julho de 2009 ele mandou uma lista enorme de títulos com meses de lançamento e tudo, agora foi mais comedido. Só dando datas para os lançamentos mais próximos e ainda assim usando palavras mais humildes como “tentaremos trazer tal e tal título em tal mês” em vez de uma linguagem mais firme como a demonstrada na convenção paulista do ano passado.

João Paulo Francisconi

Amante de literatura e boa comida, autor de Cosa Nostra, coautor do Bestiário de Arton e Só Aventuras Volume 3, autor desde 2008 aqui no RPGista. Algumas pessoas me conhecem como Nume.

Você pode gostar...

13 Resultados

  1. Vinicius Zóio disse:

    Livro do Jogador – Raças: Draconatos << É um must have mesmo :). Estave pensando se a Devir ia correr pra trazer esse lançamento que encaixa como uma "luva" pro mercado nacional e pelo o visto eles vão mesmo! ^^

  2. césar/kimble disse:

    Certo, eu concordo que de novo a Devir não cumpriu os prazos e isso é ruim. Mas quatro livros em seis meses e finalmente publicarem todos os básicos da 4e foi uma grande melhoria. A novela das publicações dos 3 básicos se estenderam por um bom tempo e já tinha gente dizendo que nunca iam ser todos traduzidos.
    E a fama de não cumprir prazos não se iniciou depois que o Otávio pegou a linha, isso já veio de vários anos. Concordo em criticar os atrasos, mas vamos lembrar da história da editora um pouco e que as coisas melhoraram MUITO desde que o D&D passou pras mãos do Otávio.

  3. anaobatedor disse:

    O interessante disso tudo é como vai ficar a tradução para o portugues. Eu estou vendo muitas promessas , talvez cumpra ou talvez não , mas fico com a pulga atrás da orelha se a tradução vai ser boa com tanta correria da Devir em querer lançar essa quantidade toda de livros.
    Só o tempo vai nos dizer , esperamos que a tradução de todos esses livros fiquem boas.

  4. É impressão minha ou a Devir abandonou e vez todas as outras linhas? Essas promessas são de editora mesmo ou do braço da editora que cuida de D&D? Se for da editora, da pra crer que as outras foram realmente abandonadas, se for do 'braço' de D&D, é mais compreensível.
    Té mais…

  5. Gounford disse:

    Isso é bem feito para eles, pois, eles foram muito prepotentes no RPGCon, e cada vez mais eles perdem crédito com os RPGistas (se isso ainda existe), a verdade é que a Jambô vem cada vez mais dominando o mercado de RPGs no Brasil, e a Dervir que se cuide.

  6. Mamorra disse:

    O presidente da toda poderosa Devir devia se candidatar a presidente… Vai fazer promessas assim la na casa de …

  7. Lord Anderson disse:

    Putz se depender Zanini só vamos ter lançamento do nwod lá p/ o final do ano, se tivermos.

  8. Cleber disse:

    Façam um cursinho de inglês e pratiquem 😉
    Esperar material em português é pedir esmola
    []'s, Cleber.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: