Luluzinha Teen dá aula de integração de mídias

Inesperada e polêmica, Luluzinha Teen vem dando uma aula para outras publicações do genêro sobre a integração da internet com os quadrinhos impressos.
Embora sites de revistas em quadrinhos não sejam raros no Brasil (ou pelo menos tão comuns quanto os próprios quadrinhos nacionais), a integração da internet com a revista impressa na forma de contar uma história e de dar vida aos personagens é que é original (pelo menos dentro do cenário nacional).
Além do blog da Luluzinha, que substituiu o diário da Luluzinha da série original, cada personagem tem uma conta no Twitter e a série tem uma comunidade oficial no Orkut. Assim, é possível acompanhar uma entrevista no blog que aconteceu nos quadrinhos, um post sobre moda de uma personagem antenada na coisa e ver comentários dos personagens sobre coisas aleatórias no Twitter.
Eu só me pergunto como a Turma da Mônica Jovem, cujo sucesso obviamente inspirou Luluzinha Teen, vai reagir à investida do novo concorrente. Já ouvi falar que o lançamento provocou algumas reações nos Estúdios Maurício de Souza. Resta esperar e ver o que acontece de agora em diante.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Keldorl disse:

    .20?

  2. MikeMwxs disse:

    eh isso ae… eu nao curto, mas nao dah pra negar que qualidade de enfrenta com qualidade!

  3. Elastico Boy disse:

    Opa! Sensacional o post, que nem o post sobre "Alta Armoraria" (foi esclarecedor em alguns pontos para mim). Apesar de não gostar da caracterizção das personagens, vou dar uma chane e observar melhor a revista (ainda não chegou em minha cidade) e percebo que as histórias serão mais concisas com o conteúdo "jovem" do que a concorrente (que peca em muita coisa, na minha opinião). Bom, vou le e depois anlisar como ficou a relação internet+quadrinhos.
    Abraços.

  4. hackbarth disse:

    Na verdade a mônica jovem só deu vexame no seu uso da internet. No seu número zero a Mônica menciona que o cebolinha tem um site, e dá um endereço que já estava registrado, sendo um site de um produtor de som que não tem nada a ver com o Maurício.
    Dá proxima vez, espero que eles registrem um site antes de divulga-lo. Pouca esperança, o Maurício é Jurássico, do tempo do Piteco mesmo. Já viram como é o site do Estúdio Mauricio de Souza? Eu tentei procurar alguma informação sobre os novos personagems (A turma parace já ter uma meia dúzia de novos personagens principais desde que eu parei de ler…) e é impossível de navegar no site.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: