Concurso Alphaversos 2018 #8º – Sertão Nuclear

Avaliação Completa – Sertão Nuclear Presença dos Temas: 8,5 Lancaster: Os temas são Distopia, Construtos e Sobrevivência — e eu senti que se não fossem os construtos, infelizmente mal desenvolvidos e […]

Avaliação Completa – Sertão Nuclear

Presença dos Temas: 8,5

Lancaster: Os temas são Distopia, Construtos e Sobrevivência — e eu senti que se não fossem os construtos, infelizmente mal desenvolvidos e apenas perifericamente integrados no conceito, este poderia ter pontuado mais alto.

BURP: Estão todos lá, embora a parte de construtos pareça mais um adendo do que parte central do cenário.

Oriebir: Distopia e Sobrevivência estão bem representados, Os construtos poderiam ter um papel mais relevante no lore do cenário que os justificasse como tema central (e se os coronéis fossem híbridos de construtos, como uma sub-raça? Ou, e se os jagunços fossem todos construtos irredutíveis, criados com o objetivo de manter a disciplina? Algo nesse sentido, talvez).

Armageddon: Distopia e Sobrevivência estão bem claros. Construtos estão presentes, mas ficaram meio de lado. Talvez outro tema (como disputa de território) deveria ter sido escolhido em vez deste, com os coronéis lutando por recursos e os sobreviventes precisando encontrar e manter os esconderijos.

Uso das Regras: 9,0

Lancaster: As regras estão corretas, baseando-se no livro básico do sistema e sem incorreções — mas “Deve-se acrescentar uma regra para medir a radiação com base em pontos de resistência e outros fatores (Não há muito espaço para explicá-la).” pega muito mal. O leitor não tem poderes mediúnicos para imaginar qual vai ser essa regra. 

BURP: Simples e eficientes, focando-se no que vale ou não para os personagens.

Oriebir: As exigências de regras estão claras e as fichas bem construídas, em pontuações proporcionais ao nível proposto para o cenário. Não era necessário mencionar a intenção de criar uma regra para radiação.

Armageddon: O bonito do 3D&T é que você, de fato, não precisa de muito espaço pra explicar nada. Uma regra simples (talvez uma desvantagem) já comportaria o aspecto de como a radiação interfere no jogo. Porém, não é nada que atrapalhe o todo.

Aspectos Gerais: 9.0

Lancaster: O cenário em si é muito bom — um Nordeste pós-apocalíptico que remete aos piores momentos da região nos anos 30. Mas poderia ter mais desenvolvimento, mesmo como mini-cenário. Embora precise de um pouco mais de trabalho, tem potencial.

BURP: Gostei bastante do tema, mas talvez tenha faltado definir uma linha narrativa mais clara e colocar mais variedade de NPCs e locais a se explorar.

Oriebir: Gostei da ambientação, me deu vontade de jogar e acho que tem potencial. Como sugestão, pode ser interessante explorar possíveis plots exclusivos do cenário, que o diferenciam mais das referências em que foi baseado.

Armageddon: Como já devo ter mencionado em outros cenários do concurso, eu gosto muito de adaptações regionais, e ter a possibilidade de se jogar em um terreno assim mais próximo da gente é sempre muito legal para os jogadores e para o mestre. E esse Brasil tem bastante potencial para crescer muito mais. Fiquei pirando com as possibilidades de como o Sertão lidaria com a migração oriunda de outras regiões, por exemplo.

Nota Final: 8,8

Pages: 1 2

About Edu Guimarães

Mestra RPG desde os 10 anos e nunca mais parou. É nerd, biólogo, Leal e Bom.