Lock and Load: Sobrevivendo ao fim do mundo

Finalmente aconteceu. Sim, o fim do mundo, o Dia Z. E querem saber? Eu estou adorando.

Minha família? Uma parte morreu, outra parte está comigo e a maioria eu não faço a miníma idéia de onde ou como estão. Recebi algumas poucas ligações no celular. Nenhuma boa notícia.

Eu não sei como isso aconteceu, e nem me importo. O Antônio fez parecer lá no seu último post no Pop Dice que tem alguma coisa a ver com aqueles Brasileiros resgatados da faixa de Gaza. O caralho que tem. Ou então não teria chegado até aqui no Sul tão rápido.

Eu não vou dizer como sobrevivi. Inferno, passei os últimos meses publicando artigos dizendo a vocês como sobreviver na eventualidade do dia Z, acham que eu não daria conta? Neste momento estou imprimindo mapas e imagens de satélite que baixei do Google Maps, por isso aproveitei o tempo ao computador para escrever algumas coisas do interesse de vocês.

Estou imprimindo estes mapas porque quero conhecer a região nos minímos detalhes. Morro da Fumaça é pequena e tem muita gente viva comigo e por aí agora, então vamos tentar varrer os mortos-vivos e evitar que mais venham das cidades vizinhas. Se explodirmos algumas pontes e bloquear-mos os lugares certos podemos ter uma chance de criar uma zona de segurança aqui. Eu acredito que vai funcionar. Aliás, isso vai funcionar, porque eu estou no comando e tenho alguns bons rapazes e gurias trabalhando. Então venha para cá, baixe e imprima o mapa até Morro da Fumaça/SC, e se chegar até aqui pode ter certeza que nós vamos mantê-lo vivo.

As pontes vão ser destruídas, então terão que nadar até o outro lado, mas não se preocupem: os zumbis são lentos, afundam feito saco de batatas e sempre são arrastados pela correnteza até o mar, alguns eventualmente conseguem passar mas, mais tarde vamos construir cercas do nosso lado do rio. O importante é evitar a invasão de uma grande horda vinda de Cricíuma. Desde que o rio cumpra esse papel tudo ficará bem por tempo suficiente para nos preparar-mos.

Não sei até quando teremos luz ou internet por aqui, infelizmente não temos nenhuma hidro ou termo-elétrica ao alcance da zona de segurança, apenas subestações. Mas vamos encontrar um gerador e mais tarde um modo de produzir energia elétrica.

Já a internet vai cair em algum momento, tenho certeza. Aconselho vocês à usarem  sabiamente enquanto a possuem. Procurem informações de zonas de segurança como a nossa, manuais de armas de fogo diversas, localização de quartéis e pequenos e grandes supermercados de onde conseguir provisões. Peguem tudo que seja útil e imprimam enquanto podem, informação é a melhor arma para a sobrevivência.

Falando nisso, um briefieng rápido sobre o inimigo: lentos, fedidos e mortos. Todos os que são mordidos ou morrem por qualquer razão se tornam um deles, atirem na cabeça para que morram de vez. Mantenham-se vivos e façam a sua parte, estamos fazendo a nossa aqui.

Ah, antes que eu me esqueça, tudo isso não passou de uma brincadeira, um meme zumbi do Mr. Pop. E agora a infecção do dia Z fica com o CF do Covil, a Elisa do Pensotopia e o Rocha da Área Cinza. 🙂

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

9 Resultados

  1. Ziderich disse:

    Ótimo texto xD! Fiquei pensando se você tinha ficado doidão ou não até ler sobre o meme no final xD.
    Muito instrutivo também. Temos que alertar a população sobre os perigos do dia Z.Qualquer dia as hordas d desmortos irão cair sobre nós e temos que estrar preparados.

  2. Alexandre disse:

    Bom saber que você está vivo em SC. Em Brasília as coisas não estão fáceis… aqui não tem barreiras naturais contra os zumbis.
    Estou tentando contatar o CF pelo celular, sem sucesso. Espero conseguir por meio do Covil.
    Meu celular está com a bateria fraca e está faltando luz por aqui.

  3. Arquimago disse:

    Assim que conseguir chego ai! rsrsrsrsrs

  4. Muito bom!
    Pena que eu não estava mais morando em Curitiba. Se estivesse, não precisava morrer aqui no planalto Central. Bastava tentar chegar a SC!
    Pena que morri!

  5. Gabriel disse:

    aque em oasso do lumiar as coisas num são faseis!
    esta sem luz akii!

  6. Gabriel disse:

    *Paço

  7. Rsemente disse:

    Acho que .20 é o tamanho das balas que voces estão utilizando pra afastar as criaturas! aqui a coisa tá feia, algumas criaturas são lentas, mas outras são quase tão rápidas quantos nossos carros!

  8. Sasquatch disse:

    Pessaol, que bom encontrar mais sobreviventes! Se a invasão já chegou a SC estamos piores do que imaginava.
    Não tenho muito tempo entrem no meu bloq, onde coloquei informações dos acontecidos em Brasília!
    abraços e boa sorte…
    http://ursodocerrado.blogspot.com/

  9. Klann disse:

    che!!! finalmente aconteceu o dia Z!!! sorte q moro em criciuma e conheço um cara q vive em morro da fumaça… mas ainda naum acredito q minha sobrevivencia vai depender do meu professor…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: