Entrevista com Fábio Silva sobre Mundos de Aventura (Fate RPG)

Olá. O Fábio Silva, quem trouxe o Fate RPG ao Brasil junto à Solar, traz os cenários Worlds of Adventure da Evil Hat, Mundos de Aventura em Português, para incrementar […]

Olá. O Fábio Silva, quem trouxe o Fate RPG ao Brasil junto à Solar, traz os cenários Worlds of Adventure da Evil Hat, Mundos de Aventura em Português, para incrementar suas mesas de Fate através de sua editora Pluma Press. Ele respondeu, gentilmente, às perguntas que enviei. Fique com a entrevista com Fábio Silva.

Por que investir nos Mundos de Aventura?

Fábio Silva: Eu sou muito fã do Fate e acho que tanto os Mundos de Aventura como os suplementos que a Evil Hat produz são essenciais para nos ajudar a explorar o potencial do Fate. Cada novo mundo traz regras e ideias interessantes que criam uma experiência única de jogo.

Sempre tive em mente que os Mundos de Aventura seriam meu primeiro investimento para aperfeiçoar e dar suporte ao Fate no Brasil.

Quais títulos foram licenciados pela sua editora, a Pluma Press?

Fábio Silva: Pelas condições da licença, podemos lançar qualquer mundo de aventura que já esteja disponível no DriveThruRPG. É mais uma questão de quais vamos lançar primeiro, mas a intenção é trazer todos.

As obras licenciadas incluem layout e ilustrações ou apenas texto?

Fábio Silva: Quando falei com Fred* fiz questão de dizer que eu gostaria que os Mundos de Aventura fossem exatamente iguais no Brasil, ao que é lançado por eles em inglês. As artes são incríveis, o layout é funcional e isso também agiliza o processo de produção — reduzindo os riscos de atraso.

*Nota do Entrevistador: Fred Hicks é cocriador do Fate original e cofundador da Evil Hat, além de presidente da empresa.

Quais as maiores dificuldades no processo de licenciamento?

Fábio Silva: O custo é o mais complicado. Confesso que estou fazendo isso por ser grande fã do Fate, mas ainda não sei a repercussão e retorno que vou ter do público no Brasil. A licença tem um alto custo, além do processo de pré-produção que inclui tradução, revisão e diagramação.

Também, no Brasil, a pós-produção também é custosa. Eles já serão lançados diretamente no formato impresso, o que eleva os riscos. Demorei para anunciar pois sempre quis dar os primeiros passos com o máximo de riscos reduzidos, mas eles existem. Porém, estou confiante.

Haverá livros impressos ou apenas digitais?

Fábio Silva: No exterior eles são lançados no formato digital e os que fazem mais sucesso a Evil Hat compila em uma publicação impressa. Algumas pessoas chegaram a me perguntar se eu usaria esse formato no Brasil, mas eu não tenha a intenção, ao menos a um primeiro momento.

As pré-vendas são para cobrir os custos de licenciamento, pré e pós-produção. Como no Brasil é difícil incluir uma ferramenta de pagamento Pague o Quanto Quiser em um site próprio, todos os Mundos de Aventura ficarão disponível no formato PDF grátis, PDF+EPUB+MOBI por R$ 10,00 (assim o pessoal pode dar uma força ao nosso trabalho) e formato impresso a R$ 35,00.

Como será o formato dos livros em termos de tamanho e número de páginas?

Fábio Silva: Todos eles serão no formato A5 (15cm por 21cm) e deverão ter entre 45 e 55 páginas. Serão impressos em papel couchê 90gm e capa em papel supremo 250gm, totalmente coloridos. Os custos são altos para manter essa qualidade, mas o Fate merece.

Quais serão os primeiros Mundos de Aventura trabalhados?

Fábio Silva: O primeiro será Mestres de Umdaar. Ainda não tive a oportunidade de jogar todos os Mundos de Aventura (mas o farei em breve) porém, os que já joguei sou grande fã. Também sei do apelo do público. Troquei ideia com alguns membros do grupo Fate Brasil no Facebook e Whatsapp e sei como muitos amam Mestres de Umdaar.

Minha intenção era começar por Nest, pois é meu favorito, mas o Cezar Capacle (que posso afirmar, sem medo de errar, ser o melhor editor e revisor que já tive contato) me convenceu a começar por Mestres de Umdaar. Tenho uma equipe dedicada e eficiente que conta com, além do Cezar, o Tiago Jedson na diagramação (uma máquina no InDesign) e Cassio Rodrigo Cavalcanti (um grande profissional e amigo de longa data aqui de minha cidade) na tradução.

Os próximos deverão ser, não necessariamente nessa ordem: Nest, Boa Vizinhança (Good Neighbors), O Segredo dos Gatos (The Secret of Cats) e Profundezas Obscuras (Deep Dark Blue). Além desses cinco iniciais, ainda estou organizando a lista para 2019.

Há um modelo definido para lançamento, como pré-venda ou financiamento coletivo?

Fábio Silva: Eu organizei inicialmente uma plataforma de financiamento coletivo no próprio site da Pluma Press para realizar as pré-vendas. Isso reduziria o custo de 13% que o Catarse cobra para cerca de 3,98%. Porém, estou consciente que muitos não conhecem a Pluma e que é nosso primeiro investimento, então decidi usar o Catarse, que todos conhecem e confiam, para a pré-venda dos cinco primeiros Mundos de Aventura.

Após isso, se estivermos bem firmados e tivermos um bom retorno do público, as pré-vendas passarão a ser organizadas no próprio site da Pluma Press e isso ajuda nos custos, possibilitando reduzir a meta geral para trazer novos Mundos de Aventura para o Brasil.

Há um cronograma para o lançamento ou alguma expectativa?

Fábio Silva: A ideia é iniciar uma pré-venda usando o Catarse no formato de Campanha Flex todos os meses, iniciando do dia 5 e indo até o dia 25 de cada mês. Cada uma dessas pré-vendas será para um Mundo de Aventura diferente. Porém, se durante a nossa primeira pré-venda os números estiverem indo bem, poderemos estender o prazo para alavancar as vendas iniciais e trazer mais de um Mundo de Aventura em uma única cartada.

Conte sobre o projeto Sagas Fate.

Fábio Silva: Sagas Fate era uma ideia inicialmente para ampliar o projeto Conexão Fate e criar campanhas através de edições das revistinhas. Cada mês sairia uma nova edição com uma aventura que estaria conectada com as anteriores e as próximas a serem lançadas.

Porém, trocando ideia com minha equipe, vimos que há muitos autores nacionais com boas ideias, mas sem ter como colocá-las no mercado. Assim, mudamos o formato para algo como “os mundos de aventura do Brasil”. Nesse caso, cada Saga Fate será um mundo completo de jogo, usando as regras do Fate Básico ou Acelerado, escrito por autores nacionais. Vários deles já foram convidados. Os dois primeiros já anunciados e em produção é Anomaly Squad, do Daniel Tech e Turbo Kill, por Fábio Silva. A ideia é que as pré-vendas desses cenários se deem em paralelo com as dos Mundos de Aventuras, trazendo novas ideias e aventuras empolgantes.

Aproveitando, fale sobre seu jogo Gatos Espaciais e seu andamento.

Fábio Silva: Sobre o Gatos Espaciais, vamos iniciar a pré-venda da versão impressa ainda esse mês. Estamos trabalhando para começar no dia das crianças e ir até o fim de outubro. A ideia é tentar vender 100 livros para conseguir doar o valor de R$ 500,00 para a ONG Pata Voluntária, de Maceió.

O que podemos esperar da Pluma Press para 2018?

Fábio Silva: E sobre o que esperar da Pluma para 2019, além de mais coisas para Fate (incluindo Mundos de Aventura e mais, que estão em negociação nesse momento) vamos expandir a Animalaxia, universo onde se passam as histórias de Gatos Espaciais, e estamos fechando os detalhes da licença de Fall of Magic e Best Friends Forever, dois jogos infanto-juvenis da editora Heart of the Deernicorn. Eu tenho uma boa amizade e relação com Ross Cowman, o autor de ambos os jogos, e estamos encaminhando as coisas para deixar tudo pronto para o próximo ano.

Se quiserem acompanhar todas as novidades do que está por vir, curtam a página e entrem no grupo do Facebook da Pluma Press. Em breve o nosso site estará no ar com todos os detalhes de nossas produções atuais e futuras.


Veja o anúncio oficial sobre Mundos de Aventura na página da Pluma Press no Facebook.

Não deixe de conferir as revistas da Pluma Press no DriveThruRPG (em Inglês). Apoie via Patreon.

Até.

 


Créditos: Imagem retirada e editada de uma postagem da página da Pluma Press no Facebook.

About Jaime Rangel

Jaime "JJ" Rangel é um cara de Duque de Caxias (RJ), franco, tranquilo e desmemoriado. Gosta de levar inquietação às mentes alheias (antes através do Juca's Blog e Roleplayer). Prefere 10 inimigos sinceros a 1 amigo indeciso. Cuidado ao perguntar algo, ele responderá a verdade. E a verdade é sempre mais divertida (pra ele).