Avatar 3D&T – Chegando a Pandora e a RDA

Continuando nossa adaptação de Avatar, de James Cameron, para as nossas mesas de 3D&T, vemos agora o que os humanos tem feito em relação ao imenso mundo de Pandora, como chegarão lá, seus meios de transporte — que mais parecem máquinas de guerra (ou são) e suas intenções. Confira!

É uma longa viagem até Pandora. Mas, a não ser que você seja um membro da tripulação da nave estelar, essa modorrenta jornada não parecerá muito diferente de um voo transcontinental noturno do início do século 21 – apenas uma longa noite de sono.

Isso porque oos passageiros voam em um estado chamado criossomo. É uma forma de hibernação induzida pela baixa temperatura. Com a redução drástica do metabolismo do corpo, é possível passar meses dormindo, sem comer e consumindo pouquíssimo ar. É o que torna a viagem possível.

Mas não só isso. Uma série de tecnologias impressionantes precisou ser incorporada às naves estelares para permitir essa jornada gigante. Conheça agora o veículo que poderá levá-lo a Pandora.

ISV Venture Star

A sigla ISV significa Veículo Interestelar, em inglês. E a Venture Star é a mais famosa dessas naves – são 10 ao todo – que a RDA usa para fazer a exploração de Pandora. Elas levam passageiros a Alfa Centauri e trazem de volta à Terra o produto da mineração de unobtanium.

Nossa "pequena" Venture Star

Existem duas formas de propulsão a bordo. Uma delas é uma gigantesca vela que coleta a luz vinda de um laser superpoderoso emitido do sistema solar. Como um veleiro espacial, ela é propelida à frente pela energia das partículas luminosas. Leva meses para acelerá-la à velocidade de cruzeiro, mas o resultado final, quando ela é atingida, está além de qualquer foguete tradicional.

Para manobras que não podem ser feitas com o auxílio da vela solar, a neve tem um sistema de propulsão misto que usa fusão nuclear (o mesmo método que dá energia às estrelas) e colisão de partículas de matéria e antimatéria.

As naves interestelares podem atingir 90% da velocidade da luz. Isso faz uma viagem até Alfa Centauri durar pouco menos de 6 anos. Mas só para quem está na Terra. A bordo do veículo, por causa dos efeitos ligados à Teoria da Relatividade, passam-se apenas pouco mais de dois anos. Quem os sente são os 4 tripulantes que operam a nave. Os passageiros, em criossono, nem sequer percebem do tempo.

ISV Venture Star
Escala: Kiodai
F0, H3, R4, A4, PdF1. Voo, Aceleração.

Ônibus Espaciais Valkyrie

As naves estelares nunca pousam em solo. Para fazer a transferência de carga, pessoal e equipamento, são usados os veículos transatmosféricos Valkyrie. São naves com asas em formato de delta que têm autonomia de até 2 mil quilômetros na atmosfera de Pandora. Elas levam os passageiros da nave estelar até o Portal do Inferno, base de operações da RDA em solo pandorano. Cada nave estelar é equipada com dos Valkyries.

Valkyrie
Escala: Sugoi
F0, H1, R2, A1, PdF2. Voo e Aceleração.

Veículos de Uso Local
Como se locomover em segurança

Uma vez em Pandora, uma série de máquinas de transporte auxilia nas tarefas das equipes da RDA, empresa que faz a exploração daquele mundo. Elas foram projetadas para dar a maior mobilidade possível em meio às perigosas florestas tropicais pandorianas.

AMP

O traje denominado AMP (sigla inglesa para Plataforma de Mobilidade Amplificada) consiste basicamente um poderoso exoesqueleto que é controlado de dentro de um cockpit por um ser humano. Seu usuário pode usar seus braços e pernas de forma que o movimento é transferido à máquina. A AMP ajuda a proteger seu ocupante não só de animais ameaçadores como também do próprio ar venenoso de Pandora. Seus usos principais são a defesa da base e patrulhas.

AMP
F1(corte), H0, R4, A3, PdF3(perfuração/fogo). Armadura Extra (Perfuração).

Samson

É um veículo utilitário que tem uso semelhante ao de um helicóptero do início do século 21. Dois rotores, um de cada logo, dão voo à máquina. Diversos Samsons estão à disposição da RDA em Pandora, e são eles que executam a maior parte do trabalho, levando cientistas a locais remotos e transportando minério. O Samson não têm muito poder de fogo: conta só com metralhadoras montadas nas portas da área traseira e um lançador de mísseis. Suas principais qualidades são a velocidade e a capacidade de manobra.

Samson
F0, H0, R2, A2, PdF1. Voo e Levitação.

Dragon

Um veículo de 4 rotores com função de transporte pesado, dotado também de artilharia pesada. Esta aeronave é bem mais lenta e menos manobrável que o Samson, mas com seu vasto arsenal é o veículo mais poderoso da RDA em Pandora. O veículo conta com uma grande variedade de rifles automáticos, mísseis e foguetes incendiários.

Dragon
F0, H0, R4, A3, PdF3. Voo, Levitação e Armadura Extra (Perfuração).

Scorpion

Este veículo é basicamente um Samson com dentes afiados. Equipado com dois rotores, tem excelente manobrabilidade e atinge grandes velocidades. Embora não possua as metralhadoras de porta e a área de carga de Samson, ele compensa isso com um imenso poder de fogo frontal. Diversos lançadores de mísseis dão grande força destrutiva ao veículo.

Scorpion
F0, H0, R3, A2, PdF2. Voo, Levitação e Armadura Extra (Perfuração).

***

Bom pessoal. E aí? Estão gostando? Então. No próximo, que acredito que seja o último, trarei dicas de como narrar uma aventura no universo de Avatar, de James Cameron e mais sobre o projeto Avatar, que tem mais a ver com o assunto proposto.

Até mais!

Sobre Fellipe Soares

Formando em Sistemas da Informação e curioso da internet nas horas vagas, Fellipe veio da fusão com o Defensores de Tóquio e claro, curte 3D&T Alpha. Também costuma se aventurar pelas terras de Westeros quando nenhum robô gigante ataca Mega City.