Relatos sobre Necromancia

Necromancia é arte de manipular as forças da vida, morte e dos mortos-vivos. Seduzindo estudiosos com a busca pela imortalidade ou encantos que erguem exércitos com um simples gesto. O […]

Necromancia é arte de manipular as forças da vida, morte e dos mortos-vivos. Seduzindo estudiosos com a busca pela imortalidade ou encantos que erguem exércitos com um simples gesto. O seu estudo se divide em três caminhos principais: do cavaleiro da morte, do devorador de almas e do senhor dos mortos-vivos.

●    Cavaleiro da morte

Necromancia 1

Às artes necromânticas do cavaleiro da morte se concentram em fortalecer o seu corpo, adquirindo a força, às imunidades e a resiliência dos mortos-vivos. Runas antigas são encravadas nos seus corpos, armas e armaduras, fornecendo a base do seu poder. A imortalidade pode ser alcançada por este caminho, através de um corpo atemporal.

●    Devorador de almas

O devorador de almas estuda as almas, espíritos e o fluxo da energia vital. Eles são capazes de tecer maldições, roubar ou transferir forças vitais ou manipular diretamente os espíritos. A juventude eterna pode ser alcançada através deste caminho, mas os verdadeiros mestres desta trilha preferem roubar os corpos e a vida de outros.    

●    Senhor dos mortos-vivos

O necromante dos contos de fada, capaz de levantar cadáveres como leais mortos-vivos e controlar legiões destas criaturas. O seu poder deriva da horda que o serve, não sendo raro tomarem um vilarejo para garantir o seu estoque de corpos. A transformação em um morto-vivo completo é a evolução natural deste caminho.

Decadência moral

Necromancia 2

O estudo da necromancia se opõe a empatia que todo ser vivo possui. A cada experimento, runa inscrita ou morto-vivo criado, o necromante perde um pouco de si mesmo. Em alguns casos, a queda acontece de maneira abrupta, enquanto em outros ocorre lentamente. Entretanto, a verdade inexorável é que todo o poder tem preço e na necromancia este é a moralidade.

Loucura

Necromancia 3

A espiral descendente da perda da moralidade é sempre acompanhada pela loucura, ou melhor, pelo advento de distúrbios. Uma paranoia constante, uma fúria incontrolável, risadas desconexas ou a necessidade de revelar os seus planos para os heróis, são mudanças comuns nos estudiosos da necromancia. Um modo de suas mentes se adaptarem a falta de um compasso moral.

Vigor da morte

Um traço em comum a todos os necromantes é seu o reduzido vigor físico. Em um primeiro momento, se tem a impressão de que manipular às artes necromânticas cobra o seu preço. Entretanto a verdade é completamente o oposto, pois quanto maior a vitalidade da pessoa mais inapta ela é para aprender e dominar a necromancia.

Palavras finais

Bem, espero que estas poucas palavras sobre a nefasta necromancia lhe sejam úteis. Eu só lhes peço que não as tomem como verdades absolutas ou como mentiras descabidas. Afinal, estes relatos foram obtidos dos sobreviventes de uma cabala de necromantes, após longos dias de interrogatórios e torturas.

Imagens de Dark Ritual, Rift Necromancer Tank Minions, Haunted Ruins, Mother of Flesh são propriedade de Art of Ty.

About Cavaleiro Morto

Mestre de RPG eclético, fã tanto de fantasia medieval como de RPGs Eletrônicos das antigas, e que tem o hábito de levar os seus jogadores a uma TPK.