Reprap: Imprimindo o seu RPG em 3D

Uma das coisas mais bacanas no jogo de RPG, na minha opinião, é o uso de miniaturas. Eu sempre tive ideias de cenários e de construção de props mas sempre caia no mesmo problema. Como produzir essa ideia?
Portas, paredes, tabuleiros, tesouros… já fiz vários projetos que nunca nasceram porque não sabia como tirá-los do papel.
Há alguns anos atrás, eu comecei a acompanhar com uma certa distância o desenvolvimento de impressoras 3D caseiras.
O tempo foi passando e, no início desse ano, percebi que a tecnologia chegou a um estágio viável para o uso pessoal e, ao mesmo tempo, com um nível de acabamento de peças interessante.
Em janeiro, resolvi iniciar a construção da minha própria impressora 3D e, desde então, tenho estudado e dedicado boa parte do meu tempo (e dinheiro de quadrinhos) para a compra de material com o único fim de montar a minha impressora.
Se você ficou curioso ou também quer montar uma, a INFO deste mês trouxe uma matéria sobre as Repraps (self replicating machines). De forma curta e grossa, são máquinas que visam a habilidade de se autoreplicarem (mas para isso ainda falta) e funcionam, na sua maior parte, depositando camadas de matéria (normalmente plástico) umas sobre as outras, em fatias, até terminarem de criar um objeto por deposição de material.
Se você quer mais informação, a wiki está repleta delas e é excelente.
Minha jornada começou na wiki, no blog desse grupo de estudos (que tem uma lista de discussão muito boa), no blog do Alain e no blog do Antonio.
Na verdade, esse post aqui foi o determinante que me fez tomar a decisão de montar uma impressora 3D (nele o autor anuncia que chegou a imprimir com camadas de plástico com 0,1mm de espessura).

Antônio este Yoda imprimiu.


Foram 2 meses de leitura até eu escolher o modelo que eu iria montar. Muita leitura (sim, existem VÁRIOS modelos possíveis de serem montados e este número é crescente).
Meu filtro me levou a optar entre 3 modelos.
Prusa Mendel: A mais barata de todas é o modelo mais montado no Brasil. Ela tem uma relação custo x benefício excelente, mas não consegui levar para casa. Sua estrutura enxuta (pra não dizer horripilante) assustou minha esposa e, com certeza, sua eletrônica e motores a mostra não farão sucesso com 2 gatos e um bebê em casa.

Makerbot: O pessoal da Makerbot é muito simpático (tipo a galera da Red Box e da Secular, sabe?). Eles fizeram esse projeto e conseguiram montar uma comunidade bacana ao redor do produto, o que gera um bom suporte. Também tem uma lojinha relativamente completa para a compra de peças sobresalentes e acessórios. O manual online de montagem é bem completo e didático. Além disso, o projeto da época (os caras já lançaram um novo produto nesses 8 meses, e descontinuaram o antigo) tinha a forma de uma caixa, o que me é muito mais atraente que a apresentaçao da Prusa Mendel. No entanto, parte do mecanismo e eletrônica ainda era meio exposto e isso me incomodava.

Ultimaker: Esse é o projeto que eu escolhi para montar. Tido na comunidade como a impressora capaz de imprimir com maior resolução (e esse é o meu objetivo, já que estamos falando de impressão de miniaturas aqui). Além disso, o fato de possuir o mecanismo completamente dentro da caixa foi o que me ganhou definitivamente (já falei que estou com 2 gatos e um bebê em casa, né?). Como desvantagem (e só agora sei disso) estão o manual de montagem com vários erros (alguns bem grosseiros), a lojinha de material meia boca (você precisa digitar no campo de busca o que deseja, porque a loja não te oferece de cara nada), várias peças  feitas sob medida (o que torna o projeto meio caro). Mesmo assim, é uma das impressoras com maior mesa de impressão (o que a faz ser capaz de imprimir objetos maiores) e também, diacho, é elegante pacas.

A maor parte das peças chegou e já iniciei a montagem. Muito em breve postarei novas infos à respeito.
 

Você pode gostar...

16 Resultados

  1. Bob Nerd disse:

    Caramba, acho que parei no tempo e só percebi agora. Nunca imaginei que essa época já tivesse chegado. Não só é possível ter sua impressora 3D pessoal, como é possível montar a sua em casa. Embora penso que talvez seja necessário bastante conhecimento em eletrônica para conseguir montar essa belezinha. Agora o material que é usado para impressão, onde que você consegue? Só na web, como as outras peças?

  2. Alexandre disse:

    Eu sou designer e não entendo absolutamente NADA de eletrônica e estou caminhando. XD
    Com a boa vontade da lista de discussão, vou aprendendo aos poucos.
    O material pode ser dividido em ferragens (que podem ser compradas aqui no BR), a eletrônica (idem, mas é mais barata lá fora), material de impressão (tem lá fora e está em testes de produção no BR), e alguns detalhes que podem ser comprados ou até mesmo feitos a mão (aí tem que curtir furar, lixar, serrar, etc XD).

  3. Armageddon disse:

    Eu fiquei maluco quando vi isso ai também… estou esperando as próximas matérias do Alexandre \o\

  4. Felipe disse:

    Alexandre, alguma novidade com os cortes a laser? quanto a qualidade do pedido? ta faltando muita coisa pra concluir??abraços!

    • Alexandre disse:

      Oi, Felipe!
      Deculpe, mas não entendi a pergunta…
      Como assim “novidades com os cortes a laser”? “Qualidade do pedido”?

      • hackbarth disse:

        Acho que ele está falando de Selective Laser Sintering. As patentes vão expirar daqui a pouco, mas ainda assim não é uma tecnologia que vai estar nas mãos de hobbystas.
        Mas espere uma proliferação de maquinas comerciais mais caras mas com muito mais resolução em algums anos.

  5. João Luis disse:

    Olá, Alexandre.
    Sou novo no site e fiquei fascinado com essa matéria!
    Tu poderia dar uma leve idéia do custo dos modelos citados?
    Muito obrigado.

    • Alexandre disse:

      Cara, varia muito com os fornecedores, bem como os materiais que você usar.
      A Prusa Mendel é a mais em conte, e deve sair por uns R$1500.
      As demais, por uns R$2500.
      É meio caro, mas são poucos os que compram tudo de uma vez. Eu comecei a comprar as coisas em março e ainda não terminei!! XD

  6. silvio luiz afonso disse:

    e quanto pagaria de imposto de importação sobre o quite de $ 1.194,00 ? teria como usar 2 cabeças de impressão ?

  7. Paulo Rodrigo disse:

    conseguiu montar?

  8. hackbarth disse:

    Estava esperando esse artigo já faz um tempão!
    Assim que conseguires, tens que mostrar umas peças que tu mesmo tenha impresso. Mesmo que ainda não tenha resolução suficiente para personagens, quem sabe umas peças de cenário?

    • Alexandre disse:

      Fiz a impressora exatamente pelas peças de cenário. Miniaturas, só se forem com escala maior que o padrão de RPG.
      Acho que vou fazer um vídeo mostrando a impressora, e alguns problemas que tive na montagem.
      O famoso apito, que até apareceu no Big Bang Theory, já imprimi. 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: