Guia de Campanha de Forgotten lançado. Você só não ficou sabendo

Na topada de prateleira mais próxima de você.


Numa jogada espetacular de não-marketing, a Devir conseguiu lançar um livro para o mercado sem avisar ninguém. Nem mesmo no site oficial de D&D no Brasil consta o lançamento do Guia de Campanha de Forgotten Realms. Apesar disto, a Arkanun acaba de mandar um newsletter para os cadastrados no site da loja com um link de compra do livro com entrega imediata. Ou seja, o livro já foi lançado e está em nas livrarias por aí, mas você só não vai ficar sabendo até acidentalmente topar com a prateleira e ele cair na sua cabeça.
Depois de uma investida no ano passado durante o lançamento de GURPS 4e que trouxe a esperança da editora estar agora prestando mais atenção em sua relação com os leitores através da internet, parece que resolveram esquecer completamente disto. Bola (muito) fora.

Um mundo inteiro para as suas aventuras!

Seja bem vindo a Faerûn, uma terra de magias fantásticas, monstros terríveis, ruínas antigas e maravilhas secretas. O mundo mudou desde a Praga Mágica e desse martírio arcano nasceram reinos brilhantes, impérios tirânicos, heróis poderosos e masmorras infestadas de monstros.

O Guia de Campanha de Forgotten Realms apresenta um mundo de histórias a serem contadas, uma terra de milhares de lendas moldadas por aventureiros como o reino jamais viu. Use esse suplemento para criar uma campanha de Forgotten Realms ou para adicionar novos elementos em qualquer partida de D&D.

O livro fornece informações de pano de fundo sobre os reinos de Faerûn, uma vila inteiramente detalhada ótima para iniciar sua campanha, ganchos de aventura, novos monstros, personagens do Mestre prontos para jogar e um grande mapa pôster colorido de Faerûn.

Prepare-se, e parta para uma nova jornada!

O Guia de Campanha de Forgotten Realms é um livro capa-dura com 288 páginas coloridas e um mapa colorido de Faêrun, tudo por R$ 104,50. (Yeap, é bom carregar bastante dinheiro antes de topar com uma prateleira por aí).

Você pode gostar...

33 Resultados

  1. Tek disse:

    Eles tavam indo tão bem desde aquela caça ao tesouro do GURPS…

  2. Talude disse:

    Pois é, eu recebi esse e-mail. No site da Devir.net parece não ter nada, só ol Escudo do Mago que também foi lançado essa semana.

  3. Eduardo disse:

    Boa Devir é assim que se trata os clientes!… surpresa! olho o livro e também o preço 🙂

  4. Griffith disse:

    Em tempos de Aliança Negra e Valkaria Cidade sob a Deusa, por 30 pilas + ou -, a Devir nos vem com uma peste de livro de 105 paus, é por isso q não anunciaram nada….
    Cara é opinião minha mas essa devir só traz desgosto ao mercado nacional, devia investir em outra coisa, ainda mais agora em épocas de Jambo e Retropunk…
    ¬_¬

    • Johnny Trovoada disse:

      "Peste de livro de 150 paus" – não esquece que é uma MERDA de livro, destruindo o cenário de RPG de fantasia mais querido do mundo por duas décadas… Com um sistema de regras igualmente de MERDA. Se feder, bem, você compra apenas merda, mesmo!

  5. malkavfelipe disse:

    Rapaz, axo q não divulgaram por vergonha do preço 😛
    Mas igual não jogo 4E mesmo (e nem no cenario de Forgotten Realms)
    Mas pra quem gosta…. pode começar a economizar!

  6. Red Dragon disse:

    Rapaz!! A Devir é boa no que faz….ou seja, NADA!

  7. scarab disse:

    Detalhe ainda vem com erros de tradução gratis !!!!

  8. Wallace disse:

    Cara, que saco isso de nego reclamar do preço.
    Não quer comprar, não compra. Mas dizer que não compra porque está caro é piada.
    Toda vez é a mesma coisa: Livro de capa dura, todo colorido e nego quer comparar com livro de capa mole e preto e branco.
    Faz o seguinte: Não compra e continua adquirindo o que cabe no seu bolso.
    Mas o livro não está caro, você é que não pode pagar. 😛

    • Pablo disse:

      Cara sinceramente com esse dinheiro, vc importa o Rokugan 4ed q é tdo colorido, tem acabamento mais sofisticado e belo e não possui apenas 288 pgs, e sim 430!!! Não é questão de bolso e sim de compensação, se alguém gosta de RPG deve estar disposto a gastar, e por mais que prefira livros baratos todos temos livros mais caros tbm, em nossas estantes…
      No mais o forgotten de AD&D é excelente, o do 3.x tbm é mto bom e bem organizado, agora o da 4ed é podre, enfiaram os "draconatos" no meio e fico um lixo, com um monte de raça q nunca tiveram nada a ver com a parada totalmente forçado ¬¬

    • Griffith disse:

      Olha não é questão de preço, pq quem é rpgista sabe do gasto que o hobbie exige, no mais acredito que todos nós temos livros caros e baratos em nossas estantes….
      Agora um livro colorido de 288 pags por 105 é caro, com esse dinheiro vc importa um Rokugan 4ed, que tbm é todo colorido, o acabamento é mais refinado (com folhas imitando papel de arroz, e titulos imitando caligrafia com tinta nanquim), e o livro ainda possui 430 pags, e não miseras 288…

    • Leo disse:

      Concordo!!!
      obs: fiquei sabendo do lançamento pelo twitter, e tb q agora vem o "red box".

  9. Jagunço disse:

    A falta de marketing só prova que a editora não é e nem nunca será uma editora de RPG. É uma editora de outras coisas que publica RPG.
    Agora, sobre o preço, tenho que concordar com o Wallace. Sem entrar no mérito da qualidade do cenário na nova edição, o fato é que é um livro colorido, de ótima qualidade gráfica e parte de um sistema de RPG que REALMENTE funciona!
    (Ah, eu não resisti!).

  10. Tek disse:

    "É óbvio que importação é mais barato que tradução.. óbvio! "
    Não sei se é tão óbvio assim não. Tu chegou a fazer os cálculos ou o comentário foi só no calor da empolgação mesmo?

    • dephlas disse:

      Opa,
      Cara, não foi pela empolgação do momento. Isso é pura matemática. O cara cria um produto e coloca um preço X por ele. Pra importar (de qualquer país que seja), o preço final será X + valor da importação. Quando uma editora de outro país resolve traduzir o produto, o preço final será X (ou mais) + direitos + serviço de tradução + serviço de re-diagramação + logística de distribuição + marketing (ok, nesse caso isso não conta, hehehe).. enfim, sempre será maior do que o preço do original, principalmente nos dias atuais, que o frete internacional não é tão caro assim.
      Saca os cálculos: na Amazon, FR Campaing Guide 4th – $26.37 + $9.98 (Frete pra Natal-RN) = $36.35 (US Dollars). Convertendo pro real, na cotação de hoje (1.65), dá menos que 60,00 reais. Isso é quase metade do preço!
      Repito: comparar preço de produto traduzido com importação de original, é lasca.
      Isso não quer dizer, necessariamente, que o produto não esteja caro. Talvez poderia ser mais barato (embora nunca mais do que simples importação), mas isso é outra história. Como já disseram (e só não disse anrtes também pra não ser repetitivo, mas vai..): outro público, outra proposta, outro produto, outra editora, etc, etc, etc.
      Por fim (já que estou sendo repetitivo mesmo): po.. não quer, não compra. Ou compra o original, em inglês, se tá achando a tradução cara.
      Quer reclamar? reclama. Isso é bom pra pressionar e melhorar (teoricamente) as editoras e o mercado nacional. Mas, vamos reclamar direito, usando os argumentos coerentes e cabíveis né (como, por exemplo, pedir que seja mais barato, pois a Devir não gastou nada com marketing).
      Abraço.

      • Tek disse:

        Teu argumento da importação estaria certo SE livros pagassem imposto.
        Retirado do site da Receita Federal ( http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/rts.htm ): livros, jornais e periódicos impressos em papel não pagam impostos (art. 150, VI, "d", da Constituição Federal);
        Agora se RPG é taxado corretamente como livro ou não é outro problema, que não cabe a mim resolver. O que está bem claro pra mim da lei é que livro não paga imposto, e no meu entendimento se está pagando tem alguma coisa errada.
        Eu mesmo já importei muito livro via Amazon e nunca paguei imposto, somente o frete.

        • dephlas disse:

          Cara, em nenhum momento eu Inclui impostos no calculo.. Da uma lida direitinho que tu vê. Quando eu mencionei valor da importação eu me referia ao frete…
          Mas deixa quieto, eu também não quis gerar nenhuma polêmica não.
          Abraço.

          • Tek disse:

            Sem problemas cara, eu mesmo estou achando a discussão interessante. Bem diferente de algumas que rolam por aqui, onde o pessoal não sabe argumentar.
            Mas tem de lembrar que importação e frete são coisas diferentes. O frete é o preço que você paga ao vendedor para cobrir o custo de transporte do produto do estoque para sua casa. Quando você transporta um produto do exterior para o Brasil (por exemplo, um aparelho eletrônico GPS) ainda está sujeito a pagar, além do frete para o vendedor, o imposto para os cofres públicos do governo.

          • chikago666 disse:

            Não vamos esquecer que livro de RPG -PODE SIM- ter inclusão de imposto. Justamente por ser "Jogo de RPG". e jogo paga imposto. Tudo depende do funcionário que tu pegar na hora e do fornecedor. Normalmente Amazon passa reto, mas já houve casos de cobrança.

  11. Léo disse:

    Q drama!
    Por um acaso alguéma ai se acha obrigado a comprar o livro?
    Não tentem comparar uma coisa com a outra, D&D 4E é para um público o Tormenta é para outro… simples né

  12. Vinicius Zóio disse:

    Bah, FR 4 é full of epic fail. Deviam ter lançado Eberron 4 ou Dark Sun 4, valem muuuuuito mais a pena que o novo FR. Embora não necessariamente isso quer dizer que não jogaria/mestraria o novo FR :).

  13. Puppet disse:

    Não entenderam a promoção. Já que se trata de Reinos Esquecidos, esqueceram de divulgar. xD
    R$ 105,00 é um valor alto, 31% mais caro que o Livro do Jogador que possui o mesmo formato, exceto pelo mapa A3. A mancada da Devir foi não apostar no Eberron, que ao contrário do FR foi aclamado na sua adaptação para a nova edição.
    Agora uma coisa é preciso dizer, muita gente tá chorando em FR por causa da morte dos NPCs, essa não é a primeira vez que uma catástrofe transforma completamente Faerun. Já está passando da hora da era Elmister, Drizz e Cia acabar para uma nova era surgir.

    • Tek disse:

      Eu sempre vi FR como um outro patamar, um cenário que já vinha há décadas sendo publicado no país e que já foi base para jogos eletrônicos e BEM diferente do gosto do jogador de Tormenta, por exemplo. Também acho que na 4e a aposta de cenário deveria ter sido Eberron, pra mim ele tem potencial de concorrer diretamente com Tormenta no seu segmento.

  14. Tek disse:

    A gente até tem uma parceria com a Devir (tanto que rotacionamos o banner deles em todas as páginas), mas desde o GURPS ela não tem entrado em contato.
    Imagino que nossos colegas de outros blogs também têm alguma parceria, imagino que eles também não estejam recebendo nada, alguém confirma?

  15. Puppet disse:

    Mas antes do Dark Sun tem que vir o LdJ3.
    Afinal o número de personagens psiônicos é um dos grandes diferenciais desse cenário.

  16. Tek disse:

    A primeira conexão eu fiz que é o fato de ambos serem cenários "novos" em relação a outros como FR, DL etc.
    Outro ponto de comparação é que FR pra mim tem uma carga de informações muito grande, visto que existe há décadas. Essa carga não é tão grande em cenários como Eberron e Tormenta.

    • césar/kimble disse:

      Puxando lá do twitter, só pra complementar o raciocínio:
      Eberron = cenário escrito de uma vez.
      FR = Vários submódulos unidos. Submódulos = minicenários, ambientações, etc.
      DL = romance + aventuras. Sendo que os romances tem bastante influência no desenvolvimento do cenário.
      Tormenta acaba ficando mais entre FR e DL, pela história da forma como foi criado e como é desenvolvido. E isso não é uma crítica, afinal, DL e FR são cenários clássicos e amados por muitos fãs.

  17. @Allandarus disse:

    É, vou pesar na balança um importado e o traduzido, em custo-beneficio. Vou baixar o pdr em inglês e dar uma lida, ver se é válido o preço.
    Nota: Poderia haver sempre umas páginas "Demos", nos sites das editoras…mesmo que para somente leitura online em pdf, sem opção de salvar…Mas era uma boa para uma rápida avaliação no materia…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: