Saindo de férias

Existem ocasiões nesta vida em que você realmente descobre que precisa sair de férias do mundo. Talvez vocês entendam melhor se descrever aqui o resultado do último domingo na minha vida.
Começando pelo começo. Madrugada de sábado para domingo, festa de formatura rolando, meu ingresso comprado e guardado no bolso. Só preciso tomar um banho e me arrumar pra festança. O chuveiro, novo, queima. Comigo cheirando a fumaça e todo sujo do trabalho, fiquei em casa, lamentando os 20 reais perdidos no indispensável da festa e as gatinhas de 17 e 18 anos que não poderiam contar com minha amável presença.
No dia seguinte acordo com a ligação chorosa da minha mãe, que brigou com meu cunhado e por isso ele estava indo embora e levando minha irmã e sobrinha para longe. Perdi todo o meu domingo nesta divergência familiar. E por isso também perdi o amigo secreto do meu grupo de RPG de domingo. Onde, por sinal, a garota mais bonita havia me tirado.
E durante a noite, no trabalho, um projeto de galã de novela das oito, talvez inseguro por lhe faltar centímetros em certo órgão masculino importante, resolve falar mal de mim pelas costas para uma garota que está a fim de mim (e não dele, sacrilégio, né?).
Para completar o dia de merda minha avó paterna morre e eu perco o enterro porque a bateria da porcaria do celular descarregou. Eu gostava da minha avó.
Então, meus amigos, acho que vocês compreendem quando eu digo que preciso de férias urgentes. Na verdade, vou pegar férias do mundo mesmo. Largar o emprego, vender minha moto, viajar para algum lugar distante. Não sei. Preciso de dias melhores. Nos vemos depois deles.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. Tek disse:

    Se precisar, sabe como e onde me encontrar. Boa sorte aí, vou tentar manter aqui da melhor maneira que puder.

  2. Melgalian disse:

    Força. Melhoras. E até a volta.

  3. Mamorra disse:

    Caraca, Nume… esse dia foi pior que os meus… que Urucubaca
    Boa sorte e boas ferias

  4. Keldorl disse:

    Que isso velho! Tá mais azarado que eu. Isso só pode ser encosto!!
    Foi mal.
    Que dias melhores venham para você em 2010.

  5. Talude disse:

    Dê tempo ao tempo, Nume, você precisa.
    Quando minha bisavó querida morreu, eu nem fui no velório/enterro, não queria olhar para ela assim, mas fiquei extremamente triste em casa.

  6. MalkavFelipe disse:

    Poxa…. pelo visto não é só comigo que esse fim de ano ta sendo um INFERNO!!
    Nume, vai la cara….. descança e volte com força recuperada….agente espera -_-
    E que esse maldito ano loco acabe logo >.<

  7. Putz, Nume, fico triste por ti. Que merda tudo isso que aconteceu. Tira umas férias, mesmo, vai esparecer. Não vende a moto nem larga o emprego pra não se arrepender depois. Se tu queres mesmo recomeçar "from the basics", te aconselho a um "fresh start" completo: deixa na tua vida só o que é mais importante, aquilo que te caracteriza enquanto pessoa. Mas sem loucuras. E toca a partir daí.

  8. Gil disse:

    Sinto pelo seu fim de semana.
    Essas coisas as vezes acontecem (dificilmente nessa sequência, mas acontecem).
    Curte tuas férias, mas segue o conselho do Gustavo Brauner. Afinal, nem tudo da tua vida antiga é ruim.
    Tire suas férias, se afaste e veja tudo por um novo angulo. Quando voltar, enfoque-se naquilo que você considera o melhor da sua vida.
    Acho que só.
    Melhoras.

  9. Dan Ramos disse:

    Poxa Nume, do alto do meu desemprego e quase luz cortada sei exatamente como você está se sentindo. Mas sei lá cara, tenha esperança e segure as pontas que as melhoras aparecem. No meu caso as coisas estão começando a dar sinal de que vão melhorar, tenho certeza que se você der uma espairecida e não deixar a peteca cair a maré de azar vai desistindo de vc.

  10. volz disse:

    meus pesames pela sua avó

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: