Kobold Quarterly ignorando a GSL?

A décima primeira edição da Kobold Quarterly como sempre me chamou a atenção pelo conteúdo mas, o motivo deste post não é a qualidade da revista. Primeiro convém explicar que a GSL tecnicamente proíbe que uma mesma publicação utilize ambas as licenças da 3E/OGL e da 4E/GSL. Simples assim.
Então, uai, porque a Kobold Quarterly tem material para ambos os sistemas? Não é como se fosse a primeira vez que a GSL foi ignorada. E provavelmente não será a primeira vez que a Wizards of the Coast irá ignorar isto. Será que algum dia no Brasil alguém vai ter culhões de mandar a GSL pastar como acontece nos EUA?

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Filipi disse:

    Se alguem vai ter culhões de mandar a GSL ir pastar e ter o risco de ser processado pelos Magos da Costa? Acho que não…

  2. Pablo Urpia disse:

    Meu nobre amigo, existe sim viu e já faz mais ou menos isso há um bocadinho de tempo.
    A Daemon e Del Debbio já fazem isso e não é de hoje.

  3. Urathander disse:

    Na verdade acho que a a revisão da GSL acabou com essa exigência não foi não? Além disso, pelo que entendi na época, não é que uma publicação não possa usar ambas as versões do sistema, mas que um determinada linha não possa subsistir com a OGL E adaptar o material para a GSL. Tem diferença.
    Mais detalhes na matéria do Área Cinza: http://www.areacinza.org/2009/03/sai-a-versao-rev

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: