Tormenta Pathfinder: preview da arte

Já que o Cassaro puxou o assunto de ilustrações vindouras para Tormenta, aproveito a deixa para evocar um assunto semelhante, ainda que em outra esfera — a não-oficial. Quem acompanha o blogue deve saber que o Adão está adaptando CdPs de Tormenta para Pathfinder, projeto no qual me intrometi como desenhador. Sendo Tormenta + Pathfinder, é uma oportunidade perfeita para combinar duas coisas que curto pacas: o traço mangá com o estilo do Tio Reinoldo (a.k.a. Wayne Ryenolds).
Primeiro, o Explorador da Tormenta


As imagens são detalhes — e também links para as versões cheias.
O Explorador foi bacana de fazer, ainda que meio chato de início — nunca havia feito uma armadura insetóide na vida, e foi um aprendizado bacana, e que ainda será útil a curto prazo — visto que ainda há classes como o Discípulo da Tormenta e o Senhor do Gigante Rubro, entre outras, que também apresentam partes de carapaça insetóide.

Essa é a primeira versão do Guardião da Realidade, que acabou sendo descartada em virtude de uma série de errinhos, substituída por:

Revisado e mais dramático, mas ainda sob o mesmo conceito do anterior, que me foi sugerido pelo Tek e pelo Adão — um Guardião da Realidade mais dark. Uma sugestão meio surpreendente — Guardiões, segundo as regras, são Leais e Bons, o que resultaria num cavaleiro brilhante e celestial. Mas, como se trata de um material não-oficial, e o conceito pode se apoiar na literatura do cenário — se a Tormenta fagocitar a realidade, transmutando-a em um estado homogêneo de não-diferenciação, tanto o bem quanto o mal deixam de existir, logo, heróis maus teriam motivos para também guardar a realidade, de modo a assegurar seu modo de vida “maligno” ou coisa que o valha –, Guardião-666 ficou.
O objetivo, de início, era utilizar nos retratos exemplares de raças que não se vê muito — como um nagah masculino, ou uma mulher meio-orc (Berserker Insano, inacabado). Só que, de acordo com os previews do Tormenta RPG, a maioria dessas raças cai fora (ao menos do básico). Que fazer? Continuar com as raças “antigas”? Ou utilizar as “novas” nos próximos desenhos.
Dê suas sugestões de combinação de raça + sexo + Classe de Prestígio (do Tormenta Guia do Jogador e Área de Tormenta) — quanto mais exótico, melhor.

Você pode gostar...

26 Resultados

  1. Tek disse:

    Em homenagem ao conto do Nume, Minotauro Samurai. 🙂

  2. Oriebir disse:

    Eu sugiro uma halfling fêmea Senhora do Gigante Rubro. É sério. =D
    E acho que você deve manter estas raças já usadas (como a meio-orc e o nagah). Afinal, eles ainda estão ali, só que um pouco mais atrás dos holofotes!

  3. Gustavo Brauner disse:

    Pô, ficou legal, hein? Gostei da colorização também. Dá pra se sentir denro de uma Área de Tormenta. Me inspirou tanto que acho que eu vou voltar a fazer arte como aquelas do Manual Alpha 😀

  4. Keldorl disse:

    Baphomet?

  5. volz disse:

    ficou muito bom…

  6. Cassaro disse:

    Wayne Ryenolds é o cara. E essas ilustrações estão todas excelentes.
    E eu volto a repetir, nenhuma raça "caiu fora".

  7. Fintroll disse:

    Anão Swashbuckler

    • Shido disse:

      Exótico, não trash! =P
      (Mas seu nick me deu idéia de fazer uma finntroll swashbuckler — finntrolls são muito legais, e combinam com swashbuckler!)

      • Snake disse:

        Eu acho que fica mals, mas… huahuahauh
        Agora se for para seguir o lance da raça e tal, um Finntroll Ranger (caçador de escravos) fivcaria massa, aquelas máscaras deles deixam eles styles demais.

  8. Carine disse:

    Elfa mercenária que usa adagas
    E capoeirista (É sério. Já vi um desses)
    E Halfling bárbaro

  9. André disse:

    Show de bola esses desenhos Shido! Gostei muito de todos, especialmente o Explorador da Tormenta

  10. Fintroll disse:

    Aonde eu posso ver todas as classes e raças que vocês irão fazer?

  11. Del disse:

    Faz um Baloeiro Goblin da raça… bem… goblin!

  12. Kuriboh disse:

    Um Mind Flayer Lich, Sacerdote Negro.

  13. Lobo disse:

    Shido, eu confesso que a primeira vez que eu vi esse Nagah na nossa lista eu não levei fé. Em P&B ele me parecia um tanto confuso, deslocado. Aí o Tek me mandou uma arte tua de uma Angellus, eu acho. Mudou meu conceito.
    E depois dessa colorização a minha visão do teu trabalho mudou completamente: muito bom. É o mínimo que dá pra dizer. Ficou foda mesmo!
    Abraço.

  14. Gruingas disse:

    Além da meio orc acho que uma goblin fêmea cairia bem. Acho que eu só vi goblins fêmeas na webcomic goblins (procurem no google) e nos meus próprios rabiscos.
    Uma baloeira goblin ou coisa assim ia ser legal.

  15. Parabens Shido. Ótima arte!!
    Eu gostaria de ver sua concepção da Tropa de Elite de Arton, os Cavaleiros do Corvo [ acho q é isto faz tempo q li o livro :P]
    Abraços

  16. danramos disse:

    Remo, como eu disse no DA, a ilustração do explorador está realmente surpreendente. Não que as suas antigas sejam ruins, longe disso, mas esta demonstra além do seu traço que sempre evolui, uma colorização muito boa e, além de tudo, apropriada ao clima novo do cenário e ao personagem em si. O mais legal é que o carinha ficou parecido com o Dante, de Devil May Cry!
    Quanto ao guardião da realidade, a segunda ilustração está excelente, e está mesmo mais climática e diferente. A sua abordagem mais exótica é até um contraponto muito legal ao tipo de material oficial que os caras precisam entregar ao público.
    Seria muito bom se você retratasse mais os lefou, já que vão se tornar raça icônica do cenário e você poderia explorar as diferentes características estéticas de cada um.
    Abraço!

  17. Jorge Caffé disse:

    Muito boas ilustrações, realmente.
    O guardião da realidade me lembra Elric…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: