O Inimigo do Mundo 2ª edição já está disponível

Já chegou na Jambô a 2ª edição d’O Inimigo do Mundo, primeiro romance da Trilogia da Tormenta, cujos outros títulos são O Crânio e o Corvo e O Terceiro Deus.

O Inimigo do Mundo acompanha um grupo de aventureiros na caçada ao misterioso assassino conhecido como “o albino”, em uma história de fantasia crua, brutal e perigosa. Aqui, os heróis podem morrer, os vilões são hediondos e as certeza são poucas.
Sucesso de vendas no Brasil inteiro, O Inimigo do Mundo retorna em uma edição especial, com notas do autor, um conto extra e uma exclusiva galeria de arte.

O Inimigo do Mundo 2ª edição tem 464 páginas por R$ 49,00 com frete grátis na Loja Jambô.

João Paulo Francisconi

Amante de literatura e boa comida, autor de Cosa Nostra, coautor do Bestiário de Arton e Só Aventuras Volume 3, autor desde 2008 aqui no RPGista. Algumas pessoas me conhecem como Nume.

Você pode gostar...

14 Resultados

  1. Pablo Urpia disse:

    Ótima notícia!
    Vou comprar o meu. É o único que não tenho.

  2. Zohar disse:

    Só fazendo o coro. BOSTA de capa!

    • Nume Finório disse:

      Cara, sério, não sei porque cês não gostaram, eu achei a capa linda.

      • Shido disse:

        Não chego ao ponto de chamar de linda, mas tampouco penso ser ruim. Até porque só vendo impressa — que é o objetivo dela — pra saber. No tamanho que saiu no post do Tek, eu tenho umas poucas ressalvas quanto ao acabamento — mas não com convicção, porque a resolução está baixa.
        E, pra poder analisar a composição, seria preciso ver a ilustração inteira, e não só metade dela (ainda que, como capa, ela necessite valer por si só como metade).
        De resto, gostei da mensagem que ela passa — "vai acontecer merda" em vez de "grupo de aventureiros, weeeee!" da primeira capa (que tinha uma ilustração de acabamento ótimo que se perdeu um pouco no constraste meio estouradão). Destotou um pouco da estética das capas dos volumes posteriores, mas tem uma bela dose dramática, e isso é legal.

        • Nameless disse:

          Bom, eu não gostei muito da capa, como já havia falado no outro post.
          Mas Shido, eu acho que os desenhos de "aventureiros weeeee!" foram fundamentais para o choque que o conteúdo proporcionou (e ao meu ver, esse choque foi a 'jogada de mestre' do livro).

  3. Jagunço disse:

    Tá, sei que entrar no coro pode ser maldade e dar a entender algo de "…vai com as outras".
    Mas, honestamente, não gostei mesmo da capa. E, apesar da defesa técnica do Shido ser muito bem fundamentada, ainda defendo que não é uma boa capa.
    Entrando na perigosa arena da análise entendo que mesmo a ilustração inteira (http://www.jamboeditora.com.br/forum/images/avata… para que não viu) não é grande coisa. O mais sério é que o "corte" capa/contracapa não explora o melhor do conteúdo, deixando o "trecho" mais pobre da imagem para servir de "primeira vista".
    Além disso traço do sangue na "mão brancosa" exagera a definção da proposta, cria uma impressão de "ohhhh" desnessária.
    Por fim o casal está muito bem desenhado mas foi colocado muito à margem do horizonte visual, em um pano de fundo de cores, no mínimo, mal escolhidas.
    É isso. Gosto na verdade se discute – só não leva a muitos lugares.
    Isso não desmerece o livro – claro! – nem se converte em qualquer tipo de ataque a editora.
    Peloamordedeus. No Stress, ça va? 🙂

  4. Ziderich disse:

    Pra mim ficou mais bonita que a original. Chato não ser do Greg pra fechar a coleção, mas não é o fim do mundo.
    Chato seria a editora segurar o livro pra esperar a capa.
    Mas apesar de fixar boa, a arte ficou abaixo da capa do Feiticeiro da Montanha de Fogo, que se eu não me engano é da mesma artista.

  5. Shido disse:

    Aquela ilustração do Leote é muito bacana, eu adoro, tanto o traço quanto a pintura (que não sei se é do Leote, mas o acabamento tá ótimo). Já a capa em si, nem tanto. Como eu já escrevi antes, a mexida que deram nas cores matou uns quantos dos detalhes da pintura, e não morro de amores pela fonte usada para o título. (Ou talvez eu tenha me afeiçoado à fonte escolhida a partir do segundo romance, sei lá eu.)
    Penso que o pessoal se concentrou demais na ilustração, e a capa não é *só* a ilustração, é o conjunto todo. E, como conjunto, a nova capa tá bacana.

  6. Tiago Lobo disse:

    Sim, a arte de O Feiticeiro da Montanha de Fogo é da Patricia Knevitz. Eu gostei da arte da capa, achei diferente. Mas prefiro a primeira edição do Leote.

  7. Pyromancer disse:

    Agora, escrevendo algo que preste, por que vocês não deixam de reclamar da capa e vão ver o resto do livro? Fala sério!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: