O Terceiro Deus é lançado com dois dias de antecedência

Algumas editoras prometem datas e não as cumprem. A Jambô Editora acaba de entrar nesse grupo. Sim, eles tiveram a cara de pau de descumprir o prazo de lançamento d’O Terceiro Deus, os sacanas lançaram o livro dois dias antes do prometido!

Segue a mensagem de Leonel Caldela para os fãs.

Howdy.

Acabou a espera! Ontem à noite, O terceiro deus saiu da gráfica. Já está disponível para venda na loja da Jambô, e os pedidos antecipados pelo site já estão sendo enviados. Em breve, estará nas livrarias e lojas de RPG do Brasil!

Galera, muito obrigado. Esta trilogia não seria possível sem vocês e o seu apoio, comentários, elogios e críticas. O entusiasmo de todo mundo na contagem regressiva e nas especulações ao longo deste ano foi fundamental para mim. Obrigado ao Untouchable Trio Tormenta, mais uma vez e sempre, pela oportunidade. Ao Guilherme e o Gustavo, pelo apoio e dedicação maiores do que eu poderia pedir. Ao Rafael, André, Paloma, Elisa e todo o pessoal do RPG na Jambô, pelas idéias e por me aturar. Obrigado à Patricia. Obrigado ao Greg Tocchini, por mais uma vez ultrapassar o chamado do dever em uma capa magnífica.

Já baguncei bastante o mundo de Arton. Agora está na hora de lidar com as conseqüências.

É isso. Acabou a trilogia. Ano que vem, outra coisa.

E é isso. Foi um longo período entre as primeiras notícias d’O Inimigo do Mundo, em 2003, e agora com o fechamento da trilogia. Mas todos nós, fãs de Tormenta e do Leonel Caldela, podemos ficar um pouco mais orgulhosos de acompanhar este que é o melhor cenário de RPG nacional. E tenho dito!

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Nerfer disse:

    Ah sim, não sei como está o cenário Tormenta atualmente, joguei na época em que havia O Paladino, e a existência dele e de um monte de retalhos em uma colcha disforme desagradaram-me bastante. Tormenta com certeza é o “melhor cenário de RPG nacional para os fãs – obviamente” e o que mais recebe investimento, porém conheço cenários não tão famosos que são muito mais coesos. De qualquer maneira, é louvável que o Leonel tenha conseguido publicar uma trilogia baseada num cenário de RPG, está de parabéns.

  2. Nume Finório disse:

    Nossa, época do Paladino? O Paladino está morto há mais de seis, sete anos já, foi corrompido durante a saga dos Rubis da Virtude como parte do plano de Szzass, deus da traição, para retornar ao panteão.
    O cenário não é mais o que era há dez anos atrás, quando foi publicado como brinde na DB #50, ele cresceu e se fortaleceu em todos os níveis. Principalmente desde que começou a ser publicado pela Jambô Editora.

  3. Adão Pinheiro disse:

    Sou suspeito pra falar, mas concordo com o Nume. A primeira reação de todo mundo é xingar um trabalho nacional. Dentro do seu gênero, que mistura fantasia medieval, fantasia a vapor e elementos de animê e mangá, a Tormenta se mostrou um grande trabalho, e que ainda tem muito potencial pela frente.
    Alguns encontram “furos” no cenário, e ficam de mimimi no canto, chorando feito menininhas. Eu vejo oportunidades do grupo criar sua própria história no cenário onde faltam informações, cuja falta pode muito bem ser intencional. Tormenta não é um cenário perfeito, mas é o que mais agranda a quem não é xiita e gosta de misturar estilos de jogo.
    Mas sabe como é: Quem quer fazer encontra um meio. Quem não quer, encontra uma desculpa. Parabéns pro Leonel, o trabalho dele “ruleia”, sem dúvidas.

  4. Daniel disse:

    Assim… O cenário não precisa ser desmerecido porque é uma colcha de retalhos e realmente cresceu bastante.
    Mas primeiro que ele tem muita tosqueira sim. Não é tão perfeitinho quanto o pessoal “do lado de cá” fala.
    Segundo que dizer que quem aponta defeitos fica “chorando feito menininha” é ofensivo e besta. Assim como dizer que é “encontrar uma desculpa” porque não consegue escrever como o Leonel. Eu acho que o que ele escreve tem defeitos, mas gosto. Se não gostasse, descia sim a lenha e teria razão porque sou consumidor. Se meu trabalho tá dando a cara a tapa, tem chance de levar mesmo o tapa.
    Outra coisa, existem pessoas que falam mal sem conhecer, mas a maioria dos fanboys que vejo recebem TODAS as críticas atacando aquele que critica, e isso é lastimável.
    Ah sim, só pra constar, eu mestro no cenário, e apesar de ter mudado muita coisa nele no geral gosto.
    Quanto ao livro, vai ser bom ver a saga chegando ao final. Quero ver os trabalhos futuros do Leonel!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: