Mais Miolos!

Foi publicado, no site da Wizards of the Coast, a segunda parte do artigo a respeito de zumbis da coluna Design & Development. O artigo apresenta três espécies exóticas de zumbis. Victor Caminha, co-autor de Mítica – Desbravando o Oriente, postou no fórum de D&D da Spell RPG um resumo com as partes principais (tradução minha).

  • (Zumbis) Eles são cadáveres animados e sem alma.
  • (…) no Monster Manual, aparecem três zumbis exóticos. O primeiro é o chillborn zombis (“zumbi nascido do frio”), cujo frio da cova lhes dá vontade própria para matar. O corruption zombie (“zumbi da corrupção”) é um campeão do apodrecimento com um ótimo arremesso. O último zumbi novo é o gravehound zombie (“zumbi cão-da-tumba”).
  • Um chillborn é frio, mas não é meramente um zumbi gelado. Seja qual forem os rituais ou maledicências que deram “vida” ao chillborn também tornaram-no ainda mais duro que o normal, seu corpo e mente endurecidos pela mão congelante da morte. Frio mortal flui da criatura, e quanto mais chillborn houverem num grupo, mais profundo é o frio. Como poderia ser esperado, os punhos sem remorso do chillborn causam algum dano por frio, mas quando ele te atinge você pode ficar congelado onde está, ainda capaz de defender-se, mas incapacitado de fugir da aura que o zumbi exala. Todos os chillborn causam mais dano em vítimas imobilizadas, e a incapacidade de manobrar que estas criaturas proporcionam certamente beneficia qualquer um que conte com o chillborn para ser a primeira linha de defesa.
  • Uma criatura que requer esta linha de defensores, apesar de provavelmente ter uma proporcionada por outros que não os chillborn, é o zumbi corruption. Esta criatura é tão corrompida que seu corpo exala constantemente carne pútrida. Ele arranca pedaços de seu corpo apodrecido e arremessa-os contra seus oponentes, mas graças à natureza sobrenatural de seus tecidos isso não causa nenhum dano a eles. Se um dos punhados de corrupção que ele arremessa te atingir, você estará com problemas — não apenas o pedaço arremessado machuca, mas a carne podre também te enfraquece. Seus instintos podem levá-lo a investir contra o zumbi para evitar os ataques a distância. Mas o fedor da morte é tão forte ao redor da criatura, tão doentio, que ele consegue prevalecer sobre a fortitude do combatente mais resistente, diminuindo sua movimentação e enfraquecendo seus ataques. Entretanto, se você conseguir aturar o cheiro, forçar o zumbi corruption a sofrer no ataque corpo-a-corpo pode ser um modo eficiente de acabar com a criatura.
  • Isso não se aplica ao zumbi gravehound. Com este nome por ser normalmente criado a partir do cadáver de um cachorro grande, o gravehound é um monstro do corpo-a-corpo, como muitos outros zumbis. Ele é bem mais rápido que os zumbis normais, e sua mordida compensa com dano o que perde em precisão. O grande problema com os gravehounds é que suas mordidas causa uma persistente decomposição ao redor do ferimento. Este problema pode persistir mesmo depois que o gravehound é destruído. Quando o gravehound cai, ele ataca uma última vez. Se ele o atinge, sua mandíbula trava. Até você poder usar força bruta para livrar-se desta mordida mortal, você terá de carregar o cão por aí e lidar com a decomposição que seus dentes causam. Um obstáculo destes em batalha pode ser mais que um pequeno inconveniente.

    Fonte: Fórum de D&D/d20/OGL da Spell RPG
    —————-
    Ouvindo: Bon Jovi – Blaze of Glory
    via FoxyTunes

    Você pode gostar...

    2 Resultados

    1. Leonardo disse:

      Amo muito tudo isso.

    2. Diego disse:

      Eu gradei da novidade… com maior variedade de zumbis, maior a variedade de desafios… e parece que agora eles não serão mais bestas insanas e delinquentes que atacam quaisquer coisas que se movam. Sempre gostei de infestar de mortos vivos minhas aventuras, mas quase nunca colocava zumbis ou esqueletos e praticamente pq eram débeis. Mas espero que eles tenham mantido alguns templates para outros tipos de mortos vivos…
      Nunca gostei daquela coisa Débil de Zumbi…
      – Se for levar em consideração na versão antiga, um Zumbi que ataque uma criatura e deixou-a incapacitada, não para de atacá-la porquê ela não demonstra mais perigo… continua atacando e atacando… além do mais, débeis como sempre… não executavam manobras simples de combate pra aumentar suas chances num combate… Ex: Evitar/Sair de um Flanqueamento ou flanquear um oponente. Além do mais, com aquela coisa de apenas ações parciais, os Zumbis perdiam feio em muitas opções em relação aos esqueletos (sua contra parte ágil).

    Deixe uma resposta

    %d blogueiros gostam disto: