O Swordmage

Rich Baker falou em seu blog/fórum na última sexta-feira sobre o Swordmage. Esta classe havia sido mencionada por alto em alguns relatos dos playtests do Dungeons & Dragons 4ª Edição e gerou um enorme rebuliço nas comunidades on-line. Você pode conferir o post original do autor na íntegra aqui.

Eis os pontos-altos:

Primeiro, permitam-me dizer algumas palavras sobre a origem desta classe. Alguns de vocês já observaram que o “diagrama” criado ao alinhar as fontes de poder num eixo e o papel do personagem no outro é o primeiro lugar onde procurar por idéias para classes. Nós não pretendemos preencher meticulosamente cada combinação possível, ou nos limitar a uma classe por intercecção – mas é um interessante ponto de partida. O swordmage apareceu cerca de 15 meses atrás quando nos perguntamos: “Digam, como seria um defensor arcano?”
Nós gostamos tanto da idéia que em determinado momento o swordmage estava certo de ser incluso no Player’s Handbook. Mas, por diversos motivos, decidimos ficar com uma seleção ligeiramente diferente de classes, e portanto o swordmage vai ter de esperar um pouco. É uma classe que pretendemos criar e publicar algum dia, mas provavelmente não será em 2008…
(…)

  • Swordmages não são “gishes” ou trovadores da lâmina. Alguém no EnWorld fez uma previsão incrivelmente acertada sobre a classe, que eu confirmarei aqui: O swordmage é uma classe de combatente que usa a magia para lutar melhor.
  • Swordmages usam magias de armadura e proteção no lugar de vestirem armaduras pesadas. No nível mais básico, é algo na linha de uma armadura arcana sempre ligada, renovada a cada manhã. Como eles são defensores, eles precisam de pontos de vida e CA comparável aos dos guerreiros, e swordmages os ganham através de efeitos mágicos persistentes. Eu acho que há outras proteções persistentes também, magias que concederão resistência a enerfias, defesa mental, coisas deste tipo.
  • Swordmages terão muito espaço para magias divertidas, magias “imediatas” e “de mobilidade” focadas em combat. Por exemplo, meu personagem Geran faz uso de alguns teleportes de curta-distância e transposições, bem como efeitos instantâneos similares ao escudo arcano. Os efeitos de mobilidade funcionarão bem para um defensor — que maneira melhor de fazer o troll parar de bater no mago do que simplesmente trocar de lugar com seu desarmadurado amigo?
  • Swordmages terão espaço para poderes divertidos de ataque, também. Por exemplo, Geran usa uma magia de curta-duração, de uso apenas em si, de força; bem como outra que cobre sua espada com chamas mágicas. (…)

Bom, aí está! Algum dia você poderá jogar com um personagem assim, caso tenha a inclinação para tal.

Para os menos informados: “gish” é um termo que refere-se a um personagem que combina as qualidades de um mago e um guerreiro. O termo surgiu como nome de uma classe específica de Gith’yankis apresentada numa edição da revista Polyhedron (“Knights of the Lich Queen”, ótima revista, inclusive), mas logo começou a ser empregado para descrever qualquer guerreiro/mago.
—————-
Ouvindo: Sapna Awasthi & Sukwinder Singh – Chaiyya Chaiyya Bollywood Joint
via FoxyTunes

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Lithanm Siannodel disse:

    pra mim isso ainda é gish, mas podem chamar do que quiserem

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: