Coveiros, uma nova opção para o seu personagem de TRPG

Para os desavisados, os coveiros são aqueles que enterram os que se foram, realizando um trabalho árduo e necessário. Todavia, a sua importância é maior, pois eles são guardiões dos […]

Para os desavisados, os coveiros são aqueles que enterram os que se foram, realizando um trabalho árduo e necessário. Todavia, a sua importância é maior, pois eles são guardiões dos cemitérios, sempre prontos a impedir o retorno dos mortos. Tristes são as cidades onde seus coveiros foram corrompidos, se tornado um alvo fácil para clérigos malignos e necromantes.

A posição de coveiro é hereditária e existem longas linhagens daqueles que empunham com orgulho a pá e o lampião. Os iniciados são ensinados desde a tenra infância no ofício e na importância do anonimato para a sua proteção. Lógico que existem coveiros sem ligação com esta tradição. Assim como os caídos, coveiros que abandonaram a sua missão e que agora compactuam com os inimigos.

Ofício dos Coveiros 1


A pá é ferramenta dos coveiros, que os acompanha todos os dias e os auxilia em suas obrigações. Além do seu uso habitual, um coveiro experiente pode usa-la como uma arma letal, perfeita para derrubar os seus oponentes. Ainda temos as lendas, que remetem as pás de guerras, criadas por antigos artífices anões.

Regras para TRPG

Pá – Arma Simples de 2 mãos

Uma pá é uma arma simples de 2 mãos, que custa 1 PO, pesa 4 kg, causa 1d8 de dano por corte e esmagamento, com critico x 2. Além disso, ela concede +4 em jogadas de ataque para derrubar um alvo.

Pá de Guerra – Arma Marcial de 2 mãos

Uma pá de guerra é uma arma marcial de 2 mãos, que custa 15 PO, pesa 4 kg, causa 1d12 de dano por corte e esmagamento, com critico x 3. Além disso, ela concede +4 em jogadas de ataque para derrubar um alvo.

Nova Regra – Cavando Buracos

Em 1 minuto, usando apenas as mãos, um personagem pode cavar uma quantidade igual ao seu limite de carga pesada, sendo que a quantidade de terra que enche uma área de 1,5 m por 1,5 m equivale a 1 tonelada. Armado com uma ferramenta apropriada, um personagem pode cavar duas vezes mais rápido do que à mão. Lembrando que circunstâncias ruins podem reduzir este tempo a metade ou menos, como um terreno pedregoso ou rocha pura.

Lampião

O lampião é o companheiro inseparável dos coveiros, iluminando o seu caminho e afastando as criaturas das trevas. Apesar de não ter sido concebido como uma arma, coveiros experientes podem utilizá-lo como tal em situações desesperadas.

Regras para TRPG

Lampião

É um cilindro com uma alça e duas portinholas, custo 7 PO e pesa 1 kg. Uma chama alimentada por óleo é acesa dentro do cilindro e uma das portinholas aberta deixa a luz sair. A luz do lampião atinge 9 m, sendo que uma carga de óleo dura 6 horas e custa 1 PP. O óleo de lampiões é diferente, mais estável que aquele usado em frascos de óleo.

Um lampião pode ser usado como uma arma improvisada, mas provoca penalidade de -4 na jogada de ataque, sendo o seu dano de 1d6 por esmagamento e crítico x2. No primeiro crítico, provoca 2d6 pontos de dano de fogo adicionais no seu alvo. Logicamente, usar um lampião como arma, o inutiliza permanentemente.

Se tornando um coveiro

O treinamento concede aos coveiros familiaridade com as suas ferramentas e pequenas habilidades mágicas, que passam despercebidas para um leigo. Estes ensinamentos começam na infância, mas em alguns casos, um coveiro pode ser treinado já adulto.

Regras para TRPG

Talento – Iniciado no Ofício dos Coveiros

Pré-requisitos: Sab 11, 4 graduações em Conhecimento (religião).

Benefícios: Personagens com este talento são considerados proficientes com pás, pás de guerra e lampiões e podem lançar as magias detectar mortos-vivos e luz (apenas no seu lampião) à vontade, sem gastar PM.

Aliados & Inimigos

Apesar de se manterem ocultos, os coveiros possuem boas relações com ordens religiosas bondosas ou ligadas ao combate de mortos-vivos. Por outro lado, são inimigos declarados de necromantes, religiões associadas a mortos-vivos e a criaturas desta estirpe.

Caídos

Ofício dos Coveiros 2

Todo grupo tem seus traidores e os caídos são aqueles que abandonaram o ofício. Se tornando propagadores o mal e sendo os responsáveis por cemitérios com mortos-vivos errantes.

Regras para TRPG

Talento – Coveiro Caído

Pré-requisitos: Iniciado no Ofício dos Coveiros.

Benefícios: O personagem pode fascinar mortos-vivos, afetando todos os mortos-vivos a até 9 m e os deixando sob seu comando. Dar uma ordem aos mortos-vivos é uma ação de movimento. O nível somado de mortos-vivos sob seu comando não pode exceder seu próprio nível.

Mortos-Vivos têm direito a um teste de Vontade (CD 10 + metade do seu nível + modificador de Sabedoria) para evitar este efeito.

Usar este talento é uma ação padrão, e você pode utilizá-lo um número de vezes por dia igual a 1 + seu modificador de Sabedoria.

Especial: Este talento substitui o talento Expulsar/Fascinar Mortos-Vivos como pré-requisito para talentos e classes de prestígio.

Código dos Coveiros

Um coveiros não se associa a mortos-vivos, necromantes e sacerdotes ligados a estas criaturas. Devendo estar sempre vigilante aos seus inimigos e garantindo descanso eterno aos que se foram.

A imagem do gravedigger é de autoria de Stu Art Studio. Já a imagem do Coveiro desenterrando um dos Tumulares é da obra Noches lúgubres do escritor José Cadalso. Emquanto imagem do The Gravedigger é de autoria de DeadSlug.   

About Cavaleiro Morto

Mestre de RPG eclético, fã tanto de fantasia medieval como de RPGs Eletrônicos das antigas, e que tem o hábito de levar os seus jogadores a uma TPK.