Violentina é primeiro projeto de crowdfunding do RPG brasileiro

Bang! Motherfucker! Bang!


Anteontem a Secular Games enviou para nós o release do Violentina, um jogo de narrativa compartilha do mineiro Eduardo Caetano, e ele explica o suficiente para me deixar sem ter muito mais que escrever neste post. Mas vale dizer que, como eu e o Remo compramos cópias de playtest do Violentina na RPGCon 2011, uma resenha de um de nós dois deve ser eminente tão logo terminemos de ler a parada, que visualmente está fodabagario, aliás.

A Secular Games anunciou durante a RPGCon 2011, realizada nos dias 9 e 10 de Julho, que seu próximo lançamento, o jogo Violentina de Eduardo Caetano, seria feito através do modelo de financiamento coletivo. Alguns dias se passaram enquanto fazíamos os últimos ajustes, e agora, com tudo pronto, é hora de darmos a largada nesta experiência!

Esperamos que o Violentina seja o primeiro jogo de RPG nacional lançado através de uma campanha de financiamento coletivo (e precisaremos de seu apoio para isso!). Mas o que é o Violentina, e que diabos é financiamento coletivo?

Violentina é um jogo sobre Violência, Vícios, Volúpia e Vingança desenfreados, onde os jogadores interpretam trapaceiros, mafiosos, femme fatales e autoridades corruptas em uma espécie de Colaboração Competitiva. Profundamente inspirado na estética e na narrativa dos filmes de Quentin Tarantino e Guy Ritchie, Violetina utiliza um sistema baseado em cartas e fichas de poker afim de distribuir de forma equilibrada o controle narrativo entre os jogadores, transformando aspectos e características específicas deste tipo de filme em mecânicas de jogo. De acordo com esta proposta, Violentina é um Jogo de Contar Histórias sem mestre, sem preparo, sem ordem cronológica, baseado em enquadramentos de cena e na criatividade de todos os participantes.

Violentina vem sendo desenvolvido por Eduardo Caetano de maneira aberta – e a  versão mais atual do jogo pode ser baixada de graça – recebendo críticas e sugestões da comunidade, essenciais para o desenvolvimento do jogo. O lançamento através do financiamento coletivo é só mais um passo em seu processo de criação colaborativa e aberta!

E o que significa financiamento coletivo? Financiamento coletivo (ou crowdfunding) é o método de bancar um projeto através da contribuição antecipada daqueles interessados na iniciativa. Se o valor estipulado para a execução do projeto for alcançado, a parada acontece e todos os colaboradores recebem recompensas previamente combinadas de acordo com o seu nível de suporte. Se o valor não for alcançado, o projeto volta para a gaveta e nenhum colaborador é cobrado. Como um amigo nosso definiu muito bem, ao participar de uma iniciativa de financiamento coletivo, você se torna uma espécie de micro-sócio no projeto, contribuindo para sua execução, mas também recebendo coisas legais em troca caso ele realmente saia do papel (ou do site!) e se realize.

A cada dia o financiamento coletivo se torna uma estratégia mais comum e eficiente para bancar projetos interessantes. Recentemente A Banda Mais Bonita da Cidade conseguiu bancar a gravação de seu primeiro disco através do financiamento coletivo, e fora do Brasil vários jogos independentes tiveram campanhas de crowdfunding muito bem sucedidas, tais como o Do: Pilgrims of the Flying Temple, Technoir e Startup Fever só para citar alguns.

Queremos não só que o Violentina seja o primeiro jogo de RPG nacional lançado através do modelo de financiamento coletivo, mas também testar o formato e sua viabilidade do mercado nacional de jogos, abrindo portas para outras iniciativas independentes!

A campanha de financiamento coletivo do Violentina será feita no site Movere.me, e terá início no dia 01/08, próxima segunda-feira. A campanha terá a duração de 30 dias e tem como objetivo arrecadar R$1750,00 para a produção da tiragem inicial de 100 cópias do livro. Dentre as possibilidades de recompensa se encontram:

  • O download da versão final de Violentina em PDF.
  • A cópia impressa do livro autografado.
  • Par de baralhos exclusivos para o jogo.
  • Livreto impresso com 3 novas Tramas
  • Uma maleta super com uma versão do livro encadernada à mão e com todas as outras recompensas disponíveis e mais alguns itens exclusivos.

A contagem regressiva para o início da primeira campanha de financiamento coletivo para um RPG nacional começou! Se você quer ver esta iniciativa dar certo já pode contribuir antes mesmo do dia 1º de Agosto, divulgando este texto e a proposta para o maior número de pessoas que conseguir, espalhando o link para download da versão de playtest do Violentina, e nos enviando suas críticas e sugestões.

Façam suas apostas!

Secular Games

 

João Paulo Francisconi

Amante de literatura e boa comida, autor de Cosa Nostra, coautor do Bestiário de Arton e Só Aventuras Volume 3, autor desde 2008 aqui no RPGista. Algumas pessoas me conhecem como Nume.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. valberto disse:

    O fundo popular parece ser uma alternativa interessante aos exorbitantes juros cobrados pelo mercado nacional. Desejo muito sucesso a iniciativa e tenho certeza que ela será a porta de abertura para outras propostas.

  2. Valeu Nume!
    Aguardo ansioso pela resenha! No final, se não der certo, vcs ao menos vão ter a tiragem limitada de 10 exemplares da RPGCom 2011… hehehe
    Valberto, a proposta principal é justamente esta. Além de tenatr viabilizar a impressão do livro, nosso intuito é abrir novas portas para a comunidade de jogadoes que tem algo legal para publicar!
    Abraços

  3. Bruno Pereira disse:

    Pessoal,
    Sou cofundador do http://movere.me . E tenho total interesse em ver esse projeto virar realidade!
    Jogo RPG a 15 anos e o movere.me surgiu de uma ideia de viabilizar uma editora de RPG que publicasse livros via crowdfunding.
    O projeto cresceu e viramos uma plataforma focada em projetos culturais, criativos e inovadores.
    Vamos agitar o cenário independente brasileiro!!!!
    Grande Abraços,
    Bruno.

  4. Shido Vicious disse:

    Maleta super, é óbvio. =D

  5. Jagunço disse:

    Completo apoiador deste projeto. 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: