Emboscada

“Emboscada” é uma cena/encontro/combate com regras para 3D&T Alpha, pensando em cenários de fantasia. Ela insere um PdM/NPC e um novo tipo de criatura, além de servir, quem sabe, para o começo de uma história.  Os personagens são atacados de surpresa enquanto caminham por uma trilha em uma densa floresta. Os agressores são alguns monstros liderados por um mago-caçador insano.
O combate a seguir é feito para cinco personagens de 8-10 pontos (embora todos saibam que um jogador apelão torna tudo mais imprevisível…). É fundamental que exista pelo menos um mago no grupo.
Cenário: O local do combate é, como foi dito, uma trilha através de um bosque (veja a imagem). Fora da trilha qualquer ação de movimento permite um deslocamento de apenas 1,5m (um quadrado do mapa). Os inimigos (A e Cs) estão posicionados em terreno elevado (6m de altura). Subir o barranco requer um teste Difícil de Habilidade e um movimento (personagens com Vôo não poderão usar esse poder por conta das copas das árvores, mas Teleportadores sim).
Observação: a imagem pode ser usada, se o mestre desejar, como “mapa de batalha”. Para isso sugiro a impressão da mesma em papel A3.
Razel de Ákora
F0 H2 R3 A2 PdF3 (fogo) 15 PVs 15 PMs
Kits: Mago
Poderes: Recuperar Mana
Vantagens: Familiar (Serpente), Arcano, Paralisia*
Desvantagens: Dependência (sangue de magos), Ponto Fraco, Protegido Indefeso (Kian, a Serpente).
Magias conhecidas relevantes: A Mágica Silenciosa de Talude, Feras de Tenebra, Roubo de Magia, Roubo de Vida.
Outrora um valoroso mago servo do império, Razel teve a mente destruída por acontecimentos recentes. A morte de sua esposa, Ayla, em um ritual que a própria executara em honra a divindades negras, resultou na demência parcial do arcano. Hoje, Razel vaga pelas terras do continente caçando magos para roubar seu sangue, acreditando que isso trará dor aos deuses de sua amada. Razel também acredita que Kian, sua serpente Familiar, possuiu um fragmento do espírito de Ayla e por isso fará de tudo para proteger a criatura.
Razel é servido por quatro Bestas de Artar, feras irracionais que devoram carne de criaturas humanoídes. Elas são fruto de um ritual antigo, usado pelo mago em troca de todo e qualquer sonho bom. O mago não as controla completamento: se ele for reduzido a 0 PVs o narrador deve jogar um dado. Um resultado de 3, 4, 5 ou 6 indica que as criaturas se voltam contra Razel e o devoram – a menos que sejam impedidas.
Táticas de Razel: no começo da batalha Razel invoca a magia Feras de Tenebra povoando o campo de batalha com seus servos (1d criaturas). Ele estará montado em uma das Bestas de Artar e enviará as outras três contra todos aqueles capazes de ataque à distância. O mago está protegido por A mágica Silenciosa de Talude. Ele manterá as Feras por 3 rodadas e usará suas ações de movimento para recuperar mana. Enquanto isso atacará com seu cetro mágico (PdF 3). Se o combate apertar ou se existir mais de um mago no grupo Razel invoca Silêncio em um raio de 9m (ao custo de 6PMs).
Quando achar que o combate está pendendo a seu favor, Razel tentará paralisar o mago do grupo (um o  PJ com menor resistência) para chantagear os demais para uma rendição.
Se vencer, Razel pretende capturar o mago e deixar os demais para servir de almoço para seus lacaios…
Razel sempre pode usar Roubo de Magia ou Roubo de Vida em uma das Bestas de Artar para recuperar PMs ou PVs extras, por isso ele vai manter um dos monstros junto de si durante o ataque.

Bestas de Artar (10 pontos cada)
F2 H2 R3 A2 PdF0 25PVs, 15 PMs
Aceleração, Deflexão, PVs Extras 1, Inculto, Monstruoso.
Estas feras se parecem vagamente com lagartos do tamanho de lobos, mas estão constantemente em movimento. A impressão é que elas se desmaterializam e se materializam a cada instante, em um turbilhão de sibilos e sombras. Seus ataques são considerados mágicos e elas ignoram o terreno da mata, se movimentando normalmente através dele.
Táticas: as Bestas aprenderam estratégias simples de combate. Elas costumam tentar surpreender seus alvos. Destruir uma destas criaturas causa pesadelos terríveis ao personagem durante 1d dias e o impede de recuperar 1d PMs durante este tempo (sem direito a testes de Resistência).
Feras de Tenebra (MnAl, p 95)
F2 H2 R1 A1 PdF0 5 PVs.
Estas criaturas causam dano aos PMs de um personagem e só podem ser machucadas por Magias das escolas Branca, Elemental (espírito) e Negra.

Vencendo o combate
Razel é conhecido por ser um Arcano perigoso e odiado na região. Caso seja capturado vivo ele pode se tornar um informante para o grupo, sendo um conhecedor de alguns rituais perigosos. Se for entregue às autoridades isto renderá ao grupo uma ótima reputação (além de alguns pequenos presentes do magistrado local). Caso Razel seja morto pelos PJs seu espírito vai infundir pesadelos duradouros no assassino: a cada dia Razel o perturbará em seus sonhos e lutará com ele. Se a forma do mago o vencer o personagem sofre -1 em seus testes de Habilidade durante aquele dia. Se Razel vencer o assassino em três batalhas oníricas o mesmo se tornará Insano, acreditando ter se tornado o mago.
Magias benéficas podem aliviar o sofrimento do personagem, concedendo 1d dias sem lutas mentais. Mas cedo ou tarde Razel voltará a perturbar o sono do mesmo. A única forma de curar esta maldição é encontrar um templo dos deuses a que Razel e Ayla serviram e executar o ritual de invocação de Bestas de Artar – que servirão ao personagem por tempo indeterminado…
Uma última informação: Razel carregava algum tipo de mensagem, escrita em papiro negro. Ela está cifrada mas carrega algo de vivo… Que segredo o mago levava antes de perder a sanidade em um trágico momento?
Nova magia:
Invocar Bestas de Artar
Escolas: Elemental (Espírito), Negra.
Custo: 10 PMs, 10 PEs e todos os bons sonhos futuros do conjurador…
Esta magia cria 1d Bestas de Artar que servem ao conjurador por tempo indefinido. Elas são leais, mas não espertas e sempre existe uma chance de que as mesmas ataquem o criador (veja a descrição de Razel). A magia traz pesadelos ao conjurador pelo resto de sua vida. Os sonhos são inofensivos, mas, dizem, depois de alguns anos sonhando com as forças das trevas, qualquer sucumbe a algum tipo de loucura…

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. André disse:

    Boa aventura como One Shot.Criem mais, por favor, que ajuda pra caramba os mestres sem inspiração…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: