Heróis de Arton: Rebelde

A liberdade é um direito adquirido, e não recebido
Por toda Arton milhões de seres vivos vivem sob algum tipo de regime tirânico, racista ou que limita suas liberdades de alguma forma. Você é um dos rebeldes que lutam para adquirir o direito a liberdade de seu povo, raça ou classe. Um membro da Resistência ao Império de Tauron, um mago de Portsmouth ou um insano terrorista de Schkarshantallas, todos eles tem em comum o ardente desejo de liberdade e ideais maiores que a própria vida.
Aventuras: você se aventura para cumprir objetivos contra o regime que o oprime ou talvez para provar um ponto, como um mago tentando fazer o bem em Portsmouth para provar a população que a magia é benéfica, ou ainda para reunir poder e aliados em pontos diversos de Arton para um dia voltar para sua terra natal e lutar contra o mal presente ali.
Você também pode ser um espião. Atuando como um herói aventureiro comum você espera conseguir as boas graças do tirano e então acesso a planos militares e informações exclusivas que poderão ajudar a rebelião.
Personalidade: Acima de tudo você ama seus ideais e os exalta quando é apropriado (e até quando não é apropriado) e raramente se importa de passar por cima de outras pessoas para tornar estes ideais realidade. Muitas vezes sente-se insignificante quando comparara-se ao tipo de poder a que está se opondo, sofrendo em dúvida se deve continuar com tamanha empreitada, mas sempre perseverando.
Maneirismos: você encara sua tarefa com seriedade e está sempre pensando em objetivos maiores acima dos seus próprios. Não se importará, por exemplo, em se desfazer de um objeto mágico poderoso que tenha conseguido em troca de informações vitais sobre como entrar no palácio do barão. Você tem uma crença inabalável de que está certo e todos os outros estão errados, o que nem sempre é verdade.
Variante: você está errado. Em vez de um guerreiro da liberdade é o soldado da opressão, lutando para implantar um novo e brutal regime em algum lugar de Arton. Talvez seja um devoto de Tauron trabalhando para Tapista dentro do Reinado, ou um halfling revoltado com a postura passiva de seus compatriotas de Hongari e ansioso em tomar o poder e tornar o reino numa potência militar capaz de destruir os bastardos de Portsmouth.
Considerações Mecânicas: você estará, na maior parte do tempo, atuando fora da lei e por isso perícias como Furtividade e Enganação são muito importantes. Caso vá atuar como um espião é recomendável pegar os talentos Fraudulento e Impostor. É interessante também ter quaisquer talentos e perícias que ajudem a cumprir os objetivos da sua rebelião. Um membro da Resistência ao Império de Tauron por exemplo pode se focar em aspectos onde os minotauros são deficientes para melhorar suas chances, como ataques a distância e capacidades mágicas, talvez até usando armas de pólvora em massa nos exércitos da Resistência.
A imagem que ilustra essa matéria é de autoria de Rod Reis e foi editada pelo pessoal do Roleplayer, de quem a roubei descaradamente.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Tek disse:

    Legal o esquema de creditar as imagens. Tem tudo pra virar tendência.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: