Os mais procurados de Moreania

Arte de Emanuel Braga para o vilão Grim Jack Yastora


Em Moreania existem vilões, como em qualquer outro mundo de fantasia, e é dever dos heróis moreau deter os planos destes vilões. Mas nem todos aqueles que lutam contra o mal tem objetivos nobres no coração: alguns destes são caçadores de recompensas.
Mais comuns em Laughton, onde a falta de uma milícia organizada os tornou mais necessários, os caçadores de recompensas são heróis de aluguel de todos os tipos. Às vezes solitários, ou agindo em duplas ou grupos, os caçadores fazem pequenas fortunas caçando criminosos procurados pelos reinos e além.
O mar também é um terreno fértil para grupos de caçadores. Muitas colônias oferecem grandes recompensas sobre tripulações piratas e seus capitães e por isto não raro ocorrem ajuntamentos de navios de caçadores que lutam contra os piratas e protegem as rotas comerciais por lucro.
Mas quem são os criminosos mais procurados de Moreania, adversários cujas recompensas estão nos sonhos de qualquer caçador, e quanto eles valem?

Grim Jack Yastora (Herdeiro da Hiena, Ladino 5/Assassino 2) – Mil e quinhentas peças de ouro

Notório senhor do crime em Pendrik, Grim Jack é reconhecido como o cabeça da maior rede de prostituição e tráfico de escravos de Laughton. Sádico e pervertido além da imaginação do homem comum, este herdeiro da Hiena é cuidadoso o suficiente para se locomover apenas com uma pesada comitiva de guardas-costas, além de suas escravas pessoais que usam vestes e “equipamentos” de dolorosa luxúria.
Ele se aproveita da corrupção da milícia dos níveis mais baixos de Pendrik para fazer seus negócios livremente na cidade suspensa. Diversos grupos de heróis já entraram em conflito com o poderoso chefão do crime, mas nenhum obteve sucesso em detê-lo e poucos conseguiram fugir com vida, e até hoje ainda fogem: Grim Jack tem por costume colocar prêmios sobre as cabeças de heróis que se intrometam demais.

Dorovan Boa Morte – Mil peças de ouro

Uma das maiores recompensas de Moreania recai justamente sobre um dos seus heróis mais conhecidos. O paladino da morte é um notório inimigo de Grim Jack Yastora, e seus encontros não foram fatais por muito pouco até hoje. Apesar da recompensa poucos são os que ousam ir atrás deste misterioso paladino. Sua ligação com o deus da morte faz com que a grande maioria dos caçadores fique fora de seu encalço, enquanto outros preferem não se envolver em qualquer recompensa oferecida pelo infame senhor do crime de Pendrik.

Kirie Sete-Chaves (Humana Ladra 4/Barda 1) – Quinhentas peças de ouro

Kirie é uma das mais belas ladinas nos reinos, e é especializada em seduzir ricos comerciantes e nobres para descobrir seus segredos, e então roubar seus mais preciosos tesouros escondidos “às sete chaves” como diz seu apelido. Apesar de seu rosto ser largamente conhecido através dos cartazes de procurada, ela utiliza de disfarces e muita lábia para continuar passando despercebida onde quer que vá.
Seu estilo espalhafatoso e orgulhoso é notório e uma das suas maiores falhas como ladra, ela já chegou a ser a estrela de uma grande festa da nobreza em Brando sem que suspeitassem de seu passado, ninguém sabe até quando sua beleza e língua rápida poderão salvá-la.

Ithvar Quebra-Espinhas (Herdeiro do Urso, Bárbaro 5) – Setecentas e cinqüenta peças de ouro

Um outrora orgulhoso bárbaro do sudoeste de Lancaster, Ithvar desonrou sua tribo e família ao se tornar um bandoleiro e assassino procurado em todos os reinos, sua recompensa rapidamente subiu as alturas e atraiu dezenas de caçadores de recompensas. A cada inimigo abatido, sua fama aumentava e uma nova recompensa era postada nos quadros de aviso de toda Moreania, até que ele começou a se cansar daquela vida de constantes perseguições.
Seu antigo grupo bandoleiro se dissolveu e hoje em dia ninguém tem notícias de seu paradeiro. Alguns boatos dizem que ele pode estar em Ax’aria, tentando limpar seu nome com as autoridades servindo na cidade-fortaleza como mais um soldado contra as ameaças das Montanhas de Marfim. Àqueles que já foram prejudicados pelo bárbaro consideram esta idéia ridícula e continuamente enviam novas expedições de caçadores em busca da cabeça deste homem.

Madame Ruína (Herdeira da Serpente, Maga [Necromante] 8 ) – Duas mil peças de ouro

Uma das criminosas de mais alta recompensa nos reinos, é também uma das que menos recebe visitas de caçadores, ainda que sua localização seja bem conhecida. Madame Ruína é uma poderosa necromante que vive na lendária Ilha do Barão. Sua grande recompensa é resultado de uma vida de experiências cruéis com Moreau seqüestrados de diversos pontos dos reinos, cujas famílias se uniram para oferecer tão vultosa soma em dinheiro a quaisquer caçadores e heróis que a eliminem de uma vez por todas.

João Paulo Francisconi

Amante de literatura e boa comida, autor de Cosa Nostra, coautor do Bestiário de Arton e Só Aventuras Volume 3, autor desde 2008 aqui no RPGista. Algumas pessoas me conhecem como Nume.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. MalkavFelipe disse:

    Moreania me cativa cada vez mais. Grande cenario!

  2. Talude disse:

    Mas as Classes em Moreania não seguirão o padrão do Primeira Aventura?

  3. Nume Finório disse:

    Opa,
    Não é o caso. As poucas mini-fichas que apareceram na DS estavam no padrão D&D 3.5.

  4. Gulherme disse:

    Ei galéra tem como jogar herdeiros moreau online? se tiver me passem o site,vou estar esperando a resposta aqui ok. Vlw Flw ;

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: