Crepúsculo na DragonSlayer?

Conversando há algumas semanas com o Guilherme Dei Svaldi no MSN, perguntei se veríamos na DragonSlayer uma adaptação da série mais adorada/detestada do momento: Crepúsculo.

Vampiros e RPG têm tudo a ver!

Vampiros no RPG? Onde já vi isso?

A seguir, um resumo da conversa, e o grande desfecho.

Salomão:
Tão pensando em fazer alguma coisa da linha Crepúsculo pra DS?
Guilherme:
Sim, a próxima DS vai ser de Crepúsculo. A capa é o Edward.
Salomão:
Bacana.
Guilherme:
Ia ser Tormenta, mas Crepúsculo está mais popular.
Salomão:
Eu não gosto, mas atrai mais jogadores. Aí depois eles começam a gostar de coisas mais legais.
Logo depois disso ele deu umas boas risadas e me disse que não teremos Crepúsculo (ao menos por enquanto, penso eu) nas páginas da DS. E fez questão de dizer que ninguém na DS tem nada contra a série, mas não está nos planos deles.
Destaco aqui uma frase do Guilherme, provavelmente baseada em algo já dito por Kevin Smith:
Guilherme:
Qualquer coisa que faça um monte de menina se interessar por fantasia tem o nosso aval! É porque essas fãs de Crepúsculo de 14, 15 anos… Daqui a pouco podem ser tornar jogadoras de RPG de 18 anos!
Ou seja: se você gosta de Crepúsculo, não perca as esperanças! E se você além disso criou alguma adaptação da série para seu RPG favorito e gostaria de discuti-la com outros jogadores, acesse o fórum da Jambô Editora e apresente seu material.
Se você não gosta, lembre-se de que ainda assim a série tem muito a ver com nosso hobby. Afinal uma certa ambientação fez muito sucesso no Brasil na década de 90, e apesar das outras criaturas sobrenaturais que “vinham junto” no cenário, a grande febre foi mesmo Vampiro: A Máscara.

Você pode gostar...

38 Resultados

  1. Jagunço disse:

    É tudo verdade e faz sentido. Mas a comparação entre Vampiro: A Máscara e esta série ainda me causa reboliços estomacais e uma vontade anormal de beber vodka com Fanta.
    Mas, felizmente, passa.

    • Tek disse:

      Ah cara, no fundo foi mais uma “relação” do que “comparação”. Apesar da minha percepção de Vampiro: A Máscara ser mais de um jogo de super-heróis vampíricos (por causa do Brasil By Night), o que eu sempre ouvi era que seria o jogo dos emos.

      • Relacionar Crepúsculo com Vampiro: A Máscara não dá meu. Vampiro é muito mais profundo e complexo, e foi escrito com um base literária forte, está níveis a frente. Crepúsculo é muito superficial, na verdade o tema vampírico é só usado como uma quebra de rotina da velha fórmula de romancezinho-adolescente-mamão-com-açucar, e acabou encantando a massa de adolescentes sem base literária para detectar isso. A própria Stephen Meyer adimite não ter lido uma página de Drácula de Bram Stoker ou de qualquer livro da saga vampírica de Anne Rice. Bom, vou parar por aqui.

        • Tek disse:

          Claro que dá. Eu poderia relacionar o terceiro filme da série da Múmia (que não tinha nada de múmias egípcias, convenhamos) com o cenário de Múmia da White Wolf.

          • Mamorra disse:

            Tek num viaja muito não. Se você quer comparar o Vampiro: A Máscara com alguma coisa, compara com o Entrevista com o Vampiro e até aquela droga do Rainha dos Condenados até certo ponto. Mas com o Crepúsculo, onde o vampiro é feito de porcelana?
            Mas por outro lado, como você mesmo disse e eu concordo com isso, as menininhas podem começar com isso e com o tempo podem até ir para algo descente.

      • Jagunço disse:

        Tudo bem. E realmente prefiro a primeira definição (a sua), nesse caso, numa boa. 🙂

  2. Lord Anderson disse:

    Pena que a DS não trabalha mais com os sitemas Storyteller e Storyteling, senão podiam fazer uma adaptação de True Blood que esse sim tem tudo a ver com o Mundo das Trevas.

  3. @ImRaphox disse:

    Concordo com boa parte, mas comparar Crepusculinho com Vampiro: A Máscara causou-me vergonha alheia.

  4. Bom, eu tenho fortes ideias que me levam a ser contra Crepúsculo, ideais quais não vou discutir aqui.__A primeira impressão que tive foi que fazer uma adaptação dessa série para RPG seria a mesma coisa que faze-lo com High School Musical, ou rolar um live de Rebeldes… Mas vocês me abriram os olhos, porque se for por um motivo nobre (trazer garotas às mesas de jogo) eu aceito engolir meu orgulho e ver meu objeto de desprezo compactuando com meu tão adorado RPG. =D

  5. Tek disse:

    Crepúsculo ficaria bem adaptado (na minha opinião) no Primetime Adventures, um “RPG de séries de TV” (pra simplificar a coisa).

  6. athos.pendrael disse:

    1)Sobre meninas de 14 anos: Cuidado. Minha esposa tem 28 e é fã… Graças a Deus que ela não é sem noção e não me força a assistir com ela (apesar de ter assistido o 1º em DVD para fazer uma média, rs)
    2) Claro que dá para comparar crepúsculo com Vampiro, parem com preconceito! O Edward é um toreador, o pai dele é um ventrue, o cara dos “dreads” é um nosferatu, a mina amiga dele é uma ventrue antitribu, o outro cara é um gangrel antitribu e quem está lendo essa besteira toda que eu escrevi é malkaviano, hehehehe

    • Claro, nem todos os fãs de Crepúsculo são garotinhas desmioladas, existem várias escessões, mas a gente acaba generalizando.
      E dá sim pra adaptá-lo para Storyteller, por ser um sistema bem flexível quando se trata de certos temas (dá pra adaptar Resident Evil, Constantine, Caminho das Indias e muito mais coisas xD), a questão é que Crepusculo é uma droga (desculpem =P)

  7. Luiz Fernando disse:

    2) Claro que dá para comparar crepúsculo com Vampiro, parem com preconceito! O Edward é um toreador, o pai dele é um ventrue, o cara dos “dreads” é um nosferatu, a mina amiga dele é uma ventrue antitribu, o outro cara é um gangrel antitribu e quem está lendo essa besteira toda que eu escrevi é malkaviano, hehehehe
    huashaushaus, pior que faz todo o sentido mesmo, principalmente o boiola do Edward ser toreador, haushuasa

  8. Dan Ramos disse:

    Se eu fosse vocês não discriminaria quem gosta de Crepúsculo e afins. Afinal, tem muita gente que discrimina quem gosta de RPG e a gente acha que este pessoal é bem equivocado, hein?
    E realmente foi uma ótima ideia, Salomas. É um bom chamariz à literatura e ao RPG sem precisar se esforçar. =)

    • Tek disse:

      É como eu disse para o Betão uma vez: eu não tenho mais o tempo que gostaria para JOGAR RPG, então faço o que posso para promover iniciativas que me agradem.
      Pensem em mim como um lobbysta do RPG. Só que eu não ganho nada por isso (ainda).

    • A diferença é que quem discrimina RPG o faz por desconhecimento. Quem descrimina Crepúsculo sabe bem o que está descriminando (e com razão, na minha opinião)

  9. Talude disse:

    Ei! Faltam três meses para o primeiro de Abril! 😛

  10. Phil Souza disse:

    Eu já promovi uma discussão no twitter sobre o assunto. Dou todo apoio e é muito inteligente da parte de vocês, além de atrair cada vez mais pessoas para nosso hobby 😀

    • Tek disse:

      Em outras épocas e condições eu teria visto o filme e faria uma adaptação rápida (estilo as de animes para 3D&T da DB), mas além de não ver o filme hoje eu infelizmente não tenho tempo.
      Por isso soltei a deixa de mandarem para o fórum da Jambô. Inclusive se aparecer algo bem bacana eu faço questão de publicar aqui.

  11. Chikago666 disse:

    Depois que eu vi uma adaptação de RockBand para 3D&T (e o pior, ficou divertido), eu posso ver crepusculo ST que não fico assustado. E como o Tek disse, se trouxer newbloods pro RPG é um Win.

  12. Deveriam ter feito a edição anterior com este filme, mas acho que aguardaram o novo que vai aos cinemas agora se não me engano.
    Uma sugestão seria dividir uma parte da capa, 1/4 quem sabe, com Avatar. Ou o inverso.
    Gilon

  13. OnaiBaf disse:

    Quem discrimina RPG o faz por ignorância. Quem discrimina Crepúsculo é porque elçe é uma droga mesmo, a pior coisa "relacionável" com RPG que já surgiu depois de Eragon…
    (Quando foi que o Drácula teve um caso com a Sininho?)

  14. Leisses disse:

    O que tem de tão fabuloso em sentar ao redor de uma mesa e brincar de faz de conta que impede que isso seja feito usando a série Crepúsculo como tema?
    Nunca assisti e sinto náuseas todas as vezes que minha esposa me pede para assistir a este filme, mas ficar posando de superior porque brinca de "faz de conta++" é um tanto quanto exagerado pessoal.
    /flame mode off
    Eu só entraria em uma mesa de RPG para jogar Crepúsculo se uma dessas três condições fosse cumprida:
    A mesa tiver como um dos membros: Angelina Jolie, Megan Fox ou minha esposa.

  15. Corvo da Tempestade disse:

    Alem dos "vampiros" brilharem no sol (uma mera licença poética da autora) o que tem de tão ruim em "Crepúsculo"?
    ou melhor o que esses livros tem de tão ruim que que desmereça uma adaptação, lembrando que já teve "perolas" colo sakura card captor.

  16. Ele até merece uma adaptação, pelo simples fato de atrair novos jogadores (e jogadoras!) a mesa de jogo. Mas Crepúsculo continua sendo uma droga. ¬¬

  17. Oriebir disse:

    Yep. Se fosse um anime, ninguém reclamaria.

    • protagonist disse:

      Pelo contrário. Se fosse um anime ia ter sujeito metido a vidente falando mal antes da revista sair (sim, isso já aconteceu antes XD )

  18. Mamorra disse:

    Se fosse um anime continuaria uma droga.
    Mas concordo com alguns, e se analizarmos, imaginem uma revista saindo com a capa do Vampiro Viadin… as menininhas olhariam, algumas comprariam, outras se interessariam por "ser a Bela", e bem vindas ao RPG.
    Ou seja, não é de todo mal que saia alguma adaptação da Crepúsculo na DS, mas as pessoas que fizerem essa adaptação terão que ler todos os 4 livros (ouch, my balls!!!) para fazer um trabalho condizente com os livros. Alguem se habilita? Tek? Nume?
    Boa sorte para quem for faze-lo. Pois você vai precisar

    • Tek disse:

      Como eu disse, esse início de ano eu não tenho tempo. Mas dou apoio e divulgo, se ficar legal.
      Inclusive indiquei o fórum da Jambô para quem quiser se aventurar…

  19. Heitor disse:

    Se vier o Blade como Chefe de Fase, como plano de prevenção, tá limpo

  20. OnaiBaf disse:

    Alem dos "vampiros" brilharem no sol (uma mera licença poética da autora) o que tem de tão ruim em "Crepúsculo"?
    O roteiro. As situaçõe previsíveis. Os personagens superficiais. A repetição constante de frases como "você salva a minha vida apenas por respirar". O romantismo ôco. O moralismo. Enfim, apenas isso…

    • Corvo da tempestade disse:

      Palmas pra você, OnaiBaf.
      Crepúsculo e um Romance, água com açucar, o fato de ter vampiros e completamente secundário 🙂

      • OnaiBaf disse:

        O pessoal entrou numa de chamar de "preconceito" todas as críticas ao Crepúsculo. Pois eu digo, preconceito é o que eu tive contra o "Harry Potter", bem ao estilo "não li e não gostei", por achar que se tratava de uma cópia malfeita do Livros da Magia. Isso até que eu assisti os filmes e percebi que ele, mesmo sendo infantojuvenil, tinha um roteiro bem escrito, personagens com motivações sólidas e um vilão realmente… vilanesco (Ao contrário de Crepúsculo, que tem um romance sem sal nem açúcar, personagens com a profundidade de um pirez e um clã de vampiros que são os vilões APENAS porque gostam de ser malvados (coisa mais besta)
        Juro que tentei assistir esse filme, e não cheguei nem ao final…
        (Isso é um "pós-conceito"…)

  21. HEEHeHehEehhe Pode crer!
    Gilson

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: