Iniciativa 4e #19: Ser Criança

Hoje é segunda-feira, dia dos artigos da Iniciativa 4e (sim, mudamos o dia)! Onde você encontrar o selo ao lado, esteja certo que encontrará material escrito e revisado para a 4ª edição do D&D, com posts conjuntos, temáticos, a cada quinzena.
A proposta desta semana é Crianças, para comemorar o Dia das Crianças. Este é um tema complicado de ser trabalhado sem sair algo brega. Então, eu decidi abraçar o lado brega de uma vez! Resolvi mostrar para vocês o que é ser criança no D&D.

A condição de ser criança

Um tema bastante usado em histórias em quadrinhos e desenhos da TV é a de transformar os heróis em crianças por um curto período de tempo a fim de mostrar que o heroísmo deles é capaz de superar qualquer obstáculo, mesmo que não tenham à sua disposição todo o seu poder. Para representar isso no D&D, criaremos uma condição nova:

Criança

  • Seu deslocamento diminui em um quadrado sempre que não estiver correndo.
  • Seus ataques causam metade do dano. O dano contínuo que causa não é afetado.
  • Você não pode usar armas de duas mãos.
  • Quando você usa uma arma com a propriedade versátil, você é obrigado a empunhá-la com ambas as mãos. Mas você não causa dano adicional por fazê-lo.
  • Seus testes de Furtividade contra a Percepção passiva de qualquer adulto recebem um bônus de +2.

A condição de ser criança é aplicada sobre um personagem da mesma forma que aplicaria a condição de lento, pasmo, imobilizado ou qualquer outra. Ela busca representar que o personagem foi rejuvenescido magicamente até ficar com a idade equivalente ao de uma criança humana de 6 a 10 anos. Isso se reflete bastante na diminuição do poder destrutivo, piora na capacidade de movimento e demais dificuldades de um corpo que ainda não foi completamente desenvolvido. Ainda assim, a condição fornece algumas vantagens comumente associadas às crianças, como a capacidade de sair da vista dos adultos.
A idéia é usar esta condição como algo para uma aventura em especial, mas nada impede de tentar – por sua própria conta e risco – uma campanha experimental de crianças heróicas. E falando em aventuras especiais, aí vão algumas idéias de como transformar seus heróis em pimpolhos:

Ganchos para Crianças

  • Uma entidade da Agrestia das Fadas, capaz de prender pessoas na forma de crianças, desperta e começa a escravizar infantes a fim de que eles trabalhem num perigoso maquinário com tubos pequenos demais para adultos passarem. Este maquinário ameaça destruir a barreira entre a Agrestia das Fadas e o Mar Astral, o que permitiria à entidade acessar alguma forma de poder oculto.
  • Os heróis encontram um espelho amaldiçoado que os transforma em crianças. Agora eles precisam conseguir voltar para casa ou encontrar alguma forma de se livrarem desta maldição.
  • Uma bruxa cria um monstro capaz de transformar adultos em crianças e capturá-los. Ela acha que a carne das crianças é bem mais saborosa e pretende devorar os heróis.

E, claro, este artigo não estaria completo se eu não fornecesse a vocês algum material para facilitar a utilização destes ganchos:

Terrores Infantis

Eis um exemplo de monstro para ser utilizado com um (ou mais, vai saber) dos ganchos apresentados aí em cima. Bem como eu alterei um Otyugh para criar este bichinho, você pode fazer a mesma alteração com outros monstros para conseguir o efeito desejado em sua campanha com os heróis um tanto mais juvenis que o normal.

Infantyugh

O infantyugh é um exemplo de criatura criada especialmente para transformar os jogadores em crianças e permitir uma aventura nesta condição. É uma versão alterada dos Otyughs, nativa da Agrestia das Fadas, e normalmente mantida por bruxas para facilitar o seu trabalho de comer a carne das crianças para manter sua juventude.

Infantyugh Controlador Elite Nível 7
Grande besta feérica XP 630
Iniciativa +3 Sentidos Percepção +11; visão no escuro
Pavor Infantil: aura 5; inimigos vivos sob a condição de criança recebem uma penalidade de -2 em suas rolagens de ataque.
PV 164; Sangrando 82
CA 21; Fortitude 23; Reflexos 15; Vontade 14
Imunidade transformação
Teste de Resistência +2
Deslocamento 6; nadar 5
Pontos de Ação 1
Tentáculo (sem limite; padrão)
Alcance 3; +10 vs CA; 1d8 + 6 de dano, e o alvo é puxado 2 quadrados e agarrado (até escapar).
Raio Juvenil (recarrega 4, 5, 6; menor) • Transformação
Alcance 5; +10 vs Reflexos; o alvo é transformado em criança. Ele tem direito a um teste de resistência no final de seu próximo turno. Caso falhe, ele ficará com esta condição até o final do próximo dia (marcado pelo amanhecer), ou até que a bruxa que criou o infantyugh seja destruída ou resolva desfazer o efeito.
Rugido Apavorante (recarrega 5, 6 quando sangrando; padrão) • Medo, Psíquico
Rajada contígua 5; +10 vs Vontade; 1d8 + 4 de dano psíquico, empurra 4. Caso o alvo esteja com a condição de criança, ele ficará atordoado até o final do próximo turno do Infantyugh.
Olho Espião
Um Infantyugh pode esconder-se sob águas turvas ou lixo, deixando apenas seus olhos expostos. Enquanto fizer isso ele ganha um bônus de +10 para testes de Furtividade, mas conta como se estivesse imobilizado.
Tendência: ImparcialIdiomas:
Perícias: Furtividade +8
For: 16 (+6)Des: 11 (+3)For: 16 (+6)
Con: 18 (+7)Int: 1 (-2)Car: 5 (+0)

Táticas do Infantyugh
A uso do Infantyugh no combate é razoavelmente simples: ele vai tentar transformar o máximo de indivíduos do grupo em crianças, a fim de fazer um maior uso de sua habilidade de causar medo em crianças e afetá-las com sua aura. Além disso, é justamente para transformar adultos em crianças que ele foi criado – então é esperado que ele tente transformar a todos sempre que possível.

Outros Artigos da Iniciativa 4e #19:

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Dan Ramos disse:

    Que ideia foda tu me deu! Vou fazer uma aventura fodinha na minha campanha fazendo os PJs virarem crianças, depois posto em algum lugar como foi =)

  2. Criança é um dos melhores personagens para jogar RPG desde Grimm.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: