Política de sites de fã liberada pela Wizards! Eu acho que não…

Soube da notícia através de um post do Paragons, aparentemente a Wizards of the Coast anunciou que finalmente liberou a política de fansites (sites de fãs), mas soltou só um kit de imagens para sites associado a uma licença.
Peraí, mas não é a mesma coisa?
Não. Não é. E eu vou explicar:

Primeiro, um pouco de história

Desde quando a Wizards of the Coast lançou a primeira versão da Game System License (GSL), ela prometeu que posteriormente lançaria também uma política a ser seguida pelos sites de fãs.
Sites de fãs são sites como este aqui, a .20, o d3System, o Nitro Dungeon, o Rolando20. Enfim, sites que colocam na net informações acerca de jogos (neste caso, do Dungeons & Dragons) com uma certa regularidade. Não basta sair uma notícia no G1 a respeito do jogo para considerá-lo como um site de fã.
Mas enfim. Desde outubro uma porção de gente aguarda por um pronunciamento da Wizards a respeito da política para sites de fãs. Não só donos de sites, mas também freqüentadores de fóruns de criação de material e colaboradores de sites de conteúdo. Tal política afetaria todos eles, já que versaria sobre o que pode e o que não pode ser colocado na internet, pelo menos de forma legal. E depois da Wizards mandar cartinhas pedindo para os sites Ema’s Character Sheets e o 4epowercards.com tirarem o material e serviços irregulares dos sites sob a ameaça de rolar processo, muita gente ficou preocupada em ter um site de acordo com a editora. Além do quê, se é possível deixar o site nos conformes da política da empresa que lança o jogo, porque não? É sempre legal nutrir uma relação saudável com as editoras.
Então as pessoas ficaram aguardando. Isso não afetou em nada (até onde eu sei) a atividade de site algum. Mas muitos donos de sites com quem falo de vez em quando expressaram em um momento ou outro interesse em ver esta política lançada logo.
E hoje eu li a notícia do Paragons.

O que a Wizards fez

A Wizards lançou o Fan Site Kit, um arquivo de pouco mais de seis megas com logotipos, capas de livros e ilustrações internas.
A idéia é fornecer uma ajudinha para os mantenedores de sites que desejam falar de D&D. O que seria uma atitude muito louvável se não tivesse lançado junto uma licença nebulosa que não apenas não esclarece quase nada para quem deseja lançar material, como ainda joga parte da responsabilidade de volta para a GSL, gerando um círculo vicioso que deixa as pessoas sem muitas respostas (falo mais sobre ela na próxima semana).
Por essa a Wizards deve ter sua tentativa reconhecida, mas infelizmente a execução foi ruim.

Qual o problema?

A Wizards of the Coast anunciou ter finalmente lançado uma política para sites de fãs, mas no lugar lançou uma licença. A diferença?
Uma política, neste sentido, é um apanhado de noções gerais sobre o que a Wizards espera que os sites façam/apresentem e quais direitos a empresa permitirá que os sites violem enquanto estiverem seguindo este direcionamento dado. É a Wizards, por exemplo, deixar bem claro que você pode usar as ilustrações ou mapas das galerias do site deles para ilustrar artigos e encontros criados por você e disponibilizados em seu site. Ou ela deixar bem claro que cartas de poderes já preenchidas com poderes do Livro do Jogador (ou outro livro deles) não são coisas que eles querem ver e neste caso eles poderão sim processar quem as colocar on-line.
Isso é uma política. Linhas gerais que servem para nortear os donos de sites de fãs.
Não foi isso o que a Wizards soltou.
Ela soltou uma licença associada a um kit de imagens. Ela não dá linhas gerais sobre como agir, mas sim estabelece um contrato, um acordo com regras específicas sobre o que deve fazer ou não caso deseje usar os recursos que estão no kit oferecido por eles. Não há uma orientação sobre o que eles esperam que um site de fã apresente. Não há uma preocupação de orientar o fã que pretende investir seu tempo e esforço para criar um ponto de divulgação do jogo (afinal, o que mais é um site de fã do que isso?).

Então, o que eu faço com isso?

A resposta curta: nada!
Este contrato é específico para quem usar o kit de imagens. A menos que queira usar as imagens do kit você não precisa aderir ao contrato. Quem já tem um site ou pretende abrir um novo não precisa se preocupar, pode continuar com as atividades até que a Wizards ou a Devir te mande uma cartinha (ou e-mail).
Em breve vou abordar direitinho os termos deste contrato e vocês vão entender melhor o que estou dizendo.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Tek disse:

    Sensacional CF, acho que um esclarecimento assim era o que eu e várias pessoas precisavam.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: