Em tempos de crise…

Enquanto uns reclamam dos efeitos da crise mundial de crédito nas futuras vendas de RPG em PDF no Brasil (?), outros arregaçam as mangas e trabalham, mostrando que apenas isto é necessário para ir para frente neste e em qualquer país. Deêm uma olhada:

A editora Virtual Libri nasceu em 2008 com a proposta de aliar o desenvolvimento cultural à responsabilidade que todos nós devemos ter com o meio ambiente.
Sabemos que este é um grande desafio, mas contamos com o apoio de você, leitor, para que todos – os escritores, os amantes da literatura e o meio ambiente – sejam os grandes beneficiários desta idéia.
Aos escritores, deixamos as portas abertas para que possam estrear no mercado editorial, geralmente tão difícil de ingressar.
Os amantes da literatura, através de nosso portal, terão acesso a várias obras inéditas de inúmeros escritores, de todos os cantos do mundo e dos mais variados gêneros, sempre a um custo bem abaixo do que se encontra nas livrarias.
O meio ambiente se beneficia pelo ambiente virtual, que se caracteriza pela economia de papel – se observarmos o consumo de madeira, água e energia elétrica utilizados para se produzir o papel, não fica difícil perceber o ganho ambiental de uma obra eletrônica.
Privilegiamos o meio digital, mas caso você, leitor, se sinta incomodado em ler na tela do computador, nossas obras foram editadas para, caso necessário, serem impressas em formato A4, que é o formato utilizado pelas impressoras residenciais. Caso opte pela impressão de seu livro, sugerimos que imprimam duas páginas por folha, para que haja economia na quantidade de papel gasto na impressão. E, sempre que possível, use papel reciclado!
Conheça nossas obras e deixe suas sugestões, e, por favor, denunciem se encontrarem obras piratas de nossa editora.

E o que o RPG tem com isso? Acontece que entre as categorias de livros que a editora Virtual Libri está oferecendo estão os RPGs, uai! Se interessou? Tem o seu sistema ou cenário próprio e quer tentar a sorte? Então entre em contato com a editora através do e-mail [email protected], e aproveite que eles estão justamente atrás de autores de RPG para preencher a lacuna no site.

Bom, acabado o mini-merchan gratuíto, hora de falar um pouco mais de como eu gostaria que este serviço fosse. Para começar, eu acho meio que montar uma editora de venda de PDF com loja própria seja o melhor negócio.

Mesmo com o espaço praticamente ilimitado para novos autores, o modelo de negócio mais apropriado seria investir no serviço de venda de PDF em si, oferecendo-o a qualquer pessoa interessada (e cobrando uma porcentagem do preço do livro), e esquecendo dos custos de editoração, revisão e outros. Sem falar que abrindo o serviço para todos, outras editoras e autores amadores se encarregariam da divulgação do site, gerando mais visitas, que se convertem em mais compras que significam maiores lucros sem maiores investimentos em publicidade.

De qualquer jeito, a iniciativa está aí, sem falação desnecessária e montanhas de desculpas para atrasos que não tem outra razão senão a incompetência.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. João!
    Tem link a editora? Gogleei e não achei!

  2. Thiago disse:

    http://loja.virtuallibri.com/ ta na news o nome da editora eh o link XD

  3. Jean da Silva disse:

    você foi convidado a participar de “que blog maneiro!”, acesse: http://castlerpg.wordpress.com/2009/01/29/olha-que-blog-maneiro/

  4. Eduardo diek disse:

    Realmente é uma grande idéia.
    Só tem que ver como serão as vendas, se forem grandes realmente haverá uma revolução.
    Mas eu, sinceramente, não gastaria 10 reais em um livro virtual.
    Abraços
    diek

  5. Nume Finório disse:

    Tá na mão, Antônio, esqueci de colocar na correria de problemas aqui 🙁

  6. Arquimago disse:

    OLha eu gastaria, um livro desses impresso não sai por menos de 40 ou MAIS, e você pdoe ter um grande decepção, com 10 reais, eu ia achar ruim se não gostasse do livro, mas pelo menos não me sentiria “roubado”.
    Acho que vale a pena sim, a questão é esperar a coisa crescer, qum sabe. Mas a iniciativa de modo geral é muito interessante!

  7. WGdS disse:

    Não gosto de ler textos muito longos no computador, imagine um livro inteiro! Mas o argumento do Arquimago é válido: se o livro fosse bom, bastaria imprimí-lo da forma mais barata possível (preto e branco, impressora laser, etc).
    Para isso acho importante esses livros não terem as “firulas” visuais de livros impressos. Uma boa diagramação já é o suficiente – sem bordas, fundos, etc.

  8. Futuros suplementos do Re.Ação via .pdf? ;D

  9. Adão Pinheiro disse:

    Confesso que fiquei interessado. Vai que dá certo? 😛

  10. Daniel R disse:

    Não sei pra onde foi o pingback, mas tô cumprindo com a minha parte em avisar que vocês foram indicados pela gente pra o infeliz do meme do blog maneiro! Fomos os primeiros a indicar e os últimos a avisar! =D

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: