KOBOLD Guide to Game Design, Vol. 1: Dicas profissionais para escrever RPG

Adoro meu feed do DriveThruRPG! Hoje ele me presenteou com essa belezinha de livro, o KOBOLD Guide to Game Design, assinado por alguns nomes famosos da industria americana de RPG.

Ever wondered what it takes to make it as a freelancer?

Want to improve your homebrew adventures? The KOBOLD Guide to Game Design distills years of professional experience into a collection of design wisdom that can improve your game and vastly increase your odds of selling a magazine article, adventure, or complete game design.

Includes tips from Keith Baker, Wolfgang Baur, Ed Greenwood, and Nicolas Logue on:

• Audience and Making the Pitch
• Design Tips and Tricks
• Writerly Craft
• Pacing and Drama
• Worldbuilding
• Genres from Noir to Arabian and Underdark
• City Adventures
• And More!

This 88-page collection of essays—many previously presented only to patrons of OPEN DESIGN—is now available to the public for the first time. It also collects design wisdom from the pages of KOBOLD QUARTERLY magazine.

Basicamente, este PDF é um apanhado com artigos apresentados na revista eletrônica Kobold Quarterly e artigos inéditos com dicas de profissionais para escrever RPG. Mais alguém lembrou dos dois volumes de compilações das Dicas de Mestre da finada Dragão Brasil?

Tenho ouvido comentários favoráveis sobre a Kobold Quarterly e o preço é bem atraente para o grande número de páginas, talvez compre alguns numeros quando finalmente tiver meu cartão de crédito internacional. Mas voltando ao livro, acho interessante este tipo de livro, e bem que um certo dono de portal alguns autores nacionais podiam aproveitar para aprender alguma coisa. Se bem que caráter não é bem o que se aprende nestes livros.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Rocha disse:

    Cara esse livro parece ótimo: Keith Baker, Wolfgang Baur e Nicolas Logue! Lá vou eu torrar os créditos da Secular na RPGNow : )

  2. Edy disse:

    Fantástico esse livro!
    Parece que vou ter que montar outra prateleira lá em casa.. hehehehe

  3. valberto disse:

    Mano, por que vc não larga d emão as traduções do pathfinder, baixa essa bagaça e traduz? Liberat um capíotiulo por semana no teu blog…

  4. Nume Finório disse:

    Hã, por que ele é protegido pela lei dos direitos autorais e por minhas próprias noções morais?

  5. Allana disse:

    Hm, mas são dicas para escrever RPG, né?
    Sounds nice. 🙂

  6. Wicttor disse:

    Daqui a pouco algum sem noção moral faz uma “adaptação”…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: