A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 19

Conversa fiada Meu nome é Sei. Não tenho um sobrenome. Originalmente eu vivia na favela mas depois que a senhorita me recolheu das ruas, comecei a trabalhar para a Casa […]

Conversa fiada

Meu nome é Sei. Não tenho um sobrenome. Originalmente eu vivia na favela mas depois que a senhorita me recolheu das ruas, comecei a trabalhar para a Casa Ducal de Armelia.

Eu estava trabalhando como um aprendiz de mordomo com Sebastian-san para a casa ducal, no entanto, essa é uma história do passado.

Tudo começou quando a senhorita se tornou a representante do Lorde Feudal. A senhorita lançou um conglomerado, e ao mesmo tempo, me colocou a cargo desse conglomerado. Me pergunto para onde meu trabalho como mordomo se foi… Me tornei as mãos e pés da senhorita, me encontro com pessoas importantes todos os dias, troco correspondências com clientes… Há uma montanha de coisas para se fazer. Mesmo agora, estou indo mandar uma mensagem via pombo-correio para repassar as instruções da senhorita.

“Oh, nossa, Sei-san. Obrigada pelo seu trabalho duro¹.”

“Obrigado pelo seu trabalho duro, Tanya-san.”

Coincidentemente, Tanye e eu passamos um pelo outro. Ela, também, está trabalhando como as mãos e pés da senhorita.

“Como tem sido ultimamente?”

“O mesmo de sempre. E quanto a você, Tanya-san?”

“No meu caso também, o mesmo de sempre. Agora que você mencionou isto, como está a agenda hoje?”

“Depois de ter uma pequena pausa, estava planejando ir até a senhorita.”

“Se esse é o caso, você gostaria de tomar chá?”

Depois de receber um raro convite de Tanya-san, nós nos dirigimos até a sala de descanso dos empregados.

“Por favor, sente-se.”

Depois de me sentar numa cadeira, Tanya me serviu uma xícara de chá. O líquido é de um verdade pálido amarelado, um dos produtos desenvolvidos recentemente através dos esforços do conglomerado, o chá de ervas.

“Este é o chá de ervas sabor alecrim. É bom para tomar quando se está cansado.”

“Muito obrigado. …Vou experimentar.”

Depois de tomar um gole, expirei lentamente.

“É delicioso. …Eu parece estar cansado?”

“Não. No entanto, você está cansado, certo?”

“Hahaha… Bem, você está certa. No entanto, ainda estou forte o bastante para continuar. Quando me comparo com a senhorita…”

“Eu também estou preocupada com ela. Já faz um tempo agora que não tenho visto a senhorita tirando quaisquer pausas.”

“Você está certa, é como tem sido. Sempre que vejo ela assim, penso que tenho que trabalhar com mais vontade.”

Meu trabalho certamente aumentou desde que a senhorita retornou. No entanto, nunca pensei disso como um incomodo. Ou melhor, ser capaz de ver o quanto o conglomerado irá crescer… é um prazer fazer parte disto.

Acima de tudo, quando vejo que a carga de trabalho da senhorita é o dobro quando comparada com a minha, eu sinto que é natural para mim trabalhar mais.

“Você não deveria estar baseando seus padrões na senhorita. Por que ela é viciada nisto.”

“Hahaha, você disse algo realmente apropriado… Ah, eu tenho que ir logo.”

“Neste momento, a senhorita está conversando com a madame. Por causa disto, ela provavelmente ainda não terminou de ajeitar as coisas…”

“É mesmo. Então, talvez deva ir um pouco mais tarde. …De qualquer maneira, para a madame fazer toda a viagem até aqui, ela provavelmente está preocupada com a senhorita…”

“Provavelmente é isto mesmo. Desde que de tempos em tempos, Yair-san manda um relatório para a mansão.”

Yair-san é o segundo mordomo da casa ducal. No entanto, desde que Sebastian-san agora está devotado à administração do feudo, ele está fazendo o trabalho do primeiro mordomo.

“Eu entendo completamente que o que a senhorita está tentando fazer é muito importante. No entanto, comparada com o feudo, a senhorita é mais importante para mim. Eu acho que essa é uma boa oportunidade para a senhorita descansar mesmo que um pouco…”

Para Tanya, a senhorita é sua salvadora. De todos nós, Tanya tem os sentimentos mais fortes pela senhorita. Se a senhorita pedisse que ela tirasse a própria vida, ela faria isso com prazer.

“É verdade. …Ah, Tanya-san. Pode me servir outra xícara desse chá?”

“Com prazer.”

Vamos relaxar mais um pouco antes de ir. Não podemos estragar o raro momento de descanso da senhorita.

“…Oh, faz um tempo desde que duas pessoas atualmente estiveram juntas aqui.”

“Dida-san. Fazia tempo que não nos víamos.”

A pessoa que apareceu inesperadamente foi Dida-san. Apesar do dever dele ser como guarda-costas da senhorita, desde que ela voltou ele tem estado viajando através do feudo dando instruções no lugar dela. Então, faz um bom tempo desde que nos vimos pela última vez.

“Dida-san também, você gostaria de beber?”

“Esse é chá que todo mundo está falando ultimamente, certo? Vou beber, sim.”

Tanya prontamente serviu uma xícara de chá para Dida-san. Apesar dele olhar com curiosidade para o chá, a princípio, ele riu alegremente depois de beber.

“Ahh~ isso é uma delícia. Gostei mais desse do que de chá comum. A senhorita é incrível para ser capaz de inventar essas coisas uma atrás da outra.”

“Hahaha, certamente. Aliás, o que Dida-san tem feito ultimamente?”

“Hmm? Eu fui de um lado para o outro com Ryle e o resto dos recém-treinados guardas patrulhar as estradas principais.”

A senhorita quer fortalecer a ordem pública, e Ryle-san e Dida-san foram colocados a cargo de treinar os novos recrutas. Por que os guardas ducais são famosos por sua alta qualidade, não há outros mais adequados para a tarefa.

Além disso, Ryle-san e Dida-san foram solicitados pela família real para se juntar à Guarda Real, mas eles escolheram ficar aqui. Em outras palavras, eles são pessoas famosas.

“Como está a ordem pública?”

“Está indo relativamente bem. A economia está indo bem, também. Mas porque o treinamento daquele cara é intenso, um monte dos recrutas quiseram escapar².”

“Hahaha, isso não é uma boa coisa? Então, o que você tem para fazer hoje?”

“É porque fui chamado por aquele cara. Mas não tenho ideia do motivo. …Bem, faz um bom tempo desde que estive de volta. Então provavelmente está tudo bem se agir um pouco selvagem. Ah, Tanya, por favor me acompanhe num treinamento.”

“Me permita declinar o convite.”

De fato, Tanya também é versada em artes marciais. Quando ela ela mais nova, ela parece ter recebido treinamento severo da Casa dos pais da madame³. Mesmo assim, ela treinou de todo o coração para ser capaz de proteger a senhorita.

“A maioria dos meus ataques são mortais. É uma técnica que aperfeiçoei para matar o oponente. Por que meus fundamentos são diferentes dos seus, não posso agir como sua companheira de treino.”

“Hahaha, você é uma criada assustadora. No entanto, acha que eu perderia?”

“Não, não quis dizer algo como isso. O que quis dizer é que nossos estilos são muito diferentes um do outro.”

“Bem, você está certa. Não tenho escolha. Vou ter que me contentar com aquele cara.”

Dida-san bebeu o último gole de chá e levantou.

“Obrigado por isto. Vejo vocês mais tarde.”

“Obrigado pelo seu trabalho duro.”

“Obrigado pelo seu trabalho duro… Então, vou ir para junto da senhorita. Por que ainda existem muitas coisas para serem feitas, tenho que ir logo.”

…Vou fazer o meu melhor. A senhorita, e também todo mundo, estão fazendo o melhor que podem nas suas tarefas.

Apesar do trabalho que precisa ser feito está todo misturado dentro da minha cabeça, retornei ao trabalho me sentindo revigorado. Como pensei, uma pausa para descansar é importante.

A senhorita também parece ter tido uma pausa boa de descanso.

 

xxxxxx

 

Então, aparentemente, a criada pessoal da Iris é uma ancestral da Viúva Negra: ruiva bonita especialista em artes marciais e técnicas de assassinato…

 

¹ No Japão, é um costume esse tipo de saudação onde se agradece alguém na mesma empresa por trabalhar duro. Faz sentido, se você está trabalhando duro, não está jogando o trabalho extra para cima dos seus colegas de trabalho.

² Pelo tom, ele está se referindo a pedir demissão, não deserção.

³ Para quem não lembra, essa é casa do Marechal do reino.

Navegue pela série<< A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 18       A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 20 >>

Sobre Nume Finório

João Paulo Francisconi, entre outras enormes perdas de tempo, é blogueiro há dez anos, escreveu para a finada Dragon Slayer, publicou alguns livros de RPG e assistiu quatro episódios de Punho de Ferro.