Heróis Improváveis: Suteky, a exploradora finntroll

Os acadêmicos finntroll conhecem muito pouco sobre a superfície e seus reinos, impérios e raças. A maior parte dos relatos vem de caçadores de escravos que viajam para a superfície […]
Ranger com um grande felino como companheiro animal e membro bondoso de uma raça subterrânea maligna... onde é que já vi isso antes mesmo?

Ranger com um grande felino como companheiro animal e membro bondoso de uma raça subterrânea maligna… onde é que já vi isso antes mesmo?

Os acadêmicos finntroll conhecem muito pouco sobre a superfície e seus reinos, impérios e raças. A maior parte dos relatos vem de caçadores de escravos que viajam para a superfície e da própria “mercadoria” que eles trazem. Ambos são largamente considerados como indignos de confiança: os relatos dos caçadores são floreados para aumentar sua glória e o preço dos escravos, enquanto os próprios escravos são, para os finntroll, estúpidos demais para fornecer os detalhes corretos.

Por isso a pequena ordem dedicada a Tanna-Toh em Trollkyrka sempre enviou seus próprios devotos em missões de reconhecimento para a superfície. Um destes devotos era a maga Suteky, que anos atrás acompanhou uma expedição para o reino da superfície conhecido como Tapista. Apesar de um contato inicial relativamente amigável, a expedição logo despertaria a ira dos minotauros por alguma razão que sempre foi um mistério para a maga, e iniciou-se uma fuga desesperada que os levou a Grande Savana onde todos os membros da expedição morreriam com exceção de Suteky.

Ela acabou sendo salva por Khalifa, uma humana paladina de Tanna-Toh em missão para “civilizar” os povos da Grande Savana. Sem saber como retornar a Trollkyrka sem a ajuda dos guias, a maga decidiu acompanhar a paladina com o objetivo de estudar os costumes dos povos daquela parte de Arton, já que sua missão original havia falhado.

Durante anos ambas viajaram pela Grande Savana, onde um predador se esconde em cada sombra, conhecendo as tribos e costumes da região. A mudança em Suteky seria gradual, mas irreversível, logo aprenderia a sobreviver nos ermos, a se esconder nas sombras para evitar os predadores, a domar feras e a lutar com seu arco tão bem quanto conjura suas magias. Ela deixava de ser uma acadêmica para se tornar uma exploradora.

A mudança ainda iria mais longe. A convivência prolongada com os estranhos ideais de Khalifa trouxe uma mudança tão profunda para sua moral quanto a convivência com a Grande Savana trouxe para seu comportamento. Logo ela começava a se importar mais e mais com os “selvagens” que estudava, e pequenos favores para as tribos se tornariam pequenos heroísmos e então grandes sagas. A grande caçada ao Tigre-de-Hynnin, a expedição ao Templo de Karalantir, o duelo ao pôr do sol contra o grande vilão Mazoberram e muitas outras histórias sobre Suteky, Khalifa e o leão Orgulho são contadas pelos habitantes da savana em suas fogueiras noturnas.

Uma noite, deitada sob as estrelas da Grande Savana com Khalifa de um lado e Orgulho de outro, ela finalmente percebeu que provavelmente jamais retornaria para Trollkyrka. “Quando eu morrer, enterrem meu coração na savana, onde ele pertence”, foi o que ela escreveu em seu diário de viagem naquela noite.

Suteky: finntroll maga 7/ranger 4, LN; ND 11; tamanho Médio, desl. 9m; PV 69; CA 22 (+2 braçadeiras, +1 anel de proteção, +4 destreza, +5 nível); corpo-a-corpo: espada curta +8 (1d6+5, 19-20); à distância: arco curto +12 (1d6+10, x3); hab. familiar (falcão), empatia selvagem, inimigo predileto (humanóide +4, animais +2), estilo de combate (arquearia), terreno predileto (planície +2), vínculo selvagem (companheiro animal), imunidade a atordoamento e metamorfose, é afetado por magias que afetam plantas, visão no escuro, regeneração, resistência à magia +4, sensibilidade à luz; Fort +8, Ref +8, Von +7; For 10, Des 18, Con 16, Int 22, Sab 10, Car 13.

Perícias & Talentos: Conhecimento (arcano) +20, Conhecimento (geografia) +20, Conhecimento (natureza) +20, Furtividade +17, Identificar Magia +24, Ofício (alquimia) +14, Percepção +18, Sobrevivência +14. Foco em Perícia (Percepção), Magias em Combate, Mago de Batalha, Na Mosca, Liderança (parceiro), Tiro Certeiro, Tiro Preciso, Tiro Rápido, Treinamento em Perícia (Furtividade, Sobrevivência), Rastrear.

Magias Conhecidas de Mago: 0 ? detectar magia, intuir direção, som fantasma, mensagem; 1º ? armadura arcana, escudo arcano, ataque certeiro, compreender idiomas, detectar portas secretas, área escorregadia, enfeitiçar pessoa, leque cromático, aumentar pessoa, montaria arcana, recuo acelerado; 2º ? proteção contra flechas, invisibilidade, reflexos, raio ardente; 3º ? dissipar magias, idiomas, relâmpago, flecha de chamas; 4º ? globo de invulnerabilidade menor, assassino fantasmagórico; PM: 25; CD: 16 + nível da magia.

Equipamento: arco curto +1, espada curta obra-prima, braçadeiras da armadura +2, luvas da destreza +2, anel de proteção +1, varinha de despedaçar, varinha de mísseis mágicos.

Orgulho (leão, companheiro animal): animal 4, N; ND 4; tamanho Médio, desl. 9m; PV 28; CA 17 (+3 destreza, +2 natural, +2 nível); corpo-a-corpo: mordida +7 (1d6+5) ou mordida +5 (1d6+5) e 2 garras +5 (1d4+5); Fort +6, Ref +7, Von +3; For 16, Des 16, Con 15, Int 2, Sab 12, Car 6.

Perícias & Talentos: Percepção +8. Ataques Múltiplos, Vitalidade.

Khalifa (parceira): humana paladina de Tanna-Toh 9, LB; ND 9; tamanho Médio, desl. 6m; PV 87; CA 35 (+11 armadura, +1 destreza, +6 escudo, +1 item mágico, +4 nível, +2 paladino); corpo-a-corpo: espada longa +14 (2d6+7, 19-20) ou espada longa +9/+9 (2d6+7, 19-20); à distância: arco composto +10 (1d6+7, x3); hab. código de conduta, divindade (Tanna-Toh), destruir o mal 3/dia, detectar o mal, cura pelas mãos 2d8+2 6/dia, graça divina, aura de coragem, saúde divina, canalizar energia positiva 2d6 6/dia, arma da fé, armadura da fé, vínculo divino (forças divinas), remover condição (doente, cego); Fort +15, Ref +11, Von +10; For 16, Des 12, Con 16, Int 14, Sab 10, Car 20.

Perícias & Talentos: Cavalgar +13, Conhecimento (religião) +14, Cura +12, Diplomacia +17, Iniciativa +13, Intuição +12. Ataque Duplo (espada longa), Domínio do Conhecimento, Conhecimento de Golpes (Bloqueio com Escudo, Ripostar), Escudo Fraterno, Foco em Arma (espada longa), Foco em Armadura (pesadas), Foco em Escudo (escudo de corpo), Usar Escudo de Corpo.

Equipamento: espada longa de adamante obra-prima, armadura completa +2, escudo de corpo +1, anel de proteção +1.

Roubei a imagem do post daqui.

About Nume Finório

João Paulo Francisconi, entre outras enormes perdas de tempo, é blogueiro há dez anos, escreveu para a finada Dragon Slayer, publicou alguns livros de RPG e assistiu quatro episódios de Punho de Ferro.