Falando com o Mestre: Rafael Beltrame

Com o lançamento recente de Sombras & Segredos, um guia Old Dragon para Ladrões, a editora Moostache Books estréia no mercado. Por trás dessa nova editora temos Rafael Beltrame, autor […]

sombras_e_segredos__84484_zoomCom o lançamento recente de Sombras & Segredos, um guia Old Dragon para Ladrões, a editora Moostache Books estréia no mercado. Por trás dessa nova editora temos Rafael Beltrame, autor de O Forte das Terras Marginais (Redbox Editora) e Goblins em Campanha (Unza Editora), que aceitou nos conceder uma entrevista sobre sua nova empreitada.

RPGista: Primeiramente, obrigado pela oportunidade dessa entrevista, Rafael. Nos fale um pouco mais sobre a Moostache Books. Qual o objetivo dessa nova editora no mercado?

Rafael Beltrame: Eu que agradeço pelo convite! A Moostache Books nasceu, como o nome sugere, do meu blog “Moostache”, dedica aos materiais da Redbox Editora (em especial o Old Dragon). Me considero feliz por ter um certo tempo livre em meu trabalho, e gosto de produzir material de RPG. Para isso, leio bastante e pesquiso materiais das décadas de 70 e 80, principalmente, pois é uma época de grandes produções e material que acho muito divertido. Nem sempre as editoras têm interesse, ou ainda, tempo, para publicar o material de outros, e essa foi a minha justificativa em criar o Moostache Books: um selo que abraçasse o material que produzo, mas que por razões de calendário, talvez não vissem a luz do dia.

RPGista: Então a Moostache é uma editora fundamentada nos preceitos do movimento Old School?

RB: Bom, é a maneira que eu jogo, e sigo desta forma meus pensamentos. Não espere, por exemplo, poder matar todos os monstros e “zerar” a dungeon em uma aventura minha. Os desafios estão lá, mas cabe aos jogadores saberem como lidar com isso. Acredito que o jogador é mais importante na resolução de problemas do que o personagem.

RPGista: O primeiro produto de vocês, o Sombras & Segredos, um guia Old Dragon para Ladrões, segue a linha dos antigos livros vermelhos de AD&D e está sendo lançado exclusivamente em PDF. Você acredita que há boas perspectivas num mercado brasileiro de PDFs para RPG atualmente?

RB: Bom, acredito que vem crescendo sim. A Redbox tem incentivado vários autores a colocarem seus materiais na loja deles, independente do sistema (desde que sejam produtos dentro da lei, sem problemas de copyright, por exemplo). Eu não tenho um tablet ou aparelho semelhante para ler arquivos digitais, mas vejo cada vez mais mestres usando em suas mesas esse tipo de apetrecho. Fora isso, os próprios números de venda estão sendo bem felizes, o que me leva a ter uma atitude positiva em relação ao PDF. Claro, se você entra na Amazon do Brasil e vê um PDF a 30 ou 40 reais, não é muito convidativo. Acho que preço justo, apresentação e qualidade são fundamentais para uma venda bem sucedida.

RPGista: E com relação a livros físicos, há espaço para eles nos planos para o futuro da Moostache?

RB: Em primeiro plano, não. Mas quem sabe, se a aceitação dos produtos for boa, né?

RPGista: Ainda sobre o Sombras & Segredos. O que levou você a decidir por livros de classe como o primeiro lançamento da sua editora?

RB: Bom, como ja tinha feito um livro “de raça” para a UNZA RPG (Goblins em Campanha), e tenho mais dois livros de raças na fila das editoras, me pareceu propício. No inicio, o livro surgiu como apenas a parte da aventura: era uma aventura para apenas um personagem Ladrão. Contudo, eu quis colocar alguns pareceres, itens novos, e transmitir um pouco das coisas legais que já li e aprendi com o tempo. Foi ai que o livro de aventura se tornou um livro de classe.

As aventuras dos livros de classe usam como base um cenário comum: as vilas e cidades apresentadas no PDF gratuito “Que as Aventuras Comecem” (que está no site da Redbox¹), pois acho muito legal essa ideia de material interligado.

RPGista: Sobre esta aventura presente no livro, se trata de aventura-solo ou uma aventura tradicional com mestre?

RB: Então, é um problema dar um nome correto: ela é solo por comportar apenas um jogador E um mestre. Não é como um livro jogo, mas é com um personagem solo. Sabia que jogo assim, um Mestre e um Jogador, há quase 15 anos?

RPGista: É uma maneira bastante diferente de jogar, afinal de contas, RPG é muitas vezes descrito como um jogo social que cria laços entre um grupo de pessoas. Jogar com apenas uma pessoa dilui este efeito ou o fortalece?

RB: É diferente sim, mas o próprio Gygax fazia isso. As vezes apenas ele como Jogador, as vezes apenas Robert Kuntz como Jogador. O negócio, que diferencia, é que nos moldes mais antigos, a contratação de ajudantes (guerreiros de nivel 0-1, carregadores de tocha, de equipamentos, etc). Acho que esta postagem que fiz a algum tempo pode esclarecer.

RPGista: Após este livro, qual a estratégia da Moostache para o futuro, vocês já tem outros lançamentos agendados?

RB: Minha vontade é continuar com as outras 3 classes básicas (Homem de Armas, Clérigo e Mago). Isso já deve dar um certo tempo de trabalho, visto os outros trabalhos para as outras editoras. Depois disso, quem sabe? Quem sabe as aventuras clássicas que não foram escolhidas para serem adaptadas pela Redbox? Vamos ver, tudo depende da aceitação do público ao PDF.

RPGista: Acho que isto é tudo. Alguma última mensagem para o pessoal?

RB: Escrever é treino, e nada como publicar vários materiais gratuitos para ganhar experiência e “mostrar a cara”. Contudo, como já me disseram, enquanto o material for gratuito todos vão dar tapinhas nas suas costas e dizer “muito bom”.

Faça algo que goste, invista tempo e pesquisa, e veja se o mercado para o produto que você quer lançar está saturado ou não. Em caso negativo, não exite em publicar ao menos um pdf!

Caso o mercado esteja saturado, e mesmo assim você quiser publicar, publique gratuitamente e ganhe alguns XPs no processo.

E muito obrigado pela entrevista 🙂

********

Nós que agradecemos pela oportunidade, Rafael!

Sombras & Segredos, um guia Old Dragon para Ladrões é um PDF de 40 páginas coloridas por R$ 6,90 disponível na loja da Redbox.

¹ Não encontramos o link, leitores, nossas desculpas.

About Nume Finório

João Paulo Francisconi, entre outras enormes perdas de tempo, é blogueiro há dez anos, escreveu para a finada Dragon Slayer, publicou alguns livros de RPG e assistiu quatro episódios de Punho de Ferro.