FIQ 2013 — indicações, comentários e VAI DIACHO!!

É isso pessoal. Começou ontem a oitava edição do Festival Internacional de Quadrinhos — FIQ, em Belo horizonte. Realizado de dois em dois anos, o festival tem reunido cada vez […]

É isso pessoal. Começou ontem a oitava edição do Festival Internacional de Quadrinhos — FIQ, em Belo horizonte. Realizado de dois em dois anos, o festival tem reunido cada vez mais público, sendo que na edição anterior, de 2011, chegou na casa das 150 mil pessoas. Este é simplesmente o maior evento de quadrinhos do país.

Eu poderia ficar dando mais informações técnicas sobre o evento; também poderia passar o link para o release geral dele, mas ao invés disso passo o link para o foderoso release em quadrinhos, e passamos logo para o recheio suculento dessa matéria.

Porque ir no FIQ?

Porque, cara: são quatro dias inteiros, das 9h as 22h, com muita, mas muita atividade interessante entre palestras, oficinas e exposições, sem falar na quantidade de gente foda dos quadrinhos tupiniquins que vai estar lá. Quatro. Dias. Inteiros. De. Quadrinhos. Tá, mas deixa eu tentar organizar melhor esse texto por tópicos. Vou fazer algumas listas das coisas/pessoas/eventos que mais me chamaram a atenção na programação.

Pessoas escalafobéticamente fodorostáticas & o que elas levarão para lá & farão por lá

Serão ao todo 85 quadrinistas convidados, entre brasileiros e internacionais, incluindo, é claro, o homenageado do ano: Laerte. Dos demais convidados, meus destaques são:

Galera da Jambô. Estarão lá presentes J.M. Trevisan, Lobo Borges (não tenho certeza, mas acho que é a primeira vez que os dois estarão presencialmente juntos; senão, é uma das primeiras), Marcelo Cassaro, Érica Awano e Daniel HDR, autografando e lançando os mais recentes quadrinhos da editora: Ledd #3 e os encadernados Dungeon Crawlers e Holy Avenger vol. 2. Como se fosse pouco, Petra Leão se junta à trupe na sexta-feira para um painel sobre mangá (exceto o HDR, que vai fazer um painel sobre a DC Comics, no sábado).

Alguns links:

Resenhas dos Lançamentos da Jambô para o FIQ

Entrevista pré-FIQ com Trevisan e Lobo Borges

Cronograma oficial do Daniel HDR no FIQ

Estatueta do Valente: Klunc quer dois!

Estatueta do Valente: Klunc quer dois!

Vitor Cafaggi. O quadrinista que, junto de sua irmã, Lu Cafaggi, emocionaram com a graphic MSP Laços, onde fazem a-releitura-das-releituras da turma da Mônica, chega lançando Valente por opção, terceiro livro que conta, em tiras, as desventuras sentimentais-vernaculares do cãozinho de mesmo nome. Outra novidade é que essa edição vem lançada pela Panini, que também republicou as edições anteriores, Valente para todas e Valente para sempre, antes independentes, e com maior tiragem. Não bastassem essas novidades bacanas, o quadrinista divulgou essa semana no facebook imagens de uma estatueta do Valente, que vai estar à venda e que eu só sei que quero muito uma na minha mesa! 😀

Galera da MSP. Falando em Graphic MSP, Sidney Gusman vai estar lá para lançar a nova publicação do selo: Ingá, uma releitura do Piteco, feita pelas mãos do aquarelista chuta-bundas Shiko. Sério, o cara só é… Muito foda! Também será lançado Mônica(s), livro em que 150 autores fazem sua reinterpretação da gorducha-baixinha-dentuça. Na sexta-feira, os dois se unem a ninguém menos que Danilo Beyruth, os irmãos Cafaggi, Gustavo Duarte e Cris Peter (ou seja, todos os envolvidos com as Graphic MSP lançadas até agora!) para um painel a respeito. O Sidão confirmou que vai revelar no FIQ quais serão so próximos lançamentos da coleção, e meu palpite é que será nesse momento.

Ana Luiza Koehler. Conheci o trabalho dessa gaúcha em um dos MSP50 e desde então passei a acompanha-la. Cada desenho dessa artista é uma aula. Esse ano, ela vem para o FIQ com o preview de Becco do Rosário, uma história de época com grande pesquisa histórica e personagens apaixonantes, que fala sobre a modernização de Porto Alegre.

Prévia do quadrinho e postais com a arte incrível de Koehler.

Prévia do quadrinho e postais com a arte incrível de Koehler.

 

Paulo Crumbim e Cristina Eiko. Impossível não ter os criadores do Quadrinhos A2 entre as minhas indicações! Simplesmente adoro o traço deles! De lançamento, eles trazem ao FIQ a 3ª temporada do Quadrinhos A2 encadernado — mas as outras temporadas também estarão lá!

Mais uma galera. Ah, tem mais um monte de gente que eu gostaria de indicar e que merecia um paragrafinho aqui, mas se fizer isso, o post fica gigantesco, então só vai uma lista, para vocês ficarem ligados: Fábio Moon e Gabriel Bá, Pedro Cobiaco, Ryot, Rod Reis, Julia Bax, Raphael Fernandes, Boulet, Magenta King, Ig Guará e tá, parei! 😀

Uma novidade no evento esse ano é a Rodada de Negócios, organizada em parceria com o SEBRAE: desenhistas e roteiristas podem apresentar-se à editoras e agentes nacionais e internacionais exclusivamente para apreciação de portfolio, comentários e avaliações. Nada muito diferente do que já acontecia no boca a boca, mas agora totalmente organizado. Se você se empolgou, lamento, mas a seleção já foi feita, e cada editora/agência já selecionou os artistas que deseja avaliar. De toda forma, o surgimento da rodada é algo muito notável, certamente mais um passo para a expansão do mercado de quadrinhos no país.

Só mais um antepenultiminho parágrafo sobre os painéis. Os que mais me chamaram a atenção são “Mercado Atual”, “Quatro Cores que valem por um milhão”, “Webfunding Crowdcomics”, “Brasil em HQ” e sobre o Laerte. Esses são os top-tops, mas eu certamente assistiria *muitos* mais painéis, se aparecesse por lá.

É, eu sei que é feio escrever esse baita texto e dar esse monte de indicações e argumentos sobre ir no FIQ e eu mesmo não ir, mas dessa vez não rolou mesmo. No próximo FIQ, vou escrever de lá essa matéria com minhas impressões, anote em pedra. Enquanto isso, se você tiver a possibilidade de ir esse ano, faça esse favor a si mesmo e vá. É sério. Mesmo. VAI, DIACHO!

Bom FIQ e bons quadrinhos a todos! <o/

FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos
De 13 a 17 de novembro, das 9h as 22h
Serraria Souza Pinto, Belo Horizonte/ MG
Entrada gratuita
Site

Ah é, para quem quiser saber um pouco mais sobre a organização do evento, o Kokocast gravou um podcast a respeito, com Daniel Werneck e Afonso Andrade, dois dos organizadores do evento! 😉

About Tiago Oriebir

Gosta de usar a parte colorida da massa cinzenta. Possui grande talento para piadas sem graça, que podem ser acompanhadas em twitter.com/tiagoriebir