O que há de novo para os Inimigos do Mundo?

No fim da tarde o maligno Doutor Careca liberou (ui!) em seu blog uma curta mas reveladora entrevista com o editor-chefe da Editora Jambô, Guilherme Dei Svaldi. Fontes confiáveis confirmaram que Svaldi falou sob a ameaça de tortura (aparentemente, ter de ler um certo portal cheio de teias e mofo).
Nesta entrevista, dois pontos chamaram a atenção: as informações sobre a nova edição d’O Inimigo do Mundo e um comentário que serve como uma luva para os Trombeteiros do Apocalypse RPGístico. Vamos começar pelo que interessa, as coisas sem valor ficam para o final.

A segunda edição de O Inimigo do Mundo sai em abril. Aí vai a lista de mudanças:
– Nova capa, por Greg Tocchini (o mesmo artista das capas de O Crânio e o Corvo e O Terceiro Deus);
– Nova diagramação, com fonte maior;
– Um conto sobre a Revolta dos Três;
– Uma galeria de imagens com ilustrações originais sobre o livro;
– Um texto de Leonel Caldela onde fala sobre a criação do livro;
– Uma prévia de O Crânio e o Corvo, para quem ainda não leu o segundo romance.

Bacana, não? A nova capa e diagramação do livro fazem com que a trilogia ganhe um padrão artístico (sem falar que aquelas letrinhas miúdas eram de matar). Quanto aos extras, será que o conto sobre a Revolta dos Três é aquele que o Trevisan escreveu para a introdução do suplemento Panteão? Uma rápida consulta ao Doutor Careca revelou uma informação preciosa: “provável… não faço idéia”, comentou o maligno vilão enquanto preparava a conquista do mundo (e não me perguntem o que jogar Metal Gear Solid 4 tem a ver com isso). Pois…
As ilustrações da galeria provavelmente são as que deveriam abrir os capítulos da 1ª edição e acabaram sendo deixados de lado, então os fãs do Julio Leote, autor da capa da 1ª edição, não vão precisar ficar orfãos e ainda vão ver material inédito do artista. O texto do Leonel deve ser bacana de ler também.
E como meu exemplar da 1ª edição hoje enfeita a estante de literatura nacional da Biblioteca Municipal de Morro da Fumaça (doei toda a minha coleção de livros para lá um ano e pouco atrás), a 2ª edição vai ser uma aquisição quase certa. E quando esse livro deve aparecer? Em Abril, de acordo com o Guilherme (e lembrem-se, ele estava sob ameaça de tortura!). Ah, infelizmente, por enquanto, não há planos para um box set da trilogia. Prestem atenção no “por enquanto” da frase.
Agora, posso sacanear o dono do tal portal das teias de aranha e mofo? Claro que posso, beleza.

Lab – Qual fator você destacaria como principal razão para o sucesso do livro?
Guilherme – A qualidade do texto. Pode parecer um pouco simplista, mas uma análise das grandes marcas da história vai mostrar que, no fundo, o que determina o sucesso ou fracasso de um produto, em última instância, é sua qualidade. Embalagem, marketing, divulgação… São todos fatores que ajudam, mas a questão é essa: eles *ajudam*, não determinam. Mesmo fatores mercadológicos, como uma crise, por exemplo, não fazem um produto fracassar. Isso só acontece se o produto for ruim…

Sim. Vocês sabem exatamente de quem eu estou falando! 🙂

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

13 Resultados

  1. Ziderich disse:

    Putz, dá vontade de comprar dois xD.
    Mas acho que o conto do Trevisan ia ficar meio deslocado. Por que ele faz referência a um elemento que ficou incógnito até agora, que é a quem o Terceiro se referia na sua declaração final. Fora que ele revela o nome do Terceiro , o que mata metade da graça do final da Triologia

  2. Tek disse:

    Eu já garanti o meu.

  3. Moreau do Bode disse:

    Já tenho a grana pro meu :]

  4. Raven disse:

    Cara a frase do Guilherme é auto-explicativa.
    Qualidade… puts

  5. Snake disse:

    O Guilherme foi afiado demais nesse comentário. Muito bom mesmo.
    Peguei esse gancho também, Nume, para discutir na Área Cinza xD

  6. Rogerio Saladino disse:

    Pois é…
    Qualidade é a peça chave para qualquer lançamento, principalmente quando se trata do mercado editorial… livros, suplementos de RPG… qualidade é fundamental.
    Sempre achei meio idiota o argumento que o público só deixava de comprar esse ou aquele lançamento, ou sistema, porque alguém fez piada com ele.
    Se o troço é bom, vende. Se não vendeu, muito provavelmente é porque não é tão bom assim.
    Minha visão, claro…

  7. WGdS disse:

    Ei… estou meio por fora… de que portal vocês estão falando?

  8. Nume Finório disse:

    Daquele velho portal, que nunca foi nem nunca será o maior do Brasil, onde todo ano temos o anúncio do fim do RPG, normalmente pouco antes ou depois do anúncio do fracasso de algum projeto do dono do portal.
    Falando nisso, alguém viu o lançamento daquele suplemento para o cenário dos problemas estomacais? Pois é, também não vi. Deve ser porque não aconteceu.

  9. WGdS disse:

    Problemas estomacais? Diar… ah! =)

  10. Cassaro disse:

    NOVO TALENTO: INICIATIVA INOVADORA
    Você cai, mas teima em não ficar morto.
    Pré-requisitos: Iniciativa Aprimorada, Mercado em Crise, habilidade de classe Inimigo Predileto (fanboys)
    Benefícios: você pode tentar uma outra manobra diferente após ter falhado na anterior. Por exemplo, pode tentar livros após falhar em revistas, ou tentar PDFs após falhar em livros, ou tentar uma barraquinha de churros após falhar em PDFs.
    Você também pode gastar 1 Ponto de Ação para culpar a crise por sua falha.
    Especial: este talento pode ser adquirido várias vezes. Você vai precisar.

  11. Tiago Lobo disse:

    Agora falta a Classe “Surfista da Crise”.
    E sua melhor habilidade: “Na Crise da Onda”.

  12. Adão Pinheiro disse:

    Cara, um box set da trilogia com um bonequinho do Orion chutando a bunda do Crânio Negro seria sagaz!!!
    Cassaro, ficou faltando o Tolerância como pré-requisito, ahuehuehue

  13. Guilherme "RODO" Avila disse:

    Que barato! já vou juntar minhas economias pra garantir um exemplar…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: