The Half-Dead: Meio-morto, como todo mundo que vive com salário minímo

Criada no ínicio deste mês, a One Bad Egg acaba de lançar um PDF muito interessante na sua série Races of the Shroud, o Half-Dead.

Infected with dark, necrotic magics while dying, the half-dead have returned only part-way to life, their flesh afflicted by an undead curse. Though they can be killed, Death’s grip upon the half-dead is a slippery one at best. Half-dead characters—whether tragic heroes or dark villains—hound their foes relentlessly, driven to action by the horror of their condition. Many half-dead seek to hide their nature from others. When the half-dead are finally revealed for what they are, much of the world responds with horror, revulsion, and worse.

Inside this PDF you’ll find a complete player race for Dungeons & Dragons Fourth Edition, along with ten racial feats to bring the horror within to life. You’ll also find a monster template, a dead minotaur back for revenge, story ideas, and power cards.

Bacanudo, não? Me lembra um pouco os Forsaken de World of Warcraft. A boa notícia é que o preço é bem convidativo, dois dólares, e a má é que, bem, só devo conseguir meu cartão de crédito internacional na metade do mês que vem. Com a atual volatividade do mercado financeiro, vai saber como o câmbio vai se comportar até lá, não? Só espero não ter que pagar mais de cinco reais por seis páginas de material.

Ah, e antes que eu me esqueça, outubro está acabando e nada de D&D 4E em português. Ainda está Devir.

Nume Finório

Você sabe quem eu sou.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Shishikishi disse:

    Na boa…
    Se forem criar raças idiotas como essa, espero a One Bad Egg morra logo com a 4th Edition.
    Coisa mais estúpida.

  2. Nume Finório disse:

    Hahaha, eu gostei, é porque você não viu a “mãe-zumbi” deles, a ilustração me embrulhou o estomâgo.
    De qualquer jeito, parece uma espécie de marca registrada da editora essas raças pouco convencionais, primeiro tivemos o apelord, depois este half-dead. 🙂

  3. rsemente disse:

    O conceito de morto-vivo generico é bem simples e bacana, tem os forsakens do WoW, tem uns no Libris Mortis, Tem o Berry do Atland (http://www.realmofatland.com).
    Tem gente que quer jogar com Esqueletos e mortos vivos mais comuns!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: