Ícone do site RPGista

20 Deuses Volume 2 – Review

De cara dá pra dizer que o segundo volume de 20 Deuses é uma bela surpresa. Estava muito curioso para ver como o rumo da história iria ser reorganizado. É bom lembrar que o primeiro volume é de 2015, e o segundo é de 2021. Ou seja, tem uma diferença de seis anos entre os volumes e um Tormenta 20 no meio. Nas duas primeiras páginas essas questões relacionadas ao que aconteceu no cenário entre o primeiro volume e o segundo são resolvidas e segue a história.

Também houve uma alteração na arte devido a troca de ilustrador, o Rafael Françoi deu lugar ao Pietro Antognioni, o que estranhei no começo mas acostumou rápido. É um traço menos exagerado que o do Françoi, meio que me remeteu a visão que tinha do cenário na época do 3D&T e como mudou depois de ler o Inimigo do Mundo do Leonel Caldela. Adianto que gostei muito da arte nova.

Quanto a história, ela segue com a busca pelas medalhas dos aspectos, por reinos que os aventureiros conseguem acessar via o Rio Vermelho. O Volume 1 termina na antiga capital de Callistia, Ankhorandir. E no Volume 2, retomamos a aventura já no reino de Aslothia. Não esperava ver esse reino tão cedo em qualquer quadrinho recente de Tormenta, e a representação geral ficou muito legal. Sentia falta de um reino assim em Arton.

Uma coisa que gosto nesse quadrinho é como o Marcelo Cassaro consegue fazer aventuras interessantes em reinos que “geralmente não tem o que fazer”. A história vai andando e você começa a ver o tanto de possibilidade de aventura que existe nesses reinos, tirando Aslothia que ainda é uma novidade.

Agora, deixando um pouco o olhar de mestre/jogador de RPG de lado, e voltando como leitor de quadrinhos, acho a história bastante divertida. O Volume 2 continua com as piadas e referências, inclusive brincando com o plot da história ser muito parecido com Holy Avenger. E tem tudo o que eu gosto de ver em Tormenta, aventura, humor, vilões legais e protagonistas divertidos. Um detalhe que gostei muito, nos dois volumes, é a parte de extras mostrando quais foram as inspirações para os personagens, tanto em conceito como em traço. A forma como os aspectos foram ilustrados pelo Antognioni, tanto os de Valkaria e Tauron quanto os novos, ficou arretada! Confesso que esperava outra coisa de dois novos aspectos específicos, mas que faz muito mais sentido do que imaginei.

É difícil falar isso porque eu não sei do planejamento da história, mas tive a impressão de que o desenrolar deu uma acelerada. Coisas como a quantidade de aspectos que foram revelados nesse volume, o tempo da viagem entre os reinos, e a revelação do final que deixa o gancho para o próximo volume, ficou corrido. Mas pode ser impressão e eu é que estou procurando cabelo em ovo.

Enfim, gostei muito da arte, o Antognioni tem um traço muito bonito. A revisão tá caprichada, não encontrei erros, e a história tem uma leveza muito boa. Estava precisando ler algo assim. Estou ansioso pelo próximo volume e quero muito ver a adaptação dessas medalhas dos aspectos e da raça das minauras e dos homens-peixe pra Tormenta 20, 3D&T Alpha, etc.

20 Deuses Volume 1 – link

20 Deuses Volume 2 – link

Combo 20 Deuses Vol. 1 e 2 – link

 

Sair da versão mobile