Ícone do site RPGista

Halloween 2021: ideias para aventuras

Olá pessoas! Como estão? Espero que estejam bem.

Depois de mais de oito meses sem escrever para essa pérola da blogosfera rpgística brasileira, trouxe mais ideias de aventuras para aventuras de Halloween. Dessa vez foram ideias que ainda não executei, tinha preparado as duas para o ano passado mas não rolou.

As inspirações foram os filmes Predador e Cubo, e espero que esse post vá para o ar a tempo de alguém aproveitar essas ideias. Apesar de serem localizadas em Arton, com alguns ajustes dá para utilizar em outros cenários e sistemas.

O Caçador Fantasma

Segundo o suplemento Mundo dos Deuses, os Fantasmas de Aço são criaturas misteriosas que assassinam pessoas por toda Arton sem uma conexão ou lógica aparente.

São chamados de fantasma de aço porque podem ficar invisíveis e quando deixam essa forma, possuem uma pele de metal.

Para a aventura pensei em alterar um pouco o modus operandi das criaturas, ela iria atrás do grupo de aventureiros que estariam transportando um item que foi resgatado em uma masmorra metálica estranha (basicamente estão transportando uma peça de uma nave caída em Arton, essa peça pode ter sido roubada pelos aventureiros, ou por outro grupo, a mando de algum colecionador ou estudioso).

O fantasma metálico caçaria todo o grupo durante o percurso da volta. Se conseguirem chegar ao local da entrega com o item, talvez consigam se salvar.

A criatura tem um ND 11, então é melhor um grupo mais experiente para enfrenta-la. Acho que só uma delas já basta, mas se quiser pegar a ideia de outros filmes da franquia Predador, poderia colocar mais de um fantasma para caçar o grupo.

A Masmorra Mortal

O nome da aventura pode até parecer um clichê, o problema é que realmente fiquei sem ideias para adaptar o título para algo que remetesse ao filme Cubo. A ideia é baseada em um personagem icônico do cenário.

Em Arton há uma personagem bastante peculiar, um hynne conhecido como Rodleck Leverick, o sumo-sacerdote de Hyninn, o Deus da Trapaça.

Uma das dádivas do Deus da Trapaça para o seu principal clérigo, foi uma masmorra mágica que a entrada pode aparecer em qualquer lugar de Arton. Um local repleto dos inventos mortais do sumo-sacerdote. Uma coisa que o clérigo gosta de fazer é sequestrar aventureiros para testar novos inventos.

A partir daí o plot é simples, os aventureiros acordam dentro da masmorra sem saber como chegaram lá e não sabem o que fazer para sair. O legal também é que isso pode virar algo tipo o jogo Hades, em que o grupo morre, volta para o “início” da masmorra, e todo o ambiente é modificado para a próxima tentativa.

Então, é só popular uma masmorra com desafios inventivos e se divertir.

Pra finalizar, durante a pesquisa para essa postagem encontrei uma aventura de um dos autores do blog, e um dos autores de A Libertação de Valkaria, o Maury Abreu, Ratos no Labirinto. A aventura é um one shot, com mapas, encontros, prontinha para usar no fim de semana do halloween.

Sair da versão mobile