Concurso Alphaversos 2018 #10º – Yousei

Avaliação Completa – Yousei

Presença dos Temas: 7,0

Lancaster: Os temas são construto, sobrevivência e guerra territorial — deles, só peca o construto, representado em um único oponente. Isso o fez perder pontos.

BURP: Dois temas tem uso bem presente (Japão feudal e sobrevivência), mas o de construtos aparece apenas em um antagonista.

Oriebir: Sobrevivência é o tema mais presente no cenário. O uso do tema Japão Feudal me pareceu muito estético. Acho que alguns trechos (a descrição de Hiba, principalmente) poderiam ser reescritos para passar melhor a impressão de que a é uma sociedade que se organiza aos moldes de um feudo oriental antigo. A impressão que tive é de apenas foram usados nomes japoneses. O tema Construtos é praticamente inexistente. Sugiro uma reescrita no sentido de incluí-los com mais força no cenário ou a adoção de outro tema.

Armageddon: Criar uma micro comunidade feudal é uma ideia muito legal, e para uma comunidade dessas, qualquer bicho pode ser um desafio épico. Como sugestão, em vez de itens mágicos genéricos, o Oricalcum poderia ser o ingrediente essencial para a criação de construtos mágicos, e a própria Amico poderia ser formada por golens. Isso colocaria o tema mais em evidência e garantiria a presença dos três no cenário.

Uso das Regras: 9,5

Lancaster: Não há o que reclamar. Há domínio das regras e os Yousei como vantagem única são funcionais, acrescentando algo novo ao conjunto, incluindo um bom uso do sistema de escalas (e trazendo a escala Chibi do Manual do Defensor).  

BURP: Não há muitas adições, e a vantagem única funciona adequadamente. É um cenário claro e funcional.

Oriebir: O autor foca no que é necessário para fazer a campanha acontecer, que são a vantagem única e a regra de escalas, o que é muito bom. Contudo, faltou incluir o custo da vantagem única.

Armageddon: Gostei muito dos yousei como uma nova opção de youkai, e a apresentação no formato da vantagem única do 3D&T vermelho foi nostálgico. Algo a ser observado é que vantagens únicas não devem (se possível) trazer tantas vantagens atreladas a elas, para não ficarem engessadas e caras demais. E faltou o custo dela.

Aspectos Gerais: 9.25

Lancaster: É monotemática mas coesa, levando em conta que para compensar a não-abertura de tipos de personagens e oponentes, os personagens tem um adversário de muito longo prazo. É uma boa opção também se pensarmos em campanhas introdutórias para jogadores crianças, e isso não é pouca coisa.

BURP: Gostei bastante da premissa do cenário, há uma linha narrativa clara, e daria pra pegar e sair jogando.

Oriebir: É um mini cenário interessante, com um bom potencial para jogadores iniciantes, o que garante muitos pontos. Como sugestão, acho que poderia focar mais na vila de Hiba em si — a floresta, a AMICO e todos os demais elementos existem da mesma forma, mas o foco das aventuras poderia ser na defesa e modo de vida da vila em si.

Armageddon: Confesso que eu tinha certo preconceito em cenários em que os heróis são pequeninos, mas esse aqui me deu uma comichão pra jogar.

Nota Final: 8,6

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Leishmaniose disse:

    Olá,
    AEEEEEEEEEE! Pelas análises anteriores, eu imaginei que teria problemas justamente na parte dos temas, já que Japão Feudal acabou ficando no estético (como bem apontado pelo Oriebir – a cultura nipônica é complexa e diferente da ocidental ao nível de detalhes) e o Construtos ficou mal aprofundado (todos os agentes da Amico que entram na Floresta são golens pra evitar ligação com a corporação).
    Mas gostei bastante de perceber que minha intenção ficou clara: algo para iniciantes, principalmente da faixa infantil. 😀 Algo que possa ser pego e encaixado em qualquer mundo ou simplesmente jogando mantendo aquela esfera regional – por isso o monotema e até a ausência dos pontos da vantagem única porque a idéia é se jogar de Yousei. Um cenário de bolso.
    Por fim, agradeço bastante as análises e aos analisadores! Pessoas cujo trabalho admiro bastante, sendo alguns colegas e amigos de longa data!
    Bonanças.
    Atenciosamente,
    Leishmaniose

  2. Que cenário bacana.
    Eu tenho um interesse particular em cenários e sistemas que possam ser usados para introduzir a molecada no RPG, e essa combinação aqui foi muito boa.
    Parabéns Leish, pelo trampo e pela colocação!

    • Leishmaniose disse:

      Olá,
      Grande Kender! Putz, bateu saudades agora da Lista-Tormenta! Altos RCs!
      Obrigado! E eu estou nesse time de cenários infantis, tanto que um dos meus xodós é o Golden Sky Stories que serviu de inspiração pro Yousei – embora ele seja realmente voltado pro público infantil e trabalho de elementos daquela faixa etária, como desenvolvimento de empatia e trabalho em equipe, o que o Yousei só chega perto na temática.
      Bonanças.
      Atenciosamente,
      Leishmaniose

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: