Arquivo NPC: Valerie Turner

Mais impressionante não é nem essa imagem ser exatamente como imagino a personagem, mas a Camila Vielmond ser uma artista brasileira com um traço foda assim e eu não tinha conhecido ela ainda!

Mais impressionante não é nem essa imagem ser exatamente como imagino a personagem, mas a Camila Vielmond ser uma artista brasileira com um traço foda assim e eu não tinha conhecido ela ainda!


Valerie Turner foi abandonada quando bebê no modo tradicional que as famílias mais miseráveis de Callistia se livram de seus indesejados: em uma cesta jogada para flutuar na correnteza do rio até o destino final da criança. A esperança dessas famílias é que Nerelin, deusa dos rios, faça com que a criança acabe resgatada por uma família em melhores condições correnteza abaixo. É muito mais comum que se afoguem ou acabem devoradas por monstros da água doce. Algumas vezes, porém, Nerelin realmente protege tais crianças. Valerie é a prova.
Encontrada flutuando em uma cesta na imensidão do Rio dos Deuses, sua sobrevivência foi encarada como um milagre pelos Pés-Molhados, um grupo de halflings nômades com costumes bastante particulares. Acreditando que Nerelin em pessoa protegeu aquela criança para algum propósito especial, Valerie foi criada entre os Pés-Molhados com o mesmo carinho e respeito que uma criança do próprio grupo, mas logo as diferenças se tornaram claras para a jovem humana. Vítima de provocações das outras crianças e desilusões amorosas, ela desenvolveu um grande complexo sobre ser grandalhona, mesmo tendo apenas 1,53m e 52kg.
A parte sobre ter algum propósito especial para Nerelin também parece não ter dado muito certo. Depois de um incidente misterioso, Valerie deixou os Pés-Molhados para tentar a vida como aventureira. A natureza deste incidente não é algo que ela compartilhe com qualquer pessoa, mas vários marinheiros do Rio dos Deuses notaram como a frota halflings diminui de tamanho recentemente. Talvez essa seja a razão pela qual Valerie pareça tão desesperada em reunir grandes somas de dinheiro e ao mesmo tempo escolher manter um padrão de vida muito modesto para uma aventureira.
Curiosidades e Trejeitos

  • Carrega um pequeno pássaro mecânico que, quando recebe carinho, voa de uma mão para outra antes de desativar.
  • Parece mesquinha, pois tenta sempre obter o melhor acordo financeiro em qualquer situação, se recusando a gastar dinheiro desnecessariamente.
  • Além do valkar, fala halfling, táurico e aquan, sendo uma das poucas pessoas que já conseguiu se comunicar com um Tirano das Águas usando o idioma aquan. Os contos sobre a Tormenta que a criatura lhe confidenciou ainda lhe causam pesadelos de tempos em tempos.
  • Age de maneira tímida em volta de homens halflings, mas trata homens de outras espécies normalmente.

Valerie Turner: humana ladina 1, N; ND 1; tamanho Médio, desl. 9m; PV 14; CA 16 (+2 armadura, +4 Des); corpo-a-corpo: florete +4 (1d6+1, 18-20); à distância: besta leve +4 (1d8, 19-20); hab. ataque furtivo +1d6, encontrar armadilhas; Fort +2, Ref +6, Von +0; For 12, Des 18, Con 14, Int 16, Sab 10, Car 12.
Perícias & Talentos: Acrobacia +8, Atletismo +5, Conhecimento (geografia) +7, Conhecimento (história) +7, Conhecimento (nobreza) +7, Diplomacia +5, Enganação +5, Furtividade +8, Iniciativa +8, Intuição +4, Ladinagem +8, Obter Informação +5, Percepção +4; Acuidade com Arma, Especialização em Combate, Fintar Aprimorado.
Equipamento: besta leve, corselete de couro batido, florete, virote x10, kit do aventureiro, kit do ladrão.
Bastidores
Esta é minha personagem para a campanha via stream de Tormenta do Perdidos no Play, da qual participarei como jogador. Os detalhes sobre o stream divulgo aqui quando eles existirem. Agradecimentos especiais ao @fred_rdh e ao @_airechu pela mãozinha com certos detalhes via Twitter. S2 =* S2 procês dois. O resto de vocês, aproveitem a NPC nas suas mesas.
Imagem destacada por Camila Vielmond.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Ramon disse:

    Comecei o post e já ia falar “ahhh!! Agora saquei de onde vc tirou um char tão rápido da cartola!” rs!!
    Não sabia q o Airechu tinha ajudado na criação não! Gente fina demais!
    E nem vem com com esses combos marotos de ataque furtivo não q eu jogava de ladino e tô ligado hein! rs!
    Vou colocar só inimigo q não aceite acerto crítico. =D

    • Nume Finório disse:

      O Airechu me lembrou o nome da deusa dos rios, e o Fred me sugeriu o nome Pés-Molhados pro grupo de halflings dos rios.
      Also, quase não existe inimigos que sejam imunes a acertos críticos. Mas se tu seguir por essa rota, sempre posso ir de Lenda Urbana só pra ver tua cara de desespero quando perceber o combo apelão.

  2. Camila Gamino disse:

    Noooooossa! É outro nível! E deu até vontade de fazer cosplay desta arte, coisa mais linda!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: