Ryu no Sentai – O Esquadrão do Dragão

RyuSeiOhQuando Tekametsu, o Imperador Dragão de Tamu-ra, foi confrontado com o maior desafio imposto ao seu povo – a invasão da Tormenta -, e ao ver que não seriam capazes de superá-lo, tomou uma atitude desesperada: reunindo suas últimas energias, transportou um bairro inteiro da sua capital para Valkaria, a então capital do Reinado. O gesto entrou para a história como o último sacrifício do nobre monarca, que permitiu que uma grande parcela dos seus súditos fosse salva para reerguer a nação um dia. O que poucos sabem, no entanto, é que havia uma razão oculta para que aquele bairro em específico, e não qualquer outro, fosse escolhido para ser transportado.
No subsolo das suas ruas e construções, bem abaixo dos pés dos tamuranianos, fica a base secreta do Esquadrão do Dragão, uma equipe especial montada anos antes pelo Imperador. Sua função era a de proteger a ilha contra monstros e outras criaturas gigantescas que freqüentemente a atacavam vindas do oceano ou das montanhas. Em especial após as armaduras yoroi serem banidas por um édito imperial, era necessário encontrar uma maneira de fazer frente a tais ameaças. A solução veio de uma tecnologia então incipiente no ocidente, os Colossos de Aço: quatro gemas de sangue foram adquiridas pela casa imperial, que prontamente começou a trabalhar nas máquinas de guerra que as utilizariam.
Diferente dos colossos ocidentais, os que foram construídos então não tinham forma humanoide, como cavaleiros, mas foram desenhados com a forma de criaturas lendárias tamuranianas: dragão, tigre branco, tartaruga e fênix. O seu formato não convencional permitiu que junções entre eles fossem construídas, de forma que, caso enfrentem um inimigo muito poderoso, eles possam se unir para formar o Susanoo, um grande colosso humanoide muito mais poderoso do que qualquer das suas partes sozinhas.
wangtigerTrês guerreiros foram escolhidos para pilotar os colossos: os samurai Ken Ibuki e Kaneda Hayate, que pilotariam os colossos dragão e tigre branco, respectivamente; e o ninja Saburou Futoshi, que pilotaria o colosso tartaruga. O quarto colosso, a fênix, acabou concedido a uma das princesas imperiais, Sayaka Tekametsu, depois que ela acidentalmente forjou uma aliança com a sua gema de sangue, forçando o pai a lhe dar treinamento marcial e incluí-la no grupo. Destes, apenas Ken ainda está na equipe, atualmente como o seu comandante. Saburou morreu no combate contra a Tormenta; Sayaka não estava na base quando ela foi transportada, ficando para trás; e Kaneda, que em meio às missões anteriores havia se tornado noivo da colega, partiu em busca dela logo que chegou ao Reinado, e nunca retornou.
Coube a Ken, assim, remontar o esquadrão e cumprir o último desejo do Imperador: expulsar a Tormenta de Arton e reerguer o Império tamuraniano. Por não ter estado presente na reconquista de Tamu-ra, ele se sente em débito com os artonianos do continente, razão pela qual optou por não retornar à ilha e oferecer o apoio das suas máquinas nas próximas batalhas contra os lefeu. Não se sabe como, mas Ken também foi capaz de desfazer as alianças forjadas com as gemas de sangue dos quatro colossos, inclusive a sua própria, para que novos pilotos pudessem usá-los – ele se recusa a falar qualquer coisa a respeito, mas muitos suspeitam que tenha algo a ver com a grande cicatriz que ele possui no peito, na altura do coração.
Entre outras coisas, boatos sussurrados pelos corredores da base do esquadrão também dizem que Ken está desenvolvendo secretamente um quinto colosso, que ele próprio voltaria a pilotar para oferecer apoio de campo aos demais membros.
Comandante Ken Ibuki
F2 (3) (corte) H3 R3 A3 PdF0 15 PVs 15 PMs
Kits: Samurai (espada ancestral, grito de kiai).
Vantagens/Desvantagens: Ataque Múltiplo, especializações Atuação, Pilotagem de Colosso e Liderança, espada mágica (F+1, Flagelo: youkai), Patrono (a casa regencial tamuraniana), Código de Honra da Honestidade, dos Heróis e do Samurai, Devoção (vencer a Tormenta).
Apesar de já estar velho, Ken ainda é um guerreiro muito habilidoso, em especial quando empunha a Totsuka, a katana ancestral da sua família. Deve sua lealdade à casa regencial de Tamu-ra, que continua a dar suporte ao Esquadrão para mantê-lo funcionando. Quem está acostumado a vê-lo sempre sério e carrancudo na sala de comando, no entanto, geralmente se surpreende ao vê-lo se dedicando à sua paixão artística – o kabuki, teatro tradicional tamuraniano.
MMPR_TorOs Colossos do Dragão
Abaixo estão as fichas dos quatro colossos tamuranianos. Analisando-os com cuidado, você deve reparar que todos eles foram feitos com exatos 7 pontos. Isso permite que eles sejam adquiridos como Aliados por personagens Campeões (ou seja, de 10 pontos), que é a pontuação que eu considero ideal para campanhas envolvendo o grupo. Você deve reparar também que os próprios pilotos dos colossos não foram especificados – isso também é feito de propósito, para que os próprios jogadores tenham a chance de serem recrutados para o Esquadrão do Dragão!
Todos eles também possuem a vantagem Metabot. Ela é uma variação de Parceiro, que segue praticamente as mesmas regras, e é descrita em detalhes no netbook Mechas para 3D&T Alpha.
O Colosso Dragão
F1 (corte) H0 R2 A1 PdF0 (fogo) 10 PVs 10 PMs
Vantagens/Desvantagens: escala Sugoi; Mecha; Ataque Especial II (PdF), Metabot 1.
O colosso dragão tem a forma de um grande dragão serpentino, que caminha sobre a terra com patas dotadas de garras afiadas. O seu poder principal é o de disparar uma poderosa baforada de fogo, que custa 2 PMs por utilização mas concede um bônus de +4 ao seu PdF.
O Colosso Tigre Branco
F2 (corte) H0 R2 A1 PdF0 10 PVs 10 PMs
Vantagens/Desvantagens: escala Sugoi; Mecha; Aceleração, Metabot 1.
O colosso tigre branco é o mais rápido dos quatro colossos, podendo atingir grandes velocidades com a força das suas quatro patas. As suas garras também são afiadíssimas e bastante fortes.
O Colosso Tartaruga
F0 (contusão) H0 R2 A3 PdF0 10 PVs 10 PMs
Vantagens/Desvantagens: escala Sugoi; Mecha; Metabot 1, Toque de Energia (perfuração).
O colosso tartaruga é a base das defesas do esquadrão. Seu casco, além de muito resistente, possui também alguns espinhos retráteis que pode usar para causar dano em inimigos próximos.
phoenixO Colosso Fênix
F1 (perfuração) H0 R2 A1 PdF0 10 PVs 10 PMs
Vantagens/Desvantagens: escala Sugoi; Mecha; Metabot 1, Voo.
Por fim, o colosso fênix é o mestre do ares. Embora não seja muito poderoso, o seu poder de voo o torna essencial no reconhecimento aéreo.
Susanoo
F2 H0 R2 A3 PdF0
Vantagens/Desvantagens: escala Kiodai; Mecha; Aceleração, Ataque Especial II (PdF), Metabot 1, Toque de Energia, Voo.
O Susanoo é o resultado da combinação dos quatro colossos em um único guerreiro humanoide. Desta forma, possui todos os seus poderes combinados. Seguindo as regras da vantagem Metabot, ele também está uma escala acima dos colossos que o formaram – ou seja, Kiodai. Por isso, é só quando ele está formado que é possível usar a espada Kusanagi.
A espada Kusanagi
A Kusanagi é uma katana mágica gigantesca, que fica guardada em uma sala especial dentro da base secreta do Esquadrão do Dragão. Seu tamanho é tal que ela própria pertence à escala Kiodai, e só pode ser usada em combate por personagens ou criaturas que também pertençam a ela. Quando seu uso se faz necessário pelo Susanoo, um grupo magos da equipe de apoio do esquadrão realiza um poderoso feitiço de teleporte, enviando-a em uma rodada para o robô – para então, espera-se, qualquer inimigo que ele esteja enfrentando ser vencido rapidamente.
A Kusanagi concede ao Susanoo F+2, e possui as características Ataque Especial, Flagelo (youkai) e Vorpal.

sentai380

(Nota: pra quem ficou curioso, todas as imagens são da série Gosei Sentai Dairanger, um dos muitos super sentai que foram chupinhados para fazer os Power Rangers).

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Bob NErd disse:

    Muito bom BURP! Gostei da adaptação.

  2. Gosei Sentai Dai Ranger. Um dos maiores campeões do duplo sentido em português na história dos Tokusatsus. 😀

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: