PDP – Paco e Mariachi

E dando seguimento à série Projeto Deserto da Perdição, apresentamos a parte final da cidadela de Los Males: a classe de prestígio marciachi, um novo talento e a ficha de Paco, o prefeito-bon vivant-mulherengo-atrapalhado. Confira! Por Sócratres “Hinomura Hiken”.

Mariachi

Soy un hombre muy honrado que me gusta lo mejor Compañeros no me faltan ni el dinero ni el amor jineteando en mi caballo por la sienda yo me voy las estrellas y la luna ellas me dicen donde voy me gusta tocar guitarra me gusta cantar a el sol mariachi me acompaña cuando canto mi canción me gusta tomar mis copas agua ardiente lo mejor también el tequila blanco con su saleda sabor ay, ay, ay ay, ay ay amor ay mi Morena de mi corazón – Canción del Mariachi “Mariachi” é uma palavra da língua dos bárbaros Lulack-Nóck que pode ser traduzida como ‘músico’ ou ‘bardo’. Era um termo genérico para denominar qualquer trovador vindo desse povo. Contudo, nos territórios dos Sertões e Desertos, o termo ‘Mariachi’ passou a ser usado como um tipo específico de bardo que possui o impressionante poder de acalmar a ira dos mortos com suas canções. Paco, o primeiro Mariachi, tinha o costume de dizer que era capaz de fazer qualquer mulher, mortal ou não, cair de amores por ele, bastando para isso, dedilhar seu violão. Os outros membros do bando de Paco riam sempre, mas tinham de admitir que aquilo era verdade. Paco sempre conquistava qualquer mulher com seu “Bajo Sexto”. Quando o bando de Paco fugiu para o deserto, foi atacado por uma horda de mortos vivos provindos de uma pirâmide escalonada de pedra negra. Paco olhou para o céu estrelado então, e dando vida às suas cordas, decidiu que iria conquistar o coração de Tenebra aquela noite. Bravata ou não, o fato é que, no meio daquele pandemônio de tiros e ossos quebrados, os mortos voltaram para seu descanso. Desde então, Paco começou a estudar e difundir o conhecimento sobre como acalmar os mortos apenas com música e charme. Todos os anos, na cidade de Los Males, novos mariachis são iniciados durante o grande festival do “Dia de la Muerte”, que comemora o dia em que Paco acalmou os mortos, onde é feita uma grande procissão festiva em homenagem a Tenebra, para evitar que os mortos não voltem a despertar. Nesse dia, Paco ensina pessoalmente aos novos mariachis como fazer para acalmar os mortos e evitar que eles se ergam de suas tumbas. Alguns alunos permanecem por mais algum tempo na cidade, mas a maioria sai pelo deserto afora, integrando grupos de aventureiros ou atuando como músicos errantes. Uma minoria ainda aprende as “canciones de los muertos” a fim de obter controle sobre os mortos-vivos, e usa-los para objetivos pessoais. Embora tenham uma ligação forte com Tenebra, os mariachis são muito apreciados pelos clérigos de Azgher, uma vez que eles mantém os mortos no lugar. Contudo, representantes dessa classe de tendência maligna são caçados pelo clero do deus-sol.

Pré-requisitos

Para se tornar um Mariachi,o personagem deve preencher os seguintes pré-requisitos.
Perícias: Atuação 8 graduações.
Talentos: Canción del Mariachi  (veja adiante).
Habilidades: Car 17.
Especial: Deve possuir a habilidade de classe música de bardo.

Características de Classe

Pontos de vida: um mariachi recebe 3 (+ mod. Con) PV por nível.

Habilidades de Classe

Detectar mortos-vivos: sempre que um morto vivo estiver próximo, um Mariachi sentirá um frio na espinha, um arrepio na nuca ou outro pequeno sinal intuitivo qualquer. Ele está sempre sob efeito da magia Detectar Mortos-Vivos.
Música de bardo: o mariachi adiciona os níveis desta classe aos de Bardo para determinar o número de usos da habilidade Música de Bardo.
Canción de los muertos:um mariachi possui a capacidade de usar sua música para acalmar os mortos. Ele poderá fazer um teste da perícia atuação contra a força de vontade de um morto-vivo. Caso ele vença, o morto-vivo será afetado pela magia Dança Irresistível enquanto o mariachi continuar tocando. Caso o mariachi pare de tocar, o alvo continua sendo afetado pela magia por mais 3 rodadas. O máximo de dados de vida que o mariachi pode afetar é igual ao dobro da soma dos níveis de bardo e de mariachi. Por exemplo, um bardo 5/mariachi 3 poderá afetar 16 dados de vida de mortos-vivos. Dois ou mais mariachis poderão somar os dados de vida para poder afetar um morto vivo com muitos dados de vida. O teste de vontade será determinado como um teste de perícia, lembrando que um mariachi que auxilie o outro aumenta em +2 o teste da perícia. Essa habilidade requer dois usos da habilidade Música de bardo. Além disso, é uma habilidade de efeito sônico. Caso morto vivo não consiga ouvir o mariachi, ele não será afetado.
Canción de los muertos aprimorada: o mariachi que use Canción de los muertos receberá um bônus de + 4 para o teste de Atuação quando for fazer o teste contra a vontade do morto vivo, e pode afetar +3 dados de vida.
Repouso dos mortos: um morto vivo que tenha sido afetado pela Canción de los muertos deve fazer um segundo teste de vontade. Caso falhe, ele será destruído. Usar essa habilidade requer o gasto de dois usos da habilidade Música de bardo.
Controlar mortos-vivos: o mariachi poderá usar a Canción de los muertos para controlar os mortos vivos, ao invés de fazê-los dançar. Caso o morto vivo falhe, fica sob controle do mariachi enquanto ele continuar tocando. Caso o mariachi pare de tocar, continua sob controle por mais 3 rodadas. Um morto vivo que esteja sob o controle do mariachi fará tudo que ele quiser, inclusive atentar contra a própria existência. Essa habilidade consome três usos diários da habilidade musica de bardo.

Paco, prefeito de Los Males e primeiro mariachi

A história de Paco é explicada nesse post e no post anterior. Paco, el mariachi: humano Bardo 7/Swashbuckler 3/Mariachi 5, CB; tamanho médio, desl. 9m; PV 86; CA 30 (+7 nível, +6 natural, +5 auto-confiança, +2 anel de proteção); ataques à distância: escopeta* +19 (4d4+14, 16-20/x3) ; Morte Final* +19 (+21 contra mortos-vivos), 4d4+15 (4d4+17 +2d6 + rompimento CD17 contra mortos-vivos ), 16-20/x3; música de bardo (17/dia) – fascinar, sugestão, fascinar em massa, canção assustadora, auto- confiança, estilo de luta: tiro, evasão, presença paralisante, detectar mortos-vivos, canción de los muertos, canción de los muertos aprimorada, repouso dos mortos, controlar mortos-vivos; Fort +8, Ref +13, Von +11; For 10, Des 22, Con 12, Int 18, Sab 15, Car 20.
Perícias e Talentos: Atuação (música) +27, Cavalgar +22, Diplomacia+ 23, Enganação +23, Identificar Magia +22, Iniciativa +27, Ladinagem +22, Intuição +20, Percepção +20, Obter Informação +23, Furtividade +22, Intimidar +23, Sobrevivência +20; Acerto Critico Aprimorado(Escopeta Moreau), Canción del Mariachi, Foco em Arma (Escopeta Moreau), Mira Mortal, Na Mosca, Reflexos Rápidos, Saque Rápido, Tiro Preciso, Usar Armaduras Leves, Usar Armas Marciais, Usar Escudos, Vontade de Ferro.
Magias de Bardo Conhecidas (PM 18): 0 – Curar Ferimentos Mínimos, Ler Magias, Identificar Magias, Som Fantasma, Mensagem; 1º– Escudo Arcano, Armadura Arcana, Criar Água, Passos sem Pegadas, Identificação; 2º– Imobilizar Pessoas, Descanso Tranqüilo, Invisibilidade; 3º– Criar Morto-vivo Menor, Falar com os Mortos.
Equipamento: Morte Final (escopeta Moreau Dupla* +1, anti mortos-vivos e do rompimento) com 60 balas de prata, Escopeta Moreau Dupla* obra-prima com 30 balas, Luvas da Destreza (+4), Anel de proteção +2 , Bajo Sexto, 9.000 tibares em tesouros e outros itens. *estes equipamentos serão apresentados em futuras matérias.

Novo item mágico: Bajo Sexto

Bajo sexto é um complexo instrumento de corda ,originário das tribos Lulack-Nóck, de Nova Ghondriann. É composto por um corpo de violão e 12 cordas metálicas, agrupadas em pares. Quando ativada por um usuário que seja treinado na pericia Atuação (música), o bajo sexto cria uma melodia maravilhosa, que obriga cada criatura a 9 metros do usuário a fazer um teste de vontade (CD 10 + metade do nível do usuário) para não ficar fascinado enquanto o efeito da musica durar (um efeito de compulsão sônica de ação mental). O usuário pode escolher quem deseja ou não afetar dentro da área de ação. Assim que a musica acabar, todos os que falharem no teste extremamente sensíveis ao menor ruído. A menos que esteja em um ambiente muito silencioso, a vítima sofrerá 1d4 pontos de dano por 2d4 rodadas.Durante esse período, qualquer dano ou efeito sônico, como uma magia de Explosão Sonora tem seu efeito dobrado, ou sua CD para resistir aumentada em +4. Depois disso, o menor barulho fará com que a vitima fique abalada, devido a uma  hipersensibilidade sônica. Para tentar remover essa condição, o efeito é similar a uma magia Rogar Maldição. Aura Tênue, Criar Item Maravilhoso, Explosão Sonora, o criador deve possuir a habilidade música de bardo. Preço: 12.000 TO.  
A imagem utilizada para ilustrar a CdP é do personagem Peyote Diaz, do anime Shaman King. Não consegui precisar o autor. A imagem de Paco é de autoria de J-Perro.

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Romullo disse:

    Gostei da ficha do Paco, embora tenha pensado que o Mariachi era mais um bardo/pistoleiro do que um acalmador de mortos. Pelo menos ficou diferente do filme. Teremos mais matérias do Projeto Deserto da Perdição, tipo outras cidades?
    Abçs!

    • Oriebir disse:

      Oi Romullo!
      Haverá outra matérias sobre o Deserto da Perdição sim. O objetivo é manter uma série quinzenal. Vamos, a princípio, postar revisões de material que já havia sido postado no fórum da Jambô, mas é possível que surja material que ainda não tenha visto a luz do hipertexto lá no local original.
      Quanto aos conteúdo, os próximos engatilhados são um post trazendo criaturas, duas novas 'raças' e uma CdP (não necessariamente nessa ordem).

  2. volz disse:

    Legal, muito loko. Toatalmente bizarro

  3. lupino disse:

    a musica tá errada! pelo menos a do antonio bandeiras no filme é diferente!

  4. "Pré-requisitos
    (…)
    Talentos: Canción del Mariachi (veja adiante).
    (…)"
    Que talento é esse? não foi colocado ou eu me passei e não li?

  5. @Gradium disse:

    E aí Oriebir, ache que dá pra aproveitar isso pro projeto:
    http://chateauduchat.blogspot.com/2010/04/contos-
    Sou muito interessado pelo Deserto da Perdição. Se eu puder contribuir…

  6. Slay Thundercloud disse:

    Desconfiei que era a imagem que não abria /o/
    No aguardo dos Meio-couatl (Dessan e Yajne) para TRPG.
    Parabéns por estar resgatando materiais no PDP o/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: