Ícone do site RPGista

Wraiths – Mestre pra quê?

Há tempos eu tenho procurado um sistema que dispense a necessidade de um narrador/mestre/cara atrás do escudo. Bem, trago a vocês com exclusividade, direto do porão do próprio autor, WRAITHS.

Em Wraiths (Espectros) você é um agente do governo, especializado em missões de infiltração. Você invade armazém de contrabandistas internacionais, laboratórios de governos inimigos ou bases militares secretas. Você deve entrar executar a missão, e sair, sem que ninguém saiba.
O jogo é dividodo em dois momentos: Preparação e Missão.
Na preparação os jogadores definem seus personagens, o que eles carregam e o que são especialistas em fazer, bem como se farão parte do time de suporte, ou de solo. Nesta fase, os jogadores definem qual será a missão, seus objetivos, e desenha um mapa com possíveis ameaças, como patrulhas, sensores de movimento, cachorros, etc. Todos os jogadores definem pelo menos uma ameaça, de acordo com a especialidade do seu personagem, além de planejaram estratégias para se livrarem das ameaças.
Depois de tudo pronto, começa a parte da missão. O interessante, é que, nesta fase, tudo é em tempo real. Durante esta fase, os jogadores da equipe de suporte vão monitorar os equipamentos e fazer relatórios constantes sobre o que pode ameaçar ou ajudar a missão. No início da missão, cada jogador de suporte joga os dados para definir quando (em minutos de jogo) irá fazer seu relatório e e a qualidade deste (pode ser uma grande oportunidade de acabar a missão, pode ser uma grande ameaça, ou simplesmente um fato inofensivo) sempre antento ao fato de que seus relatórios tem a ver com a especialidade do seu personagem.
Já a equipe de solo, além de tentar se livrar de todos os perigos e completar a missão, sempre que eles chegarem a algum ponto onde havia sido marcado como uma ameaça na fase anterior, ele deverá “reportar” a seus colegas a real situação daquela ameaça, que pode ser Menos ou mais perigosa (depende da rolagem) do que o previsto.
O interessante do jogo é justamente este esquema em que todos vão narrando e todos ficarão surpresos conforme os relatórios de cada jogador forem acontecendo. Fora que forma um ambiente de tensão muito legal, pois, como é em tempo real, é muito importante planejar ,muito bem antes, e decidir rápido, pois a qualquer momento outro jogador pode fazer um relatório de algo muuuuito ruim.
O lado negativo, é que não possui um sistema, ao invés disso, ele permite que você use qualquer sistema para resolução dos conflitos, sejam combates ou outras habilidades espiãs. O autor sugere FUDGE como sistema, mas nada impede que você até mesmo crie o seu próprio.
Wraiths é um jogo de improvisação, tensão e certamente muita diversão, Criado por Ian Millington, Autor de “Game Physics Engine Development” e é trazido com exclusividade pelo Roleplayer, pois nem o próprio Ian conseguiu achar uma versão na internet!
Clique aqui para baixar o arquivo.
Abraços e bons dados!

Sair da versão mobile