Tormenta na 4E e entrevista com a Jambô

Guilherme Dei Svaldi acaba de anúnciar uma decisão extremamente polêmica no fórum da Jambô: Tormenta será publicado sob a GSL. Em uma rápida entrevista, o editor-chefe da Jambô justifica suas ações.
.20: Guilherme, quando foi tomada essa decisão de migrar Tormenta para a 4E? E o que acontece com relação aos planos de publicação do sistema OGL que já vinham sendo discutidos?
Guilherme: Já estavamos pensando nisso há algum tempo, mas a decisão veio com a nova GSL (Game System License) liberada pela Wizards. Ela é muito melhor e mais liberal que as outras. Sim, é impossível que uma revista de RPG (como a DragonSlayer, por exemplo), fale de D&D 4º edição, mas nem tudo é perfeito.
Não sabemos como vai ficar Tormenta OGL. A GSL (o documento que dita as normas que uma editora deve seguir para publicar livros para D&D 4º edição, para quem não sabe) não permite que uma mesma marca tenha livros para D&D 4º edição e outro sistema, então talvez ele tenha que ser cancelado.
Talvez seja uma falha da GSL, mas como eu disse, nem tudo é perfeito.
.20: E o que o Trio Tormenta pensa desta decisão? O Mauro (a.k.a. Doutor Careca) não parecia muito feliz quase agora no MSN…
Guilherme: Ainda não sei. Eles foram informados a pouco e ainda não tivemos uma reunião a respeito. Talvez eu vá para São Paulo essa semana para discutirmos os rumos do cenário sob a nova marca.
.20: Porque essa decisão tão repentina? A tal crise alardeada no maior portal de RPG do Brasil tem alguma influência sobre isto?
Guilherme: A decisão foi repentina, mas apenas porque o momento é de crise. A crise é uma Verdade. Alguns lugares argumentam que não há dados concretos sob a crise, e até mesmo que as informações disponíveis apontam para um momento de expansão (o que seria o contrário de uma crise). Mas isso é bobagem. Não é preciso de dados.
.20: Se o Trio Tormenta se recusar em participar desta nova empreitada na 4E de D&D, você já tem novos autores em mente para o maior cenário de fantasia medieval do Brasil?
Guilherme: Iremos colocar pesquisas no Orkut para definir os rumos do cenário.
E é isso. E que Deus e a 4E nos ajude a superar essa crise no mercado mundial de RPG. Boa noite e boa sorte.

Você pode gostar...

17 Resultados

  1. WGdS disse:

    Ou isso é piada de 1o de abril ou eu não entendo mais nada…

  2. Frederick Vaz disse:

    rsrs
    Nem vou estragar a surpresa no primeiro comentário =P

  3. Ziderich disse:

    Isso aí, finalmente a Jambô tomo uma atitude com bom-senso contra o Trio cabeça dura.
    Já tava mais do que na hora de se render a 4ª edição. Em tempo de crise não se pode ficar fazendo experiências. Temos que nos manter agarrados as pedras fundamentais, mesmo que isso signifique tomar medidas radicais.
    Eu já voto no nome do experimentado editor, dono de site, moderador de fórum de orkut e professor de música Marcelo Telles para assumir a empreitada. Fica claro que numa iniciativa sólida como essa, tem que se ter um autor de sucesso para liderar

  4. Nordestinus disse:

    O Ziderich realmente acreditou que a Jambô vai fazer pesquisa no Orkut sobre seu material?
    Meu deus…

  5. WGdS disse:

    Essa de criar pesquisas no Orkut para definir os rumos do cenário foi a melhor parte… =)

  6. Frederick Vaz disse:

    Pôxa WGdS…tentei não comentar sobre o dia de hoje mas você se adiantou =P

  7. WGdS disse:

    É que cheguei aqui depois de dar a passada habitual no br-linux.org então estava meio ressabiado… Mas pelo andar da carruagem foi só coincidência. O bixo tá pegando!

  8. Tchelo disse:

    Nossa..essa foi por pouco…tinha que ter um vídeo Rick Roll no final! pro pessoal não enfartar.

  9. Rsemente disse:

    Eu sempre disse que Tormenta combinava muito com D&D 4E!

  10. Cassaro disse:

    Venho a público lamentar a infeliz decisão da Jambô.
    É fato conhecido que eu não aprovo a 4E. Não gosto, não quero jogar, não quero escrever para ela. Não me perguntem os motivos, eles estão espalhados por aí e repetir tudo é tedioso.
    Não fui consultado sobre converter Tormenta para 4E. Quando entrei em contato com a Jambô em uma tentativa de reverter essa sandice, recebi argumentações absurdas que eu jamais imaginava ouvir de uma editora de RPG em ascensão:
    “Seja razoável, Cassaro. Tu tá parecendo aqueles saudosistas do AD&D quando mudou para D20.”
    “Sempre teve reclamações em todas as mudanças de edição do D&D, mas mesmo assim todos mudaram.”
    “RPGista quer novidade, todos vão mudar para 4E assim que ela chegar. Ninguém liga para os livros já comprados que estão no armário.”
    “Tu anda escrevendo pouco, o Leonel tem feito todos os livros, então não tem mais direito a decidir sobre o cenário.”
    “Tu não pode reclamar nada da 4E, já que tu fez o 3D&T e ambos são videogame de papel.”
    “Ué, tu não fez mulheres-lagarto com seios? Agora na 4E isso é raça básica.”
    Nunca fui tão insultado nestes mais de dez anos de carreira. Nem posso começar a medir minha decepção. Estou me desligando de Tormenta, 3D&T e qualquer outro título ligado à Jambô.
    É a segunda vez que eu e o Trio somos traídos por uma empresa outrora de confiança. Eu fiz a primeira se arrepender disso. Posso fazer de novo.
    Espero que agora os fãs da 4E fiquem felizes.

  11. Moreau do Bode disse:

    Quem diria que o pessoal da Rede iriam acertar sobre a crise?
    ela estava aí e não notamos!

  12. Shido Vicious disse:

    Parabenizo a Jambô por sua visão de mercado. Para vencer a crise do RPG, nada melhor que a união — e que a união seja sob o sistema mais forte e inovador, o D&D 4e.

  13. Tek disse:

    No embalo do clima de tranquilidade que tomou conta desse post, venho a público informar que estou deixando meus cargos acumulados em todos esses anos de moderador de fórum, dono de comunidade do Orkut e coordenador de lista não-oficial do cenário.
    Isto porque aceitei a proposta da Jambô Editora de me tornar o responsável pela transição de Tormenta para 4E estarei me dedicando a este serviço em tempo integral, inclusive nos próximos dias me mudarei para Porto Alegre para ocupar meu escritório na sede da empresa.

  14. valberto disse:

    Feliz primeiro de abril.

  15. vinicius disse:

    agente ganha alguma coisa com essa brincadeira do 1° de abril?

  16. Bem, incredulidades à parte, infelizmente eu acredito na notícia. Não espero uma brincadeira, e nem quero esse tipo de brincadeira. Mas enfim.
    Meus poucos anos de RPG, que começou junto com a publicação do Tormenta me mostrou que infelizmente o que o trio construiu eu acho que não conseguirá seguir com a mesma qualidade de sempre. Sou apaixonado pelo cenário, e estava (bem, ainda estarei) construindo um site de RPG levando Tormenta como base. Mas sinceramente confio no Trio, espero que acima de tudo as coisas consigam ser acertadas parar termos ainda Tormenta com o Trio Tormenta. Mas no caso de uma fatalidade isso não acontecer, só posso desejar sucesso aos dois lados. Pois amo o mundo de Arton, mas sei que ele é assim por causa de seus criadores. Não quero uma segunda Dragão Brasil falindo.
    Bem, eu como consumidor e profissional da área (atualmente to fazendo freela pra devir na 4e) eu espero ainda ter material de RPG qualidade, independente de quem ou qual editora fizer.

  17. Lucas Belloni disse:

    Fiquei sabendo que o Tormenta 4E vai incluir 3 novos anti-heróis, provenientes de uma área de tormenta, serão os primeiros humanos a lutarem à favor da tormenta, contra o Reinado e o resto de Arton, por motivos pessoais!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: