Ícone do site RPGista

Herói: Porque o seu PC é maricas

Continuando a escrever sobre caras que são muito mais machos que o seu PC, lhe apresento Simo Hayha, o fazendeiro-atirador.
Quem era ele?
Simo Hayha tinha uma vida bastante tediosa na Finlândia. Ele serviu um ano no serviço militar obrigatório e, em seguida, virou fazendeiro. Até que a União Soviética invadiu a sua terra natal em 1939, e ele decidiu que deveria ajudar seu país.
Sabendo que a maior parte dos combates acontecia na floresta, ele acreditou que a melhor maneira de parar a invasão era pegar seu rifle de confiança, uma porção de enlatados, se esconder em uma árvore e passar os dias atirando em russos… Coberto de neve, em uma temperatura que variava de 20 à 40 graus abaixo de zero.
É óbvio que quando os russos ouviram que havia um cara derrubando dezenas de soldados com um rifle, se borraram de medo, mas não pararam sua movimentação e montaram várias missões só para tentar pegar UM cara. ESSE cara.
Com o tempo, Hayha tornou-se conhecido como “A Morte Branca” por causa da sua camuflagem branca.
Os russos começaram enviando uma força tarefa para encontrar Hayha e tirá-lo da floresta.
Ele matou todos eles.
Depois, eles tentaram enviar uma equipe de “contra-snipers” (que são, basicamente, atiradores que matam atiradores) e a enviou para eliminar Hayha.
Ele matou todos eles, também.
Ao longo de 100 dias, Hayha matou 542 pessoas com a sua espingarda. Depois disso, ele matou mais uns 150 soldados, aumentando sua marca para mais de 700.
Após ter detonado um monte de soldados, e depois que os restantes morriam de medo só de ouvir falar no nome do cara, os russo resolveram começar a bombardear todos os lugares onde Hayha poderia estar.
Supostamente, acredita-se que os russos tinham sua localização e ele realmente sofreu uma chuva de estilhaços de bomba, mas isso nunca o deteve, afinal, ele é a porra da MORTE BRANCA, cacete!

Finalmente, em 6 de março de 1940, alguns sortudos acertaram Hayha com um tiro explosivo na cabeça.
Quando alguns dos soldados o encontraram, e o levaram para a base, Hayha tinha perdido metade da sua cabeça.
Finalmente haviam parado a Morte Branca…
… por cerca de uma semana.
Apesar de ter sido alvejado com um tiro na cara, que destruiu sua mandíbula e boa parte do rosto, Hayha  ainda estava bem vivo, e recuperou a consciência no dia 13 de março, o dia em que a guerra terminou.
Táticas de Hayha:
O desgraçado usava miras de ferro, ao invés de miras telescópicas! Como é uma mira menor, o atirador precisa levantar menos a cabeça (o que evita denunciar sua presença). Outro problema é que uma mira telescópica pode, além de embaçar facilmente, refletir luz e denunciar a posição do atirador.
Outra tática era congelar a neve na sua frente, para que ela não fizesse uma nuvem depois do disparo. Além disso, ele mantinha neve na boca, para que sua respiração não o denunciasse.
Dito isso, agora demonstro pra você que todos os seus personagens foram gatinhas de vestido perto desse cara:
Confesse. Quando você monta um PC capaz de detonar mais de 700 soldados, você equipa o personagem com uma dessas, né?

Pois é… Olha só o que Simo Hayha usava…

C.Q.D.

Esse texto é uma tradução (com alguma adaptação) das coisas que encontrei aqui:
http://www.cracked.com/article_17019_p1.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Simo_H%C3%A4yh%C3%A4

Sair da versão mobile