Brigada Ligeira Estelar: A Milícia do Sol Sombrio

Conheça a milícia do Sol Sombrio: uma nova organização maligna para sua campanha de Brigada Ligeira Estelar e Belonave Supernova! Salve irmãos de armas! Estou mestrando a campanha publicada de Brigada […]

Conheça a milícia do Sol Sombrio: uma nova organização maligna para sua campanha de Brigada Ligeira Estelar e Belonave Supernova!


Salve irmãos de armas!

Estou mestrando a campanha publicada de Brigada Ligeira Estelar: Belonave Supernova. Ela foi sabiamente escrita deixando lacunas para o mestre preencher da forma que achar melhor. Uma destas lacunas é a organização antagonista, descritos apenas como “milicianos” trajados em amarelo e preto. Quando peguei a campanha para mestrar, resolvi aprofundá-los.

Usei as cores amarelo e preto como ponto de partida para o nome da organização. Pesquisando na internet, acabei chegando a “sol negro”, que descobri se tratar de um símbolo místico nazista (Swarze Sohne)… o que me pareceu perfeito para uma organização malígna! Como há uma organização de Star Wars com esse nome, mudei para “Sol Sombrio”, retendo as iniciais “S.S.” da palavra alemã.

O Sol Sombrio

Dentre as diversas organizações criminosas da Constelação de Sabre, o Sol Sombrio está entre as mais poderosas. Eles são os maiores contrabandistas de armamentos da Constelação, sendo famosos também pelo tráfico de tecnologias proibidas. Também atuam como milícia mercenária sem quaisquer códigos de ética, sendo contratados para toda sorte de trabalho sujo.

A origem do grupo remonta o levante de Forte Martim em 54 e os múltiplos levantes ocorridos em 60. Estes conflitos demandavam desesperadamente por soldados e armas, e essa demanda levou a expansão da rede de contrabando. Com o aumento da repressão e a diminuição da demanda após a supressão dos conflitos, esta rede se reorganizou e unificou para sobreviver.

Apesar de seu líder partilhar de ideias comuns a milícias anti-Império, o Sol Sombrio não parece atuar neste sentido. Eles aparentam querer apenas lucrar com o caos, mas é possível que tenham objetivos maiores. Afinal, eles passaram a última década acumulando tecnologia dos tempos do Grande Vazio, e dizem que boa parte desta tecnologia não foi revendida.

O Brasão do Sol Sombrio.

Organização

O Sol Sombrio segue uma hierarquia peculiar. O grupo é controlado por um Conselho Diretor, formado por nobres, empresários e antigos contrabandistas; abaixo deles está o Primeiro Comandante – Dom Refrega – responsável pela Divisão de Operações; seguido pelo Segundo Comandante – Gur Naiman – responsável pela Divisão de Logística. Cada comandante é assessorado por um Vice Comandante e diversos Capitães, que são auxiliados por tenentes no comando dos soldados.

Além das divisões, existem diversas células menores de contrabandistas e mercenários subordinados ao Sol Sombrio. Estes grupos possuem certa autonomia para atuar e seus líderes possuem posição equivalente à de Capitão.

Recursos

A maior parte da renda da milícia provém do tráfico de armas e tecnologias proibidas. O Sol Sombrio praticamente possui o monopólio do contrabando da avançada tecnologia bélica de Ottokar, tendo aliança com muitos senhores da guerra deste mundo. Além de Ottokar, a organização obtém tecnologia roubada de bases de pesquisa governamentais, ou de tecnologia do Grande Vazio perdida pelo espaço.

Os maiores clientes do Sol Sombrio são nobres de todo os recantos da Constelação, especialmente dos mundos de Tarso, Albach, Arkadi e Triannon.

Sol Sombrio VS. TIAMAT

A TIAMAT é o grupo miliciano que mais cresce na constelação, e isto vem gerando tensões com o Sol Sombrio. Em muitos aspectos as organizações são opostas. Enquanto a TIAMAT é liderada por (ex)membros da alta nobreza que almejam a supremacia; o Sol Sombrio é uma organização formada e liderada por nobres menores, bastardos, párias e mercenários. Apesar de seus idealizadores flertarem com tal ideologia, a maioria de seus soldados não são fascistas fanáticos, mas bandidos em busca de lucro e sobrevivência, e que nutrem certa fidelidade e admiração para com seus comandantes e capitães.

No passado, o Sol Sombrio lucrou bastante com a TIAMAT, fornecendo armamentos e soldados para eles, mas esta parceria está para acabar. Há disputa entre as milícias por bases secretas em meio ao espaço e campos de asteroides, bem como uma acirrada competição pela busca de tecnologias do Grande Vazio.

Por conta disso, o Sol Sombrio tem intensificado suas buscas por tecnologia avançada, e aumentado suas atividades militares. Eles precisam de trunfos para a guerra que está por vir.

No próximo artigo…

Este é o primeiro de uma pequena série de artigos sobre o Sol Sombrio. No próximo artigo falaremos das forças milicianas, com fichas para diversos modelos de robôs gigantes. Até lá!


Referências


Exceto pelo símbolo, as imagens utilizadas neste artigo pertencem a Alexandre Lancaster e a Jambô Editora.

Sobre Edu Guimarães

Mestra RPG desde os 10 anos e nunca mais parou. É nerd, biólogo, Leal e Bom.