Tormenta: escolas militares de Yuden

Douglas MacArthur, um dos mais famosos generais americanos da primeira metade do século XX, uma vez afirmou que “Um general é tão bom ou tão ruim quanto as tropas sob seu comando o […]

Douglas MacArthur, um dos mais famosos generais americanos da primeira metade do século XX, uma vez afirmou que “Um general é tão bom ou tão ruim quanto as tropas sob seu comando o tornam.” Yuden é reconhecida como lar dos melhores generais do Reinado, mas mesmo os mais brilhantes generais nada podem fazer sozinhos. O Exército com Uma Nação reconhece isto, e se esforça em formar um exército digno dos melhores generais do Reinado com a maior arma à sua disposição: educação. A seguir, as principais escolas militares de Yuden.

Escola de Sargentos

A Escola de Sargentos pode parecer, à primeira vista, uma organização desprestigiada. Apenas homens comuns fazem parte da soldadesca, enquanto nobres, e alguns poucos plebeus de talento, vão para a Escola de Oficiais. Mas a verdade é que o exército de Yuden depende fortemente de seus sargentos para manter a disciplina e organização de suas tropas, e por isto não economiza dinheiro na formação deles.

A Escola de Sargentos é a maior das escolas militares do reino, mesmo não contando com uma sede opulenta como as demais. Em vez disso a escola é localizada no interior do Centro de Treinamento Militar de Warton, onde a maioria dos soldados do exército passa pelo treinamento básico. Lá os candidatos passam por condicionamento físico adicional e aprendem o ofício, além de também receberem treinamento básico em estratégia e táticas militares de forma que, em emergências, possam assumir o comando de pelotões e companhias na falta de oficiais.

Escola de Oficiais de Guerra

Apesar da imagem aristocrática, a escola de oficiais é um ambiente pesadamente baseado no mérito pessoal. Mesmo plebeus podem ascender a cargos importantes e obter prestígio se puderem resistir e prosperar no ambiente de competição brutal dessa instituição.

O curso de um ano é o melhor, e mais difícil, dentre todas as organizações militares conhecidas em Arton. Os professores são escolhidos entre os melhores oficiais aposentados, e os melhores oficiais da ativa são convidados para dividir suas experiências com os alunos em palestras que acontecem pelo menos uma vez por semana. Entre os tópicos ensinados estão as óbvias estratégias e táticas de guerra, mas também história, geografia, heráldica e até mesmo rudimentos de engenharia, teologia e teoria arcana.

Os alunos são ranqueados de acordo com seu desempenho, exposto em um enorme quadro no salão comunal e atualizado todas as semanas ao longo do ano. Quanto melhor a classificação, melhor a posição do aluno após a formatura. Aqueles que se formam nas primeiras posições são “adotados” por generais da ativa, que “cultivam” o jovem oficial para que ele também se torne um general no futuro. Qualquer um que não atinja os altíssimos padrões de qualidade impostos pela escola é expulso sem piedade, embora isto seja raro, a maioria dos alunos prefere cometer suicídio quando percebe que irá falhar. Em geral, a cada cem alunos, entre três e sete são expulsos ou cometem suicídio.00

A escola fica localizada na capital, adjacente à tradicional Escola Zurhwein, em uma opulenta sede que parece uma mistura de mansão e fortaleza.

Escola Zurhwein

A mais tradicional escola militar de Yuden, a Zurhwein no passado atendia todas as necessidades educacionais do exército. Sargentos, oficiais e generais eram todos formados aqui. Com o crescimento do reino ao longo dos séculos, outras instituições foram formadas, e esta escola assumiu uma função mais especializada. Hoje em dia é responsável por fornecer cursos de aprimoramento para sargentos e oficiais, mas sua função principal é a pesquisa acadêmica das ciências bélicas.

Aqui se reúne a elite dos pensadores militares yudenianos para criar o futuro da guerra. Novas táticas, estratégias, equipamentos, magias e fortificações são criadas aqui por um seleto grupo de generais, armeiros, magos e engenheiros brilhantes.

Academia Superior de Guerra

Apesar do nome grandioso, esta é a menor das escolas militares, formando apenas um punhado de alunos ao longo dos anos. Na verdade até mesmo chamar de escola militar é um exagero, a academia é apenas um dos cursos fornecidos pela tradicional Escola Zurhwein. Todos concordam, no entanto, que é de longe o melhor dos cursos da Zurhwein.

Os professores são os pesquisadores mais brilhantes da instituição, fazendo com que os novos oficiais superiores tenham contato direto com o que há de mais novo em ciência bélica no reino. Não há casos de reprovação, qualquer um que tenha chegado até aqui está muito além destas preocupações mundanas, mas há uma avaliação constante. Um desempenho medíocre pode diminuir as chances de ascensão rápida, fazendo com que o oficial tenha que provar seu valor “no mundo real” por mais tempo antes de receber cada promoção.

Navegue pela série<< Tormenta: principais fortificações de Yuden       Tormenta: organizações militares de Yuden >>

Sobre Nume Finório

João Paulo Francisconi, entre outras enormes perdas de tempo, é blogueiro há dez anos, escreveu para a finada Dragon Slayer, publicou alguns livros de RPG e assistiu quatro episódios de Punho de Ferro.