A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 32

Descoberta “…E eles viveram felizes para sempre. Vamos parar com os contos de fadas por hoje.” Quando fechei o livro, as crianças todas tinham expressões de insatisfação e anunciaram… “Eh~, […]

Descoberta

“…E eles viveram felizes para sempre. Vamos parar com os contos de fadas por hoje.”

Quando fechei o livro, as crianças todas tinham expressões de insatisfação e anunciaram…

“Eh~, mais, mais!”

“Por favor leia esse livro de figuras agora.”

Ah, estou derretendo. Certamente se alguém olhasse para a minha expressão nesse momento, eles pensariam que eu não posso mais aguentar.

Eu estou me segurando para não continuar lendo.

“Me perdoe. Eu realmente tenho que ir para casa agora. Eu vou voltar outra hora, então me perdoe.”

“Eh~…”

“Quando você vai vir?”

Depois de ouvir o tom solitário das crianças eu quase quis ficar, se possível eu ficaria aqui para sempre…

“Apesar de não saber quando, eu definitivamente vou voltar, okay? Eu prometo.”

“Entendido~”

“…Quando você voltar, por favor leia o livro de figuras.”

“Sim, mas é claro.”

Depois de me despedir das crianças, fui dentro da casa e me despedi de Mina-sensei.

…Haaa~ Eu não quero voltar.

Quando me aposentar no futuro, me pergunto se deveria ir trabalhar no orfanato… Ou melhor, tenho considerado isso seriamente.

Casamento… Essa esperança foi destruída no momento que meu noivado com um membro da família real foi anulado. Por que isso aconteceu, me casar se tornou nada além de um sonho destruído.

Em algum ponto do futuro, vou ter que me aposentar de administrar o feudo e o conglomerado. Quando esse momento chegar, quero viver quieta e rodeada de crianças… é como me sinto.

Eu realmente adoro crianças. …Desde que não há como criar crianças sem aborrecimentos, tenho certeza que problemas vão surgir de tempos em tempos, no entanto… nesse momento, não acho que chegará um momento onde meus sentimentos sobre isso irão mudar.

Conexões vantajosas e desvantajosas, estratégia… sem mencionar o conglomerado, há sempre essas sombras na política feudal. A coisa mais importante nas relações sociais neste país são os feudos.

Por que não sou um cavalheiro com uma alta posição, quero que ninguém seja capaz de dizer que não posso ver e proteger o que é importante. Algumas vezes, haverão coisas que precisarão ser destruídas e eu terei que assumir o papel de um demônio, endurecer meu coração, e destruir elas. E coisas que ainda podem ser usadas devem ser usadas.

Eu devo proteger as pessoas vivendo no feudo, meus preciosos pais, avós, pessoas que são importantes para mim e aqueles que estão dispostos a trabalhar comigo, a todo custo.

No entanto, mesmo eu, haverão momentos quando ficarei cansada. Não meu corpo, mas meu coração e mente. Como é mesmo que li em um livro…? Reis são criaturas solitárias.

Apesar de eu não ser um rei, o futuro do povo pode mudar de acordo com minhas decisões… Não importa como, é minha responsabilidade.

Quando penso sobre isto, como esperado, é muita pressão.

Por que eu decidi fazer isto de minha própria vontade, farei tudo o que for capaz de fazer… Dito isto, eu ficarei velha um dia, e será impossível para mim continuar, então devo achar alguém adequado para me substituir.

Quando esse dia chegar, pensei em viver calmamente rodeada por crianças… Ah, nossa, me pergunto se estou sendo impaciente.

Bem, para atingir um futuro pacífico, devo trabalhar nele no presente.

Fazem seis meses desde que meu avô partiu do ducado de Armelia. Berne e o Segundo Príncipe se graduaram com sucesso na academia.

Nesse momento, Berne está estudando com o senhor meu pai. O resto do grupo também está estudando com seus respectivos parentes. Isto significa que Ed-sama também está estudando seus deveres no castelo. Ele ainda precisa se casar oficialmente com Yuri-sama. Sobre quando isto irá acontecer, eles ainda precisam fazer um anúncio, mas será sem dúvida em breve.

***

Depois que retornei para casa, imediatamente fui para o escritório. Primeiro, irei lidar com os documentos ligados ao conglomerado, e então os ligados com o governo feudal.

“Bem vinda de volta, senhorita.”

Nesse momento, a pessoa que entrou foi Dean. Depois que adoeci daquela vez, parei de despreocupadamente ir até a cidade com Dean. Nossas folgas são em dias separados, então se algo acontecer, nós podemos ajudar um ao outro.

“Estou de volta¹, Dean. Apesar de ser súbito, por favor me dê um relatório.”

“Sim. …Como esperado, as importações e exportações aumentaram depois que aliviamos os impostos. Além disso, parece que os lucros dos conglomerados e companhias aumentaram.”

Desde aquela vez, nós mudamos de taxas comunais para imposto de renda para diminuir os impostos que precisam ser pagos. Apesar de ter tido bastante confusão quando estava no período de introdução, isto foi se resolvendo aos poucos.

Agora, apenas para relembrar sobre onde o ducado de Armelia fica, é no sudoeste da Cidade Real, e a área do feudo é grande. O clima é uma primavera eterna… e parte do sul é tropical. O oeste é uma região costeira, e há alguns portos lá.

Eu acredito que o feudo do Duque de Armelia é abençoado com uma boa localização. O clima é quente, e há uma cidade portuária. Há um mar que separa outros países dele, apesar de ser um risco durante tempos de guerra, nesse momento, isto é altamente lucrativo.

Além disso, noroeste da Cidade Real, sem um corpo d’água para separar a terra, fica o reino famoso por guerras, Towair. Portanto, comparado aquele lugar, este ducado é melhor.

De volta à história, há uma cidade portuária em nosso feudo, e por causa disso, o comércio lá está aquecido mais do que nunca. Quando tinha acabado de me tornar a representante do lorde feudal, fui investigar o oeste onde a receita tributária era alta, e a razão era a cidade portuária.

Atualmente, por causa da diminuição da carga tributária, comércio com outros países tem aumentado. Com a tributação anterior, não apenas o povo do feudo não fazia comércio suficiente com outros países, eles sofriam por fazer comércio com outras cidades dentro do próprio feudo. Os impostos sobre exportação foram abolidos e os sobre importações foram diminuídos. No futuro, nós faremos uma revisão da taxa tributária ocasional baseada em produtos individuais.

De qualquer maneira, por causa da diminuição dos impostos, a quantidade de produtos importados e exportados para outros países e feudos aumentaram.

Por causa disto, com os conglomerados e companhias obtendo mais lucros nos produtos que eles comercializam, nós podemos trabalhar no imposto de renda dos conglomerados… Iremos separar o imposto de renda dos conglomerados e seus presidentes… Bem, isto é algo que estou ansiosa para fazer.

…O Conglomerado Azura também começou a importar e exportar para outros países, então nossos lucros estão aumentando aos poucos.

Agora, quando a distribuição aumentou, descobri algo interessante. Seda.

No meu antigo mundo, se não estou enganada, seda foi introduzida para a Europa durante a Idade Média², e era muito popular com a alta classe… Mas por alguma razão, não há seda neste país.

O que se usa aqui é linho, lã e algodão. Achei interessante que apesar de algodão ser distribuído, seda, por outro lado, não está disponível… Foi o que pensei, mas quando o comércio aumentou, eu recentemente encontrei ela.

Apesar de saber que a criação do bicho-da-seda é a maneira de produzir seda, e quero que Armelia produza seda localmente, honestamente, não sei do que seda é feita ou a maneira de produzir ela então isto vai levar um longo tempo. Por causa disto, quando a receita tributária do feudo estabilizar, vou experimentar um processo de tentativa e erro para produzir ela no futuro.

 

xxxxxx

 

Finalmente, aí está o capítulo 32. Infelizmente parece que o pessoal do Japtem pode ter abandonado a tradução para o inglês no capítulo 43. Então tenho experimentado traduzir diretamente do japonês com o auxílio de algumas ferramentas online de tradução e os resultados são… piores do que o esperado. A dificuldade é enorme para editar e fazer sentido do texto traduzido pela máquina, e a fidelidade fica a desejar. É possível, no entanto, que outro site assuma a tradução para o inglês quando fizer três meses sem novos lançamentos para a série lá fora (neste próximo dia 27), já que há uma regra entre os tradutores de web novels que uma série é considerada abandonada e livre para ser traduzida por outros sites quando não há lançamentos para ela durante três meses.

Caso isso não aconteça, bem, farei o melhor possível para continuar a série aqui no RPGista.

 

¹ Dean disse ‘okaeri’ e Iris retorna um ‘tadaima’, que são expressões tradicionais usadas quando alguém volta para casa. Detalhe: já que é uma expressão usada quando se chega em casa, normalmente elas são trocadas entre membros da mesma família, como pais e filhos e, heh, casais. De fato, muitos mangás shoujo dão certa importância a cenas onde os personagens trocam o primeiro ‘tadaima’ e ‘okaeri’ como uma indicação de que eles se tornaram uma família.

² Seda era popular na Roma Imperial após a conquista do Egito em 30 a.C., apesar do Senado tentar em vão proibir o material por razões econômicas e morais, com a seda sendo considerada um símbolo da decadência e imoralidade imperial. A fabricação da seda iniciou-se na China em 2.700 a.C. e permaneceu um segredo de estado durante os próximos 3 mil anos, quando os indianos descobriram o segredo da sua fabricação por volta de 300 d.C. e os bizantinos também obtendo ovos do bicho-da-seda por volta de 522 d.C e os árabes também não muito tempo depois. Com a queda do Império Romano do Ocidente, a seda se tornaria uma visão rara na isolada Europa Ocidental, até que durante as Cruzadas, o método de produção da seda se espalharia para a Cristandade e ela novamente se tornaria popular como um produto de luxo.

Navegue pela série<< A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 31       A Sensatez da Filha do Duque: Capítulo 33 >>

Sobre Nume Finório

João Paulo Francisconi é autor dos livros Bestiário de Arton e Só Aventuras Vol. 3 publicados pela Jambô Editora, além do RPG independente Cosa Nostra publicado pelo Estúdio V, um estúdio de game design que fundou com seus amigos.