Resenha Fate Acelerado Digital

Olá. Segue minha tentativa de resenha sobre o produto na versão nacional. Lembrando que é uma versão “quase final” HD, liberada para os apoiadores do projeto pararem de encher a […]

Olá. Segue minha tentativa de resenha sobre o produto na versão nacional. Lembrando que é uma versão “quase final” HD, liberada para os apoiadores do projeto pararem de encher a paciência do pessoal da Solar em busca de uma prévia. Fui um desses chatos.

Capa

Fate Acelerado contém artes nacionais bem legais ligadas aos cenários originais criados por aqui. Minha ressalva é que a motociclista parece estar sensualizando…

1. Começando!

Uma página com o necessário para… começar. Coisas como planilha de personagem, papel para anotação, marcadores (fichas) para pontos de destino (um recurso valioso) e 4 dados Fate (ou Fudge), que são dados de 6 faces com duas indicando [+] (+1), duas com [ ] (0) e duas com [-] (-1), resultando em valores que vão de -4 a +4.

2. Contando histórias juntos

Alguns jargões de RPG e a dinâmica de que mesmo havendo a figura clássica do narrador, uma boa história deve ser colaborativa e não via de mão única. Deve ser divertido para todos.

3. Quem você quer ser?

Criação de personagem bastante objetiva. Entram em cena aspectos (coisas legais sobre seu personagem), abordagens (como seu personagem age), escala (valores e adjetivos que medem capacidade e dificuldade) e façanhas (benefícios e coisas incríveis que seu personagem faz). Além de breve adendo sobre recarga e sua relação com pontos de destino.

4. Realizando ações: resoluções, abordagens e ações

Explicação das mecânicas de testes/resolução de tarefas. Há 4 resoluções (resultados) baseadas em sua rolagem de dados: falha (deu ruim!), empata (foi mais ou menos), é bem-sucedido (conseguiu) e bem-sucedido com estilo (“crítico!”). E há 4 ações que resume tudo que se faz no jogo: criar vantagem (manobras de apoio/tirar proveito), superar (enfrentar obstáculos), atacar (ferir em combate) e defender (evitar/opor as outras três ações).

5. Desafios, disputas e conflitos.

Regras sobre situações complexas que podem surgir. Desafio é uma série de ações que precisam ser bem-sucedidas para que se chegue a um objetivo, que demanda tempo e recursos. Disputa é similar a desafio com a principal diferença ser a existência de oposição que não apenas o ambiente: você e mais alguém estão atrás do mesmo objetivo. Conflito é combate, seja físico, mental ou social: uma briga, um julgamento, uma disputa política, e funciona de forma bastante tática mesmo não tendo dúzias de termos para decorar e anotar.

6. Ai! Dano, estresse e consequências

Dano em conflitos vêm em duas formas: estresse, algo como fadiga que desaparece no fim de cena e consequências, aspectos negativos que demoram um certo tempo para desaparecerem. Também há regras para rendição e recuperação de estresse e consequências.

7. Aspectos e pontos de destino.

A economia Fate. Explica o fluxo de pontos de destino: quem gasta, quem ganha e que benefícios concedem (vantagens situacionais como bônus em rolagens). O que torna Fate tão especial.

8. Façanhas

Vantagens, técnicas e habilidades especiais de personagem. Conta com modelos para criar as suas e exemplos práticos.

9. Aprendendo com suas ações: evolução de personagem

Como melhorar seu personagem, seja numérica ou contextualmente. O personagem não se aprimora trucidando coisas e sim em momentos (marcos) crucias da história.

10. Tornado-se um narrador

Como tornar o mundo de jogo interessante e criação de oposição, seja na forma de obstáculos ou oponentes na trama de forma simples.

11. Exemplos de personagens

Quatro personagens prontos, direto dos cenários brazucas. Destaque para Exia: vai ter mecha!

Outros

Duas páginas com referências extremamente úteis, índice remissivo, planilha de personagem, agradecimentos aos apoiadores e patrocinadores e um jabá.

E aí?

Uns poucos erros de referência e terminologia, trechos fora de ordem alfabética como no original, porém aceitáveis já que ainda virá uma versão hd. As artes me agradaram como um todo mas algumas me pareceram um tanto “brancas” demais. São 54 páginas de um jogo maleável, muito divertido e traduzido com esmero.

Até.

Fate Acelerado, Versão Digital

Traduzido por Fábio Silva

Solar – Jogos e Entretenimento

54 páginas, pdf, R$ 11,90 7,90

 

P.S.: Eu também o traduzi, sei como é complicado e enlouquecedor escapar alguma coisa depois de revisar e revisar…

Sobre Jaime Rangel

Jaime “JJ” Rangel é um cara de Duque de Caxias (RJ), franco, tranquilo e desmemoriado. Gosta de levar inquietação às mentes alheias (antes através do Juca’s Blog e Roleplayer). Prefere 10 inimigos sinceros a 1 amigo indeciso. Cuidado ao perguntar algo, ele responderá a verdade. E a verdade é sempre mais divertida (pra ele).