Os Formatos de Magic: the Gathering, Parte II

Fala galera. Lembram que começamos a falar dos formatos de Magic: the Gathering, lá na primeira parte? Pois é, enquanto no post anterior vimos os formatos Construídos, agora vamos ver […]

Fala galera. Lembram que começamos a falar dos formatos de Magic: the Gathering, lá na primeira parte? Pois é, enquanto no post anterior vimos os formatos Construídos, agora vamos ver os formatos considerados Limitados, que são bastante diferentes daqueles.

Limitado: o termo “limitado” (ou Limited) compreende uma variedade de formatos em que, ao contrário do que ocorre nos formatos Construídos, você não monta seu deck antecipadamente; em vez disso, você recebe uma quantidade aleatória de cartas (geralmente em booster packs lacrados) e, a partir das cartas que você obteve dessa forma, mais uma quantidade suficiente de terrenos básicos (quantos você quiser e/ou precisar), você deve montar um deck com no mínimo quarenta cartas.

Jogar um formato Limitado certamente traz uma sensação diferente dos formatos Construídos: para jogar um deck de Standard, por exemplo, você precisa saber as sequências adequadas de jogadas, que cartas do Sideboard trocar para cada deck adversário específico, entre outras peculiaridades; enquanto isso, em Limitado você deve saber como avaliar as cartas que recebeu para montar um deck funcional na hora, com os elementos necessários (criaturas, remoção, evasão, truques de combate, etc.) e uma boa curva de mana (esse é um aspecto geral da construção de decks do qual falarei em mais detalhes em outro artigo).

Serpente Terrestre de CrawAlém disso, cartas que simplesmente não são adequadas para formatos Construídos podem brilhar em decks Limitados – e o oposto também é verdade, há cartas que você não usaria em Limitado mas que são necessárias para Construídos, geralmente cartas de Sideboard ou que fazem parte de algum combo. Por exemplo, você certamente não jogaria com uma carta como [mtg_card]Craw Wurm[/mtg_card] (Serpente Terrestre de Craw) em um torneio de Modern ou Legacy, mas em Limitado ela pode ser fundamental para o seu deck vencer!

Selado: o formato Selado (ou Sealed) é um dos mais comuns formatos Limitados sancionados para torneios, embora o Draft (do qual falarei mais adiante) seja mais popular entre os jogadores. No formato Selado, você recebe um conjunto de (geralmente seis) booster packs lacrados; você os abre, vê que cartas tirou e monta um deck com quarenta dessas cartas. O formato Selado é o mais comum nos eventos de pré-lançamentos das novas coleções de Magic, onde você tem acesso às novas cartas antes do lançamento oficial nas lojas.

Draft: o Draft é o formato Limitado mais popular, e um dos mais competitivos, apresentando uma série de variações de acordo com o gosto dos jogadores interessados (Rochester, Winchester, Rotisserie, etc.). Em geral, oito jogadores reúnem-se numa mesa para jogar Draft, e cada um deles recebe três booster packs lacrados. Ao contrário do Selado, os três packs não são abertos de imediato; o primeiro deles é aberto, você vê que cartas estão disponíveis e escolhe apenas uma delas. Então, você passa o restante das cartas para o jogador à sua esquerda – note que o jogador à sua direita irá passar as cartas do pack que ele abriu para você, exceto obviamente a que ele escolheu.

O processo continua até que todas as cartas de todos os primeiros packs tenham sido escolhidas, então ele se repete com a segunda rodada de packs (com uma diferença: na segunda rodada, você deve passar as cartas restantes para o jogador à direita, recebendo cartas do jogador à esquerda), e por fim mais uma vez com a terceira rodada de packs (onde você volta a receber cartas do jogador à direita e passar cartas para o jogador à esquerda).

Após todos os booster packs serem abertos e todas as cartas escolhidas, você junta as cartas que escolheu e os terrenos básicos que precisar, e monta um deck de quarenta cartas, assim como no Selado. À primeira vista, o Draft parece um processo complicado, mas com o tempo você se acostuma e pega o jeito. Uma diferença entre o Selado e o Draft é que você possui algum controle sobre com que cartas dos booster packs disponíveis você quer jogar, já que você escolhe uma carta por vez – em geral, tal processo costuma levar a decks mais consistentes e poderosos que os do Selado.

Cube: o Cube Draft é uma variação do Draft; a diferença é que, em vez de se usarem booster packs lacrados de coleções de Magic existentes (por exemplo, três packs de Theros para cada participante), conjuntos de quinze cartas cada, atuando como packs, são distribuídos aleatoriamente a partir de uma lista prévia de cartas. E essa é a graça do Cubo: ao montar o seu, você pode escolher com que cartas você quer jogar um Draft com seus amigos! Assim você pode escolher cartas das mais variadas coleções lançadas nesses vinte anos de Magic, e criar um formato de Draft com a sua preferência e personalidade.

Um exemplo famoso de Cubo é o Holiday Cube, disponível no final dos anos para Draft no Magic Online, e que costuma apresentar cartas poderosas do passado do jogo, como [mtg_card]Black Lotus[/mtg_card], [mtg_card]Library of Alexandria[/mtg_card] (Biblioteca de Alexandria) [mtg_card]Bazaar of Baghdad[/mtg_card] (Bazar de Baghdah), [mtg_card]Tolarian Academy[/mtg_card] (Academia Tolariana), [mtg_card]Swords to Plowshares[/mtg_card] (Espadas em Arados), entre outras. Vários jogadores ao redor do mundo criaram seus próprios Cubos, alguns com cartas poderosas típicas do Vintage, outros com apenas cartas comuns e incomuns, outros destacando temas específicos, e assim por diante. Este que vos fala, por exemplo, também criou um Cubo! Aproveitei algumas cartas da minha pequena coleção que não tinha interesse em adicionar a outros decks e montei o meu Pequeno Cubo Caseiro.

E assim encerramos nosso pequeno guia por alguns dos diversos formatos em que podemos jogar Magic, cada um com seus pontos fortes e peculiaridades. Existem muitos, muitos outros formatos por aí, como Prismático, Guerras Tribais, Gigante de Duas Cabeças, Nobre, entre outros – mas dessa vez deixo a vocês pesquisar pela internet e encontrar um formato que lhe agrade, ou até mesmo criar seu próprio formato pra jogar com a sua turma!  Até a próxima!

Fonte da Imagem Destacada

About Pedro Sena

Bacharel em Física, Pedro é natural de Salvador, BA, e é um grande fã de RPGs, games eletrônicos e suas trilhas sonoras, certas séries britânicas, Digimon Xros Wars (mas não Fusion ou Hunters), e Magic: the Gathering (preferencialmente gastando pouco). Fora isso, é gordo e míope, nada muito diferente desses CDFs que andam por aí.